Museu de arte moderna em Paris


Instalado no Centro Nacional de Arte e de Cultura Georges Pompidou, o Museu de Arte Moderna de Paris é um dos cartões postais e rota de turismo de diversos estrangeiros quando vão passear por esta cintuosa cidade. Aberto para visitações no ano de 1977, o Museu de Arte Moderna de Paris é um importante centro de artes e arquitetônico da França, abrigando uma grande biblioteca, que tem a capacidade de receber a visita de cerca de 2.000 mil pessoas; teatros; um museu que apresenta todo o cenário internacional das artes plásticas vigente durante o século XX e ainda um instituto que se volta para a coordenação e para a pesquisa acústica e musical.

Recentemente, foi adicionado ao acervo do Museu de Arte Moderna de Paris o Atelier Brancusi, que possui esculturas criadas pelo artista romeno Constantin Brancusi.

Museu de arte moderna

O Museu de Arte Moderna de Paris é um imponente centro artístico e cultural, um verdadeiro exemplar do estilo da arquitetura que vigorava na década de 70, e que nos dias atuais ainda é muito utilizado, o high tech, que em português significa alta tecnologia, que é caracterizado por ser um novo estilo para interiores. Este tipo de estilo está baseado na exploração do meio estético de recursos industriais e tecnológicos, o que conferiu ao museu um ar de funcionalidade.

Por este motivo, é muito comum que encontremos neste museu tubos invisíveis, como por exemplo os canais de ar condicionado e demais, além de verificarmos o formato da estrutura sendo como quadrado, edificado em aço para que o aspecto industrial possa ser reproduzido e a presença de escadas rolantes em seu ambiente exterior. Vale ressaltar ainda que todo o museu está pintado com cores bem vivas e fortes.

Construída e idealizada pelos arquitetos britânico Richard Rogers e o italiano Renzo Piano, o Museu de Arte Moderna de Paris se revelou bem diferente. Este foi considerado um projeto bem ousado, que foi planejado durante um momento considerado decisivo de toda a arquitetura moderna, sendo por isso visto como um projeto extremamente polêmico. Segundo alguns historiadores e estudiosos, a construção do mesmo foi uma inovação e ainda um sinal de emergência dado pela arte pós-modernismo.

A distribuição do Museu de Arte Moderna de Paris

O Museu de Arte Moderna de Paris foi aberto para visitação no ano de 1977. Ele está localizado na praça do Centro, tornando assim bem viável que aconteçam eventos dentro do interior deste local. Além disso, o Museu Georges oferece diversas palestras com especialistas para seus visitantes, eventos de cinema, debates, apresentações de teatro, apresentações de música, mostras temporárias e ainda disponibiliza diversas obras de seu grande acervo.

O Museu possui ao todo sete andares, na qual as coleções são encontradas organizadas nos andares que compõem toda essa construção. As obras consideradas as mais modernas, cerca de 1.300, estão localizadas em especial no quarto e no quinto andar do Museu de Arte Moderna do Paris, e pode-se dizer, que elas constituem tudo o que existe de mais expressivo no mundo contemporâneo de todo o continente da Europa.

O Museu de Arte Moderna de Paris ainda possui uma imponente biblioteca, que oferece aos seus visitantes internet grátis, uma significativa e importante coleção de obras de diversos autores, jornais e periódicos do mundo todo, e televisões com canais internacionais. Além disso, os visitantes do Museu de Arte Moderna de Paris não podem ir embora sem visitar o último andar do Pompidou, que oferece uma vista totalmente deslumbrante de Paris, principalmente a do bairro chamado de Montmartre, considerado um dos bairros mais charmosos da cidade.

O gênio da modernidade

No Museu de Arte Moderna da cidade de Paris, encontramos as coleções divididas conforme os critérios de tempo específicos. São encontradas obras de diversos movimentos, como por exemplo o cubista, o fauvista e o órfico.

A coleção do período chamado de contemporâneo apresenta aos seus visitantes, criações das representações de tendências do movimento artístico como por exemplo a figuração narrativa ou ainda o novo realismo. Além disso, o Museu Georges Pompidou proporciona obras de abstração consideradas difíceis.

No subsolo, encontramos a sala Boltanski, que é dedicada exclusivamente a obras de vídeos consideradas contemporâneas.

O Museu de Arte Moderna de Paris está aberto todos os dias. O visitante, deve comprar um bilhete para visitar o local. Vale ressaltar ainda que apenas um bilhete permite o acesso de maneira ilimitado para todos os andares e coleções, além da vista panorâmica que existe no último andar do empreendimento.

Vale ressaltar ainda que o Museu é bem acessível para pessoas que possuam deficiências físicas. Para saber mais informações, consulte a página do Centro Pompidou.

Nos últimos anos, o museu passou a focar algumas de suas exposições a artistas mais populares, como por exemplo Yves Klein, um artista francês que é considerado uma das mais importantes figuras da arte na Europa.