Pintura Corporal


A body art, também conhecida como Pintura Corporal é um movimento cultural de manifestação presentes em diversas tribos de todo o mundo. Povos como hindus, tribos africanas e indígenas e também alguns povos ocidentais, usam a técnica de maquiagem no corpo e até mesmo de tatuagem para celebrar a vida, a morte, as guerras e outros fatores externos e internos.

Pintura Corporal

A Pintura Corporal e os diferentes povos

Com os indígenas a pintura corporal é usada para expressar manifestos culturais de sua tribo ou sociedade. As mais comuns são pinturas específicas para a morte, o casamento, o momento da caça, a passagem de menino para homem e também para a luta. Essa forma de expressão artística é a mais intensa expressão cultural das tribos e as pinturas são realizadas com tintas feitas das sementes de jenipapo, babaçu e urucum.

Entre os hindus, a pintura corporal é uma importante característica dos casamentos. Normalmente a noiva tem as mãos e braços forrados de desenhos decorativos feitos com henna e que representam um desejo de sorte ao matrimônio. Essa pintura é um ritmo de passagem para a mulher, já que entre os hindus o casamento representa para a mulher o rompimento da vida em família, já que as noivas passam a viver na casa de seus maridos.

A henna era um material já usado nos anos 3000 a.C e estava sempre associada aos rituais de povos sumérios, semitas, cananeus, ugaríticos e babilônicos na hora de adorarem sua Deusa.

Ainda entre os hindus, a mulher, no ato do casamento, recebe uma listra de tinta vermelha que vai do centro de suas sobrancelhas até alguns centímetros depois do couro cabelo. Essa marca é uma representação cultural das mulheres casadas e representam que a partir de agora aquela mulher faz parte da família biológica de seu marido.

Entre os africanos, a pintura corporal tem significado similar ao das tribos indígenas, além de serem usados também para embelezar a pessoa. Esse povo também usa a pintura para retratar e enaltecer a natureza e suas tinturas são feitas com cal branca, vegetais, barro, ocre amarelo de rochas vulcânicas, seiva de plantas e ocre vermelho de rocha vulcânica.

Já entre os ocidentais a pintura funciona mais como a arte de embelezar o corpo, mas em povos específicos ela também é utilizada como expressão de algum evento ou princípio.

Os chineses também utilizam as pinturas corporais, mas elas estão ligadas as artes dramáticas e são normalmente realizadas no rosto. Ela nasceu para substituir as máscaras usadas em rituais religiosos, mas que impossibilitavam de perceber a manifestação facial de cada ser.

A Maquiagem

Muito utilizada pelas mulheres, a tatuagem é uma forma de enaltecer a beleza presente em cada ser. Hoje, ela já conta com milhares de técnicas de sombreamento e marcação, tendências e até mesmo padrões culturais, capazes de remeterem a uma época ou disfarçar aspectos do rosto que não parecem “perfeitos”.

No cinema e nas novelas, a maquiagem também é usada para criar personagens ou enaltecer situações, como cortes, arranhões e até mesmo transformações, além de serem referencias culturais e sociais do momento em que vivem. As técnicas estão tão avançadas, que Hollywood conta com maquiadores especializados em efeitos especiais e que são capazes de dar escamas, pele envelhecida, pele rejuvenescida ou transformações míticas a um ator.

E Roma e na Grécia a maquiagem era usada para serem expressão da beleza da deusa Vênus, que tinha a pele muito branca e delicada. Para tentar copiar essa beleza, as mulheres usavam alvaiade ou cerusa para criar suas fórmulas. Além disso, as pessoas costumavam pegar extratos de plantas para se protegerem do sol ou para diminuir os efeitos da exposição, mas algumas dessas seivas tinham cores fortes e acabavam colorindo os lábios e rostos das pessoas, principalmente quando o intuito era “branquear” a pele.

A tatuagem também é body art

A tatuagem teve sua origem por volta de 3 mil anos antes de Cristo e nasceu para preparar os egípcios para rituais religiosos. No entanto a técnica foi aperfeiçoada pelos ocidentais e é usado pela sociedade para expressar sentimentos, opiniões, causas e até mesmo o estilo de um patente ou tribo urbana.

No Egito as pinturas eram, inclusive, retratadas em pinturas, que mostravam homens e mulheres sempre adornados e com traços e pigmentos em seus rostos. A maquiagem de Cleópatra, por exemplo, virou tendência em todo o mundo.

A body art é uma técnica de pintura em corpos nus e normalmente está ligado a representação artística de algum pintor ou maquiador profissional. Ele pode simular peles de animais, roupas humanas ou simplesmente expressar a cultura de sua sociedade os enaltecer a beleza da natureza de onde vivem, assim como acontecia com os povos africanos.

Nesses casos, o corpo é usado como uma tela em branco e serve de inspiração e instrumento de transmissão para pessoas de toda a parte do mundo.