Resumo da Arte Rupestre


Arte rupestre é o termo que designa as manifestações culturais e artísticas do povo pré-histórico realizadas sobre superfícies rochosas, seja em cavernas ou em rochas ao ar livre. A arte rupestre é dividida em dois grupos: a pintura rupestre, que são desenhos realizados com pigmentos e a gravura rupestre, que são imagens gravadas por meio de cortes sobre a rocha.

A arte rupestre possui uma iconografia bastante diversificada possuindo vários estilos, materiais e técnicas diferentes. Em sua grande maioria fazem representação de animais, pessoas, plantas e desenhos abstratos. Pode acontecer de todos esses elementos se combinarem em uma mesma arte. A interpretação de seus significados é complexa e possui uma série de controvérsias. Mas, via de regra, segue-se o pensamento de que o resumo da arte rupestre é a representação do cotidiano do povo que a imprimiu nas rochas ilustrando seu dia a dia, suas caçadas, rituais, crenças e ainda possuir um viés mágico.

Arte Rupestre

Diversas ilustrações rupestres são alvo de grande admiração pela beleza e sofisticação. Em função disto, alguns estudiosos consideram que arte rupestre possuía um caráter para o povo pré-histórico semelhante ao da arte na sociedade atual, um meio de expressão e criatividade.

De toda forma, a arte rupestre configura-se como um documento precioso das tradições homem pré-histórico.

Primeira descoberta

Em meados do século XIX foram encontradas as primeiras pinturas rupestres na caverna de Altamira, na Espanha, por Marcelino Sanz de Sautuola. Os acadêmicos da época consideram fraudulentas essas primeiras pinturas encontradas. Devido ao pensamento darwinista que vigorava por toda a Europa daquele período, acreditou-se que o homem pré-histórico seria incapaz de criar qualquer representação artística. Alguns historiadores pré-históricos daquele século chegaram a creditar as pinturas a uma fraude criada pelos criacionistas, visando desacreditar as teorias de Darwin. Mais tarde esses mesmos historiadores se retrataram e reconheceram sua autenticidade.

Testes científicos recentes indicam uma grande antiguidade nas obras pré-históricas encontradas. Calcula-se que a arte rupestre tenha se iniciado quando o Homem de Co-Magnon tomou conta da Europa em substituição ao Homem de Neanderthal, no período Aurignaciano e progrediu particularmente em alguns períodos do Paleolítico.

Acredita-se, ainda, que a arte rupestre seja posterior a objetos artísticos pré-históricos móveis, como pequenas esculturas em ossos e pedras. Contudo, a datação exata da arte rupestre é uma questão ainda não resolvida, haja vista que o método por radiocarbono pode induzir a resultados enganosos devido a contaminação da amostra por materiais mais novos ou mais antigos. Os locais onde a arte rupestre é encontrada, como as cavernas e rochas ao ar livre, possuem resíduos de diversas épocas.

Sítios de arte rupestre mais famosos

Os sítios de arte rupestre mais conhecidos localizam-se na Europa, especialmente na França e na Espanha. Porém, existem outros sítios de arte pré-histórica espalhados pelo mundo onde se é possível obter um resumo da arte rupestre. Confira alguns deles abaixo.

Itália

• Arte rupestre de Val Camonica, um Patrimônio Mundial da Unesco.

Espanha

• Caverna de Altamira e sítios de arte rupestre paleolítica ao norte do país, também um Patrimônio Mundial da Unesco.

Argentina

• Cueva de las Manos, outro Patrimônio Mundial.

França

• Grutas decoradas do vale do Vézère, Patrimônio Mundial.
• La Marche.
• Caverna de Chauvet.
• Caverna de Cosquer.
• Caverna de Pech Merle.
• Caverna de Les Trois-Frères.

Inglaterra

• Creswell Crags.

Brasil

No Brasil a arte rupestre é encontrada em praticamente toda a extensão territorial do país. A arte rupestre brasileira é dividida em tradições, de acordo com suas características e localização: Planalto, São Francisco, Agreste, Litorânea, Geométrica, Meridional e Amazônica. O principal sítio brasileiro de arte rupestre fica no Piauí, o chamado Parque Nacional da Serra da Capivara, um Patrimônio Mundial da Unesco, que é considerado o maior acervo deste tipo de arte de todo continente americano. Em Pernambuco pode-se encontrar pinturas no Parque Nacional do Catimbau, que é o segundo maior complexo arqueológico do país. Outros importantes sítios de arte rupestre podem ser vistos em estados como o a Paraíba, o Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Norte.

Vale a pena realizar uma pesquisa mais aprofundada para se ter um resumo da arte rupestre brasileira.

Significado e temas da arte rupestre

As imagens de grandes animais como cavalos, búfalos, antílopes, entre outros, dominam a arte rupestre. O ser humano é menos frequente em suas obras e quando encontrado está comumente representando atividades como a luta, a dança e especialmente a caça. Desenhos abstratos diversos também são muito comuns, onde se destaca a marca da palma humana.

O carvão, argilas coloridas e minerais triturados, são os pigmentos mais utilizados pelo homem pré-histórico na confecção da arte rupestre. Acredita-se que o povo pré-histórico utilizava sangue, gordura animal, excrementos e outros materiais como a gema de ovo, para dar cor a esses elementos.

Crê-se que o resumo da arte rupestre possua como significado principal as crenças religiosas e ritualísticas da época, com uma forte simbologia ligada especialmente à caça e à fertilidade.