Alimentos detergentes


A manutenção da higiene bucal é fundamental para a saúde dos seres humanos. Embora a maioria das pessoas relacione a boa aparência dos dentes às questões estéticas, a saúde bucal é mais importante do que apenas o que diz respeito à aparência. É através dos cuidados relacionados aos dentes e mucosa da boca que muitos problemas de saúde podem ser evitados, como dores de garganta e diversas infecções.

Desta maneira, alguns cuidados podem colaborar com a higiene bucal. Além da escovação diária, a ingestão de alimentos que ajudam a limpar os dentes e a gengiva auxiliam na limpeza. Os alimentos que possuem esta característica são denominados como alimentos detergentes.

O que são alimentos detergentes.

São considerados alimentos detergentes aqueles que, por suas características naturais, auxiliam na limpeza dos dentes e da mucosa da boca ao serem ingeridos. Estes alimentos funcionam como agentes de limpeza no processo de mastigação e ingestão dos alimentos.

detergentes

Dentre estes alimentos, podemos citar:

– Maçã.

– Pepino.

– Pêra.

– Kiwi.

-Cenoura.

-Acelga.

-Alface.

-Melancia.

Estes alimentos ajudam a reduzir a quantidade de gordura e outras sujeiras que podem se acumular nos dentes e gengiva, de modo a evitar a proliferação de bactérias. A ingestão destes alimentos auxilia no equilíbrio do Ph da boca.

Uma boca com um Ph equilibrado é fundamental para a saúde bucal, pois é o nível de acidez da mucosa da boca que evita que bactérias e germes se proliferem, evitando doenças e infecções.

Embora os cuidados com a escovação diária devam ser mantidos, conhecer quais os alimentos que possuem propriedades detergentes pode auxiliar na higiene bucal de pessoas que, por diversos motivos, apresentam alguma dificuldade em manter uma higiene adequada. Nestes casos, manter uma alimentação equilibrada, com a presença de ao menos um destes alimentos nas refeições diárias, auxilia na prevenção de problemas futuros.

Alimentos detergentes e saúde bucal na infância.

A saúde bucal deve ser motivo de atenção desde a infância. Embora seja comum relacionar os hábitos de higiene bucal com o aparecimento dos primeiros dentes, o cuidado com a mucosa da boca deve existir mesmo em bebês em fase de amamentação e, após este período, quando começam a ingerir os primeiros alimentos sólidos.

Neste segundo momento da alimentação infantil, manter uma dieta rica em alimentos detergentes como o kiwi, a maçã, a pêra e a acelga, irá colaborar para que as crianças tenham uma boa saúde bucal.

Além disto, incentivar bons hábitos alimentares é importante para que elas aprendam sobre a relação entre uma alimentação de qualidade, rica em frutas e vegetais, e a manutenção da saúde bucal e global.

Por este motivo, as crianças devem ser incentivadas a consumir muitas frutas, como uma opção aos doces industrializados. Refrigerantes e outras bebidas industrializadas e artificialmente adoçadas, podem ser substituídas por sucos de frutas que auxiliam na limpeza dos dentes, como maçã, pera e melancia.

Adultos e a saúde bucal.

A saúde dos dentes e mucosa da boca nos adultos, em boa parte, reflete os bons ou maus hábitos adquiridos na infância. Adultos que aprenderam a manter uma dieta rica em alimentos detergentes, além da escovação diária e correta dos dentes, tendem a apresentar menos problemas nos dentes e gengivas.

Doenças como cáries e gengivites acometem aqueles que não mantêm uma escovação correta dos dentes.

Além destes motivos, na população adulta, fatores como o estresse, o cigarro, bebidas alcoólicas em excesso, uso de remédios sem prescrição médica, também colaboram para a má saúde bucal.

Neste sentido, o cuidado com a saúde bucal pode iniciar-se com uma boa alimentação, acrescentando alimentos detergentes ao cardápio diário. Folhas como acelga e alface podem ser acrescentadas às saladas, acompanhando o prato principal em refeições como o almoço e o jantar.

Frutas, como a maçã, o kiwi e a melancia, podem servir como sobremesas ou, ainda como um lanche da manhã ou da tarde.

Estas pequenas mudanças no cardápio colaboram para a mudança de hábitos positiva na população adulta.

Alimentos detergentes e programas de educação e saúde.

A saúde de uma população deve passar, obrigatoriamente, por processos de prevenção e educação.

Incentivar as escolas de ensino primário, fundamental e médio, para que mantenham um programa adequado de alimentação, com sua base em frutas, legumes e verduras, além de pouco açúcar e pouca gordura, pode servir como um bom início para que as crianças tenham contato com bons hábitos alimentares.

A integração de programas de nutrição com programas de saúde bucal também pode ser uma boa iniciativa para o ensino e prevenção de hábitos saudáveis na população mais jovem e, no futuro, da população adulta.

Tanto para crianças quanto para adultos, as visitas ao médico nutrólogo, nutricionista e odontologista devem fazer parte dos cuidados com a saúde bucal e alimentar. Estes são os profissionais mais indicados para orientar a prevenção e o tratamento de doenças.