As várias fases da infância


A infância é a fase da vida que vai desde o nascimento até cerca dos 11 anos de idade de um individuo. É a etapa de grande progresso físico, indicado pelo sucessivo crescimento do peso e da altura da criança, principalmente nos primeiros três anos e no decorrer da puberdade.

Muito mais do que isso, é uma etapa no qual o ser humano evolui-se psicologicamente, incluindo sucessivas alterações no comportamento do indivíduo e na conquista das origens da sua personalidade.

As recordações e lembranças da infância são várias.

fases da infância

0 – 1 ano e 6 meses

Nessa etapa, o bebe é inteiramente subordinado a terceiros para todas as coisas, como alimentação, locomoção ou higiene. Nessa fase, o bebe descobre como sentar, andar e gatinhar.

Aconselha-se que o bebe se alimente somente de leite materno até o sexto mês, isso porque o aleitamento materno tem uma constituição mais correta, tem menos despesas e precisa de cuidados mais fáceis com relação aos demais tipos de leite, da mesma forma que apresenta anticorpos e outros elementos para preservar o bebe de infecções, e ainda consolida a ligação entre mãe e filho.

Nesse período da vida, a criança cresce muito rápido. Os primeiros fios de cabelo, da mesma forma que os primeiros dentes, surgem nesse período. Com 1 ano e 6 meses de vida, a grande parte dos bebes já falaram as primeiras palavras. Essa fase é definida pelo egocentrismo, uma vez que o bebe não entende que integra uma sociedade, e o mundo , para o bebe, gira em torno de si.

1 ano e 6 meses – 3 anos

A criança nessa fase cresce menos do que no decorrer dos primeiros meses de vida. Mas, ela já pode percorrer uma distancia pequena sozinha, comer sem a ajuda dos pais, e dizer certas palavras que já apresentam significado.

A principal perspectiva dessa faixa etária é a evolução gradual da linguagem e da fala.

Com três anos, a criança já consegue formas frases completas utilizando palavras já conhecidas, e apresenta uma linguagem de cerca de 800 a 1000 palavras.

3 – 4 anos

As crianças nessa fase começam a ampliar as perspectivas básicas de independência e responsabilidade, aprontando a criança para o estágio seguinte da infância e os primeiros anos da escola. As crianças dessa idade são, geralmente, muito ativas, explorando constantemente o mundo ao redor.

As crianças passam a entender que na sociedade há coisas que podem ou não serem feitas. Nessa etapa, a criança já entende melhor o mundo tornando-se uma pessoa melhor, e começa a entender que seus atos podem afetar as outras pessoas.

A partir dos três anos e idades, as crianças também começam a aprender modelos de comportamento de um método denominado identificação. Elas começam a se reconhecer em outras pessoas devido a diversas razões, incluindo semelhanças psicológicas e físicas e laços de amizade.

A grande parte das crianças deixa as fraldas dessa etapa, e com três anos elas voltam a crescem lentamente.

5 – 9 anos

Essa etapa é marcada pelo crescimento psicológico da criança. A mesma continua a evoluir fisicamente, de uma forma gradual e lenta, porém acima de tudo, elas crescem e se desenvolvem a padrões emocionais, sociais e mentais.

Na grande parte das sociedades, as crianças já compreenderam os padrões e as regras de comportamento essenciais da sociedade entre os cinco anos. Elas descobrem a distinguir se certa ação é errada ou certa. A vida social da criança começa a se tornar cada vez mais importante, e é freqüente nessa fase o denominado melhor amigo.

Por volta dos oito anos, as crianças começam a escolher suas crenças e pensamento, buscando os porquês e as razões por trás de um fato. Dessa forma, as crianças começam a estudar os padrões de comportamento orientados pela família. Fora isso, é a partir dos seis anos que as crianças começam a se comprar com as outras da mesma idade. Esses dois acontecimentos, juntos com o crescimento da vida da criança, reduzem a importância da família e dos pais como padrões de comportamento, e elevam a importância dos professores e amigos.

Aos seis anos, os dentes de leite caem um por um, até a fase da adolescência. O crescimento da altura e do peso é pouco e igual entre as meninas e os meninos. Com relação a força física, na teoria, as meninas e os meninos nessa fase em força parecida, porém os meninos, tendem e apresentar um pouco mais de força do que as meninas.

10 anos (Pré-adolescência)

Com 10 anos as crianças começam a dar mais credito a um grupo de amigos que apresentam gostos parecidos. Essa faixa etária é uma fase de fortes mudanças psicológicas e físicas, é a conhecida pré-adolescência.

Nessa etapa da vida, elas começam a apresentar mais responsabilidades, coincidentemente passam a exigir mais respeito das demais pessoas. Nessa fase ela passa a entender melhor a sociedade, grupos e ordens sociais, o que caracteriza essa faixa etária como uma região instável de crescimento psicológico.

Diversas vezes, pré-adolescentes se sentem desprezados pela sociedade, podendo provocar distúrbios psicológicos como anorexia e depressão.

A pré-adolescência é definida pelo começa das fortes mudanças físicas que convertem a criança em um adulto; é o começo da puberdade, sinalizada especialmente pelo crescimento do compasso de crescimento do corpo e pela maturidade dos órgãos sexuais.