Fitofotomelanose


O que é isso?

Caracterizada como um tipo de manifestação alérgica ocorre quando o indivíduo expõe a pele ao sol, depois de ter contato com o suco de algumas frutas e plantas. Os grandes vilões são a laranja, a tangerina e o limão (na realidade frutas cítricas, em geral).

Mas engana-se quem pensa que tal alergia pode ser causada somente por frutas e plantas, alguns refrigerantes e perfumes também desencadeiam tal reação, mas nesse caso o nome muda um pouco: “fotomelanose”.

Fitofotomelanose

Caracterizada por manchas marrons na pele a fitofotomelanose é facilmente percebida, em geral, aparecem nas mãos, colo e boca, mas, podem surgir em todo corpo. Tais manchas podem mudar de formato dependendo do grau de exposição aos raios ultravioletas, ou mesmo, da quantidade da substância que desencadeou a reação sobre a pele.

Sintomas

Por ser uma doença dermatológica o primeiro sinal de seu surgimento vai aparecer na pele, é claro.

Em geral são manchas de cor marrom que aparecem exatamente no local onde a substância – perfume, refrigerante, suco de frutas cítricas – caiu, ou, respingou. Mas é válido lembrar: só há riscos se a região for exposta ao sol.
Outro sintoma averiguado em alguns casos é o surgimento de bolhas, acompanhadas de um tipo de sensação de ardência e coceira, quase como uma queimadura. E, em certos pacientes, pode sim ocorrer um tipo de queimadura, reação denominada “fotodermatites”, um estágio mais intenso da manifestação alérgica.

Inclusive, muitas pessoas definem a fitofotomelanose como um tipo de queimadura, o que não é totalmente errado, afinal ela é causada pela reação de exposição ao sol.

É importante dizer que a manifestação dessa patologia é bem rápida, e, pode ser observada cerca de 30 minutos depois do contato com a substância e exposição ao sol. Mas, como cada caso é um caso, há pacientes que demoram até 24h para notar as manchas na derme.

Tratamento e como evitar a doença

De acordo com especialistas em dermatologia, as manchas desaparecem de maneira gradativa e espontânea, mas, até que isso aconteça alguns cuidados devem ser tomados:
– O principal é proteger a região afetada com filtro solar (algo que deveria ter sido feito desde o início, diga-se de passagem);
– Além disso, existem alguns produtos no mercado dos cosméticos que pode acelerar o clareamento da pele, são os chamados despigmentantes;
– Já em casos mais intensos o paciente pode ingerir alguns medicamentos, mas atenção, não tome nada sem antes consultar um dermatologista;
– Mais uma dica que pode aliviar o desconforto causado pelos sintomas é fazer compressas frias com soro fisiológico (que tem propriedades hidratantes), ou mesmo, camomila (que alivia as reações na pele);
– Por fim, há casos em que hidrantes, ou mesmo, medicamentos que contenham a vitamina A possam ser indicados, afinal, tal tipo de substância tem função regenerativa para pele.

Basicamente, a melhor maneira de se evitar a fitofotomelanose é não se expor ao sol depois de qualquer contato com frutas cítricas, e também, evitar usar perfume antes de ir à praia, ou mesmo, se expor ao sol por longos períodos.

Mais informações

Agora que você já sabe do que se trata a fitofotomelanose vamos a algumas informações bem específicas:

As chamadas doenças de pele são muito mais comuns no verão, inclusive a fitofotomelanose. Em geral, isso acontece porque além do aumento abrupto da temperatura, piscinas e praias ficam lotadas, e, na água é mais fácil as patologias se proliferarem.

Já que a pele é conhecida por ser o maior órgão do corpo humano, não é surpresa para ninguém, que ela seja também o que sofre mais agressões, afinal, está mais exposta e, portanto, suscetível à ação humana.
A essa altura imagino que você pode estar se questionando: “Então quer dizer que no verão não posso preparar aquela limonada geladinha?”. Pode sim, ninguém quer que você pare com esse hábito, mas a dica de ouro é: após mexer com qualquer fruta cítrica lave as mãos muito bem com água e sabão.

Outro conselho valiosíssimo é: use filtro solar – lembra do Pedro Bial? Pois bem, siga o conselho dele -. Brincadeiras a parte, o filtro solar é essencial todos os dias, principalmente, nos mais quentes. Procure o que melhor se adéqua a seu tipo de pele e use e abuse desse grande amigo nos dias de verão.

Para finalizar vamos falar um pouquinho sobre as famosas “receitas caseiras”. Basta uma busca rápida em blogs, sites de beleza, ou mesmo, revistas especializadas para encontrar receitas do tipo “faça você mesmo”. E, não raras as vezes procedimentos que prometem clarear a pele contém o limão como ingrediente principal. Cuidado! Não caia nessa de acreditar que essa frutas pode resolver seus problemas, em muitos casos, ela pode até mesmo piorar a situação de sua pele, ferindo-a e a desgastando ainda mais. Nada de sair por aí fazendo a primeira receita que você ler, combinado?
No mais é só aproveitar o verão com muito filtro solar.