Poluição de Águas Continentais


É certo afirmar que a poluição das águas continentais vem aumentando de uma maneira muito expressiva – e perigosa. Com o agravamento da poluição, cada vez mais a água se torna inapropriada para o consumo humano e até mesmo de alguns animais – como os lagos poluídos que acabam prejudicando a saúde das espécies que ali habitam.

A água é um dos nossos mais ricos recursos, porém, já podemos considerar que ele está em extinção: e tudo isso pela forma como o homem tem o utilizado. Atualmente, muitas são as regiões do mundo que já contam com a escassez de água, principalmente nos continentes africano e asiático.

Sendo assim, a perspectiva envolvendo as águas continentais está cada vez mais baixa, já que sua qualidade dificilmente é mantida por conta da poluição. Mineradoras, indústrias, fábricas e outros fazem com que a água para nosso próprio consumo seja prejudicada, o que pode ser um problema de grandes proporções dentro dos próximos anos.

Poluição de Águas

Segundo os estudos realizados recentemente pela ONU – Organização das Nações Unidas, o verdadeiro quadro hídrico de todo o nosso planeta está largamente prejudicado: com o tempo, as águas para consumo humano têm se tornado cada vez mais comprometidas: seja para nosso uso pessoal como também para irrigação e manutenção agrícola, para cuidado com os animais e outros.

O que leva à poluição das águas continentais?

Muitos são, atualmente, os fatores que levam diretamente à poluição. Na maioria dos casos ela é ocasionada por segmentos distintos, mas que juntos contribuem de forma agressiva para que esse recurso indispensável se torne escasso nos próximos anos.

Entre os principais segmentos estão:

• A atividade industrial, considerando que muitas são as indústrias que utilizam os rios e lagoas para escorar os seus resíduos e demais rejeitos;

Agricultura e mineradoras – O uso desenfreado de insumos agrícolas, como é o caso de inseticidas, herbicidas e fertilizantes, faz com que a água próxima também seja contaminada. Assim, o que aumenta a produção, aumenta também a poluição das águas continentais.

Mas o que acontece? Grande parte desses insumos acaba sendo levado para os rios por meio dos ventos fortes e chuva. Nesse caso, ele acaba contaminado por uma série de componentes tóxicos, além de também prejudicar o solo, uma vez que atingem o lençol freático daquele ambiente, tornando-o mais fraco e sensível com o passar dos anos.

• Os centros urbanos – pode ser que você nem se quer imagine como a sua cidade pode estar atuando para o aumento da poluição das águas continentes.

Mas, o problema dos centros urbanos se concentra em residências localizadas em regiões muito pobres, que lançam os seus esgotos domésticos – sem qualquer tipo de tratamento, o que deveria ser feito pelo saneamento básico da cidade – atingindo os córregos e rios.

Dessa forma, o esgoto das casas é responsável por uma preocupação muito grande nesse sentido e também muito comum principalmente nos países mais pobres. As pequenas cidades de interior no Brasil, que não contam com um centro específico para o tratamento de esgoto, também podem estimular essa problemática.

• Desmatamento

O desmatamento é outro fator diretamente relacionado com a poluição das águas continentais, já que agrava uma situação já bem delicada: a escassez de água.

Isso acontece já que toda vez que a cobertura vegetal de um determinado espaço é retirada, seja para a ocupação rural ou urbana, o solo fica totalmente livre para as ações do vento e chuva. Com o solo ‘depositado’ em mananciais se provoca um processo que compromete a vida de peixes e demais animais aquáticos, assim como agrava as alterações climáticas.

• Portos

Pois é: até mesmo os portos também integram a lista e o motivo é a limpeza realizada nos mesmos a cada cinco anos. Essa ação inclui a jogar uma imensidão de dejetos e resíduos nos rios, lagos e outros. Quando o lixo é acumulado, eles liberam um líquido de nome ‘chorume’, que ao ser absorvido pelo solo, atinge diretamente as reservas de água localizadas no subterrâneo.

Quais são os principais poluidores das águas continentais?

Os principais agentes responsáveis pela poluição da água, que inclusive, podem causar uma série de efeitos tóxicos caso em contato com o nosso organismo, são:

• Nitratos. Se consumirmos água contaminada pelo mesmo, mesmo que em pouca quantidade, há a possibilidade de desenvolver a metaemoglobinemia infantil, uma doença que prejudica a oxidação do sangue no corpo;

Metais tóxicos – os metais tóxicos são nocivos não só para os seres humanos como também para os animais. A presença do mesmo geralmente é oriunda de fábricas ou até mesmo de tubos de plástico jogados em águas doces;

• Fluoretos – por mais que sejam elementares para a água potável, sua concentração em alta quantidade pode gerar problemas como a fluorose endêmica crônica, sendo seu principal sintoma o aparecimento de manchas amarelas no corpo ou negras nos dentes infantis;

• Além disso, outros agentes são: pesticidas, hidrocarbonetos, radioatividades, detergentes aniônicos e muitos outros.