Rabanete


O Rabanete é uma planta, pertencente à família de uma região do Mediterrâneo, a Brassicaceae, na qual estão inclusas mais de 3.000 espécies, entre elas a mostarda, o repolho, a coube e o novo. Alguns estudiosos, remetem que a origem do rabanete é do sul da Ásia, mas não devemos esquecer que eles eram muito conhecidos no Egito e também na Europa antiga.

O nome cientifico é Raphanus savitus, uma planta anual, herbácea, de pequeno porte, que possui folhas verdes com flores de apenas quatro pétalas e roseta, encontradas em tons de rosa, branco e roxo. Os frutos são deiscentes e secos, sendo formados por dois carpelos, também conhecidos como do tipo siliqua.

Rabanete

O rabanete tem uma cor avermelhada, e a sua raiz é tuberosa, possui um sabor bem picante, além de ser é claro, comestível. Ele deve ser consumido em sua forma crua, juntamente com saladas. Um dos benefícios dessa planta é que ela é rica em vitamina C, fibras alimentares, minerais, como o Fósforo e o Potássio, e folato. O rabanete possui a capacidade de limpar os dentes e ainda ajuda a desenvolver os músculos responsáveis pela mastigação, em crianças. Além disso, ele ainda estimula a digestão e é um ótimo expectorante natural.

O crescimento do rabanete é rápido, geralmente a partir das suas sementes, eles levam de 30 a 45 dias para se desenvolver totalmente e ficarem prontos para consumo.

Eles se desenvolver muito bem em climas frios e amenos, mas acabam exigindo solos bem drenados, férteis e enriquecidos com matéria orgânica, e boa iluminação. No Brasil, a produção dos rabanetes se concentra principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país.

Características

O rabanete possui uma grande variação de forma e de tamanho, podendo ser oval, redonda ou alongada. Sua casca é de cor vermelha, branca, branco e vermelha, e sua polpa é sempre branca. Em suma, as raízes são vendidas em maços. Para que sejam próprias para consumo. Suas folhas devem estar com uma cor esverdeada brilhante, com um aspecto de produto fresco. As raízes, por sua vez, devem ter a casca lisa e firmes, com uma cor uniforme, sem apresentar rachaduras e sem pontos escuros.

O rabanete é uma ótima planta para ser utilizada em dietas. Em geral, ele é utilizado em sua forma crua, em saladas. Por causa de seu formato e de sua cor, o rabanete ajuda na decoração de saladas, quando é servido juntamente com pepino, aipo e tomate, promovendo dessa maneira a estimulação do consumo de hortaliças. Eles também podem ser servidos na forma de petiscos, sendo então uma alternativa bem mais saudável do que os pratos que são ricos em calorias geralmente utilizados.

Quando são cozidos, o sabor dos rabanetes se torna menos picante. Quando estão grandes, podem ser servidos com picles. Para ser consumido, ele não precisa ser descascado.

Benefícios do rabanete para a saúde

O rabanete apresenta alguns benefícios para a prevenção do câncer, sendo portanto conhecidos como vegetais crucíferos. Os rabanetes são extremamente ricos em antioxidantes, e também de outros compostos de vegetais crucíferos, que ajudam no combate ao câncer. Os rabanetes também são ricos em fibras, que ajudam no combate do câncer de cólons. Já os isotiocianatos, afetam as vias genéticas das células do câncer, induzindo a morte dessa célula cancerosa.

Outro grande benefício do rabanete é para o coração, já que os antioxidantes presentes em sua composição, ajudam na redução dos níveis de colesterol presente no organismo, diminuindo o risco de um ataque cardíaco e de doenças cardíacas.

Além disso, o rabanete possui benefícios para a digestão, para a pressão arterial, além de ser um poderoso antioxidante, um diurético natural, ajuda na perda de peso, no tratamento de diabéticos, e é rico em vitamina C.

Mas os benefícios do rabanete não param por aí. Tanto em suas folhas, quanto em suas raízes, eles apresentam várias propriedades medicinais. Juntos, as folhas e as raízes são vistos como poderosos diuréticos, calmantes, tônicos para os músculos, mineralizantes, aperientes, antiescorbúticos, entre outros.

No Brasil, não é muito comum o consumo de rabanete. Sua raiz, é muito valorizada em outros países da Europa e da Ásia, principalmente porque contêm diversas propriedades benéficas e medicinais e por causa do seu uso na culinária.

Nos rabanetes também encontramos duas substâncias antioxidantes, a zexantina e a luteína. Em algumas pessoas, o consumo do rabanete pode causar flatulência e distensão abdominal.

Uma curiosidade dessa planta é que em um estado do México, chamado de Oaxaca, localizado na parte meridional do país, comemora-se todo dia 23 de dezembro, Noite dos Rabanetes. Nesta noite, são expostos esculturas criativas e belas, feitas com rabanetes por artesões do país. Vale relembrar que este evento é celebrado há cerca de 100 anos, e por ser bem próxima do Natal, acaba atraindo diversos turistas, oriundos de diversas partes do mundo.