Resumo da Fotossíntese


Você já ouviu falar de fotossíntese? Certamente que sim, afinal, esse é um termo bastante utilizado quando se trata de Biologia e é abordado muitas vezes até em documentários de televisão. No entanto, você sabe exatamente o que significa, qual é a importância e qual é o processo por meio do qual ela se realiza?

Leia abaixo um resumo sobre a fotossíntese e perceba, mais uma vez, o quanto a natureza é perfeita e cria seus próprios mecanismos que garantam a manutenção das mais diversas formas de vida. O processo é mais simples do que você espera, e muito mais importante do que você imagina!

Fotossíntese

Resumo da fotossíntese – definição e informações gerais

Sabemos que o reino vegetal, que é composto basicamente pelas plantas, é formado por organismos autótrofos. Mas o que significa dizer que um ser vivo é autótrofo? Significa que ele é capaz de produzir o seu próprio alimento, ou seja, não tem a necessidade de buscar a sua nutrição de fontes externas.

E a fotossíntese é exatamente isso: um processo por meio do qual as plantas produzem o seu próprio alimento a partir de elementos naturais presentes no ambiente em que vivem, como a luz solar, por exemplo. Durante a fotossíntese, de uma forma geral (as etapas do processo serão detalhadas logo mais), a planta vai extrair gás carbônico do ar e energia do sol.

Para qualquer ser vivo, a principal função da nutrição é oferecer fontes de energia para a manutenção dos processos vitais. Com as plantas, isso não é diferente, ou seja, por meio da fotossíntese, ela vai gerar energia. O nutriente principal que fornece essa energia é a glicose.

Portanto, podemos concluir que a partir do gás carbônico do ar e da energia solar, a planta é capaz de produzir glicose para se nutrir e obter energia.

E observe agora um fato curioso e interdisciplinar: é bem possível que você tenha estudado na disciplina de física ou de química, que não se cria energia “do nada”, na verdade, uma forma de energia é convertida em outra. É justamente isso que acontece durante o processo de fotossíntese, quando a energia luminosa que emana do sol é transformada em energia química pela planta, por meio de uma reação química, obviamente.

Lembra que no início desse resumo da fotossíntese foi mencionado que a fotossíntese tem uma importância muito maior do que a maioria das pessoas pode imaginar? Isso é verdade! Ao contrário do que muita gente pensa, esse processo não serve apenas para as plantas, já que se ele não existisse, é provável que não haveria nenhum tipo de vida no planeta!

É a partir da fotossíntese que tem início toda a cadeia alimentar e como se isso não bastasse, com ela as plantas liberam oxigênio para o meio ambiente, gás fundamental que nós utilizamos para respirar.

Por tudo isso, vale à pena entender melhor como acontece o processo fotossintético e valorizar ainda mais as plantas!

Resumo da fotossíntese – processo

Para realizar a fotossíntese, os seres vivos capazes de executar esse processo captam substâncias inorgânicas do ambiente em que vivem, como o gás carbônico (CO2) e a água (H20) e as convertem em uma substância orgânica, que é basicamente a glicose (C6H12O6)

A reação química que representa o processo de fotossíntese é a seguinte:

6 CO2 + 12 H2O → C6H12O6 + 6 O2 + 6 H2O

Agora você deve estar se perguntando: mas onde entra a luz solar que foi tão mencionada no início do texto? Qual é a importância real dela? Ora, isso é muito simples: a energia necessária para que essa reação toda possa acontecer é a que vem da luz, ou mais especificamente, a que vem do sol!

E não é só isso, além da luz solar, é preciso salientar que a reação de fotossíntese acontece nos chamados cloroplastos, que são organelas presentes no mesófilo foliar. A clorofila e os carotenoides são pigmentos também presentes nas células e que estão diretamente envolvidos com os processos fotossintéticos, já que são eles que absorvem a luz solar.

Existem alguns fatores que funcionam como limitadores da fotossíntese, sendo que os principais são a temperatura, concentração de gás carbônico e a intensidade luminosa. Na realidade, nenhum dos dois pode estar em falta ou em excesso, existe uma faixa ideal de luz e de temperatura para que a fotossíntese possa acontecer com o maior desempenho e aproveitamento possível.

Perceba que durante a fotossíntese, o ser fotossintetizante vai absorver gás carbônico presente no ar e devolver gás oxigênio. É por isso que é comum afirmar que as plantas renovam o ar atmosférico, porque é exatamente isso o que elas fazem, na verdade, é uma consequência da sua autotrofia. Também é por isso que se considera a Amazônia como o “pulmão do mundo”.

Durante a noite, por exemplo, quando as plantas não fazem fotossíntese, respiram normalmente.