Resumo do desenvolvimento sustentável


No nosso dia a dia é muito comum observamos que os seres humanos vêm causando muita destruição no nosso meio ambiente. O crescimento da quantidade de indústrias, das cidades e o aumento dos veículos estão causando diversos problemas no nosso solo, no ar e principalmente em nossas águas. Apesar de ser necessário o desenvolvimento, o homem precisa dar mais respeito ao meio ambiente, já que é deles que dependemos para sobreviver. Para que o futuro das próximas gerações, é muito importante haver uma viabilidade no setor econômico para ações que estão voltadas para a produção de serviços e de bens.

Conceito de desenvolvimento sustentável e sugestões

Podemos definir desenvolvimento sustentável como a obtenção do crescimento econômico que é necessário, através do desenvolvimento social e da preservação do meio ambiente para as gerações do presente e as futuras.

Para que isso aconteça, é necessário que se tenha uma preservação do meio ambiente, uma harmonização entre o desenvolvimento do setor econômico, a qualidade de vida, a justiça social e o uso de maneira racional dos recursos do meio ambiente, em especial a água.

desenvolvimento sustentável

Veja algumas sugestões bem simples que podem ajudar na preservação do meio ambiente: coleta seletiva de lixo, reciclagem dos materiais (como por exemplo plástico, reciclagem de papel, borracha, alumínio, ferro, vidro, etc.), utilização de técnicas agrícolas sem que o solo seja prejudicado, substituição das sacolas plásticas pelas sacolas de papel, tratamento de esgotos domésticos e industriais para que estes não sejam arremessados em lagos, rios, mares e córregos, diminuição na utilização de combustíveis fósseis (pode-se substituir esses combustíveis por biocombustíveis), descarte de baterias e de pilhas de equipamentos do tipo eletrônicos em locais apropriados (vale ressaltar que eles nunca devem ser jogados em lixo comum), uso racional dos recursos do meio ambiente, sem que haja desperdício, geração de energia através de métodos que não poluam o ambiente, como por exemplo energia solar, eólica e geotérmica, criação de sistemas urbanos que permitam a utilização de meios de transporte alternativos, como bicicletas, substituição dos meios de transporte do tipo individual por coletivos, como ônibus e metrôs, respeito às leis de trabalho, combate ao desmatamento ilegal de florestas e de matas, preservação e manutenção dos ecossistemas existentes, combate à ocupação irregulares em regiões de mananciais, produção e consumo de alimentos do tipo orgânicos, criação de áreas verdes em grandes centros urbanos, implantação da técnica de telhado verde em grandes centros urbanos, uso da gestão ambienta em empresas prestadoras de serviços, indústrias e órgãos públicos e não utilização de trabalho escravo e mão de obra infantil.

Estas são atitudes simples para que os homens consigam estabelecer um equilíbrio entre a manutenção do meio ambiente e o desenvolvimento da economia. Todos nós podemos colaborar para que o meio ambiente melhore e o desenvolvimento sustentável nos ajude a ter um planeta melhor.

O desenvolvimento sustentável no nosso país, tem caminho de maneira lenta, assim como nos demais países chamados de emergentes. Embora haja mais consciência sobre o meio ambiente no território brasileiro, diversas empresas ainda visam apenas a parte do lucro, deixando de lado as questões sociais e ambientais. O uso de combustíveis fósseis e o desmatamento de florestas no Brasil ainda é grande. Apesar de ter havido um aumento nos últimos anos da reciclagem do lixo, ainda é muito comum a existência de lixões a céu aberto. A poluição de rios, do ar e do solo também são problemas recorrentes no nosso país.

Os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável

O IDS, Indicador de Desenvolvimento Sustentável foi desenvolvido no ano de 2002 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, e tem como objetivo o estabelecimento de comparações entre o Brasil com os demais países, quando o assunto em questão é o desenvolvimento sustentável. Dados sociais, econômicos, ambientais e institucionais são utilizados para isso. O último Indicador de Desenvolvimento Sustentável, apresentado no ano de 2012, mostrou alguns avanços significativos em relação aos últimos anos no quesito desenvolvimento sustentável do nosso país. Mas, ainda nos encontramos bem a baixo ao nível dos países mais desenvolvidos.

Dessa maneira, deve-se adotar metidas para a conservação desses recursos, não somente para que eles estejam disponíveis no futuro, mas também para eliminar ou diminuir os impactos no meio ambiente que são causados por causa de uma exploração predatória.

O termo e o conceito de desenvolvimento sustentável foi declarado no ano de 1972, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, também chamado de Conferência de Estocolmo, por ter sido realizado nessa cidade, situada na Suécia. Este evento teve grande importância nessa época, porque conseguiu a união de noções de desenvolvimento da economia e crescimento para a preservação da natureza, que até então, era vista de maneira separada.

No ano de 1987, foi elaborado o Relatório Brundtland ou Relatório Nosso Futuro Comum, que acabou tornando o termo desenvolvimento sustentável conhecido mundialmente.