Regras da Natação estilo borboleta provas de 100 e 200 metros


Os registros mais antigos sobre a natação datam de sete mil anos atrás. O esporte faz parte dos Jogos Olímpicos desde 1896. Outro ponto histórico para a natação foi a criação da Federação Internacional de Natação (FINA), fundada no ano de 1908. As competições nacionais são organizadas pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). No dia 8 de abril é comemorado o Dia da Natação.

A natação é um esporte que traz diversos benefícios para a saúde e pode ser praticado por pessoas de todas as idades. O nado pode, inclusive, ser visto como uma forma de terapia para pessoas que sofrem de ansiedade, depressão e para todos que buscam relaxar de rotinas estressantes. Uma pesquisa mostra que quem nada tem uma taxa de mortalidade 50% inferior a pessoas que correm ou que são sedentárias.

Natação estilo borboleta

A natação reduz significativamente o risco de diabetes e ainda melhora o colesterol. Além disso, nada auxilia na perda de peso e na busca pelo corpo ideal.

Por trabalhar todas as partes do corpo e trazer inúmeros benefícios para o sistema respiratório, a natação é considerada por muito como o esporte mais saudável. Para entender as Regras da Natação estilo borboleta provas de 100 e 200 metros, antes precisamos conhecer os estilos de nado:

Nado livre = o atleta escolhe o estilo a ser usado e pode, ainda, combinar mais de uma opção. A maioria dos nadadores acaba escolhendo o nado crawl, que permite mais velocidade.

Nado de costas = é quase uma versão do nado crawl com as costas voltadas para o fundo da piscina.

Estilo Medley = modalidade que une quatro nados: costas, peito, borboleta e livre. Cada estilo é revezado por 100 metros e trocado em seguida.

Estilo peito = considerado o estilo mais lento na modalidade. Em uma tentativa de acelerar o nado de peito, foi criado o estilo borboleta.

Nado borboleta = opção que exige mais fisicamente. O nadador deve mover os braços sobre a cabeça e as pernas são mantidas unidas em movimentos constantes e simultâneos.

As provas de natação podem ser divididas em individuais e coletivas com revezamentos. A modalidade pode, também, ser parte do triatlo, junto ao ciclismo e à corrida.

As Regras da Natação estilo borboleta provas de 100 e 200 metros não são as únicas da modalidade, até mesmo a piscina deve seguir regras estabelecidas. Uma piscina oficial deve ter 30 metros de comprimento e 22,5 de largura. A profundidade vai de 1,35 a 2 metros. A piscina é dividia em oito raias, com espaços de 2,5 metros de largura para cada nadador.

Regras da Natação estilo borboleta provas de 100 e 200 metros:

A partir da primeira braçada, o corpo do atleta deve ser mantido sobre o peito. Os braços deve se mover de forma simultânea durante cada braçada. Pernada submersa na lateral é permitida, mas vale destacar que todos os movimentos das pernas devem ser simultâneos.

O atleta deve encostar ambas as mãos abaixou ou no nível da superfície da água a cada virada e na chegada também. O nadador só pode permanecer submerso por até 15 metros, então sua cabeça deve quebrar a superfície. O nadador aproveita o momento em que seus braços se estendem, os ombros e a cabeça são levantados da água, e o atleta pode elevar o queixo e respirar.

Cada prova conta com um grupo de árbitros para observar o correto cumprimento das Regras da Natação estilo borboleta provas de 100 e 200 metros.

O árbitro geral é responsável pela competição e dá a palavra final. Já o juiz da partida é o responsável por dar o sinal de largada da prova. Para observar a prática correta de cada estilo de nado, os juízes de nado se posicionam na lateral da piscina.

Caso o atleta queria tirar os óculos ou a touca durante a prova, é preciso seguir algumas regras também. No nado livre, tal movimento pode ser realizado a qualquer momento sem risco de penalização. Numa prova de costas também, só é preciso observar a posição, caso vire para tirar os óculos ou a touca, o atleta pode ser desclassificado. É mais difícil conseguir retirar os óculos ou a touca em provas de nado peito e borboleta, devido à exigência de movimentação simultânea dos braços. O nadador pode aproveitar o momento da virada após uma volta.

Recordes

O Recorde masculino no nado borboleta de 100 metros é de Michael Phelps. O atleta, nascido nos Estados Unidos, marcou 49.82 segundos em agosto de 2009. O recorde feminino na mesma modalidade pertence a Dana Vollmer, também nascida nos Estados Unidos. A nadadora marcou 55.98 segundos em julho de 2012.

Michael Phelps também é recordista nos 200 metros, com 1:52.09, número conquistado em março de 2007. O recorde feminino é da chinesa Liu Zige, que marcou 2:01.81 em outubro de 2009.