Regras da Vela Tornado, 49er, Yngling e Star


O iatismo é o esporte praticado por pessoas que manejam barcos movidos à vela. Há várias categorias e modos de competição e o órgão máximo de regulamentação do iatismo no mundo é a ISAF (Federação Internacional de Iatismo).

A federação reconhece como válidas e oficiais 110 classes, que são como categorias para a disputa de campeonatos. No entanto, como classes de iatismo olímpicas apenas sete (além da classe Tornado, que foi tirada do hall de esportes olímpicos após os jogos de 2008 em Pequim, a classe Star não será disputada nos jogos do Rio em 2016). Mesmo assim, há competições de praticamente todas as classes ao redor do mundo e todas são consideradas válidas pela ISAF.

Vela Tornado

O objetivo principal dos velejadores numa competição é acumular o menor número possível de pontos num conjunto de regatas, que é o nome dado a cada “partida” do iatismo. Quanto melhor for a colocação do atleta em cada regata, menos pontos ele acumula e melhor será a colocação final dele.

Regras da Vela

Aqui você poderá conferir as principais regras e características de algumas das classes do iatismo, também chamado de vela. Cada classe diz respeito a certo número de ocupantes das embarcações, seu peso, o formato do casco, da vela e outras características específicas. Por isso, veja agora as principais regras da vela Tornado, 49er, Yngling e Star.

• Classe Tornado: a classe Tornado esteve incluída nas Olimpíadas desde 1976 até 2008, quando teve sua última aparição como esporte olímpico. A classe tornado é praticada por homens e mulheres, mas o formato do casco do barco é o que mais a diferencia das outras classes: o barco é como um catamarã, com dois cascos paralelos. Por conta do seu formato e do tamanho de sua vela, os barcos desta classe são os mais rápidos do iatismo mundial, podendo alcançar velocidades acima dos 70 quilômetros por hora. O número de velejadores deve ser dois. E o peso somado dos dois deve ser de, no máximo 150 quilos. O barco deve possuir comprimento de, no máximo, 6,1 metros;

• Classe 49er: podendo ser praticada por homens e mulheres, a classe 49er é uma classe recente nas Olimpíadas, tendo sido incluída apenas em 2000, nos jogos de Sidney. O barco é diferente da grande maioria das outras classes e é nesta classe que os velejadores mais têm que trabalhar. A técnica deve ser apurada e o esforço físico é grande. O barco deve ter no máximo 4,99 metros e seu formato lembra uma prancha de windsurf, mas com “asas” extensíveis. Dois tripulantes devem manejar o barco nesta classe.

• Classe Yngling: uma das classes exclusivas para mulheres, a classe Yngling é a única que exige três tripulantes por barco (uma fica como timoneira e as outras duas na proa). Além disso, possui três velas e uma quilha fixa de 310 quilos. A quilha é responsável por dar mais sustentação ao barco e evitar que ele se desloque lateralmente. O peso ideal das tripulantes não deve ultrapassar 230 quilos quando somado;

• Classe Star: uma das classes mais antigas e populares do iatismo mundial, a classe Star só pode ser praticada por homens. Os barcos nesta classe possuem dimensões maiores do que as outras, o que exige uma dupla de velejadores mais pesada do que em outras classes. O peso ideal é de 200 quilos somados. Os barcos da classe Star também possuem quilha fixa, o que o torna mais pesado do os outros. É preciso ter bastante disposição física para manejar tais barcos. As Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016 não terão a competição da classe Star, que possui o medalhista Robert Scheidt como o principal nome brasileiro desta classe.

Regras para ultrapassagem

Existem basicamente três regras para se fazer uma ultrapassagem no iatismo e elas dependem da direção de onde o vento está atingindo as velas das embarcações:

• Caso o vento esteja atingindo os barcos por lados diferentes: neste caso, o barco que está à direita tem a preferência de ultrapassagem;

• Caso o vento esteja atingindo os dois barcos pelo mesmo lado e estejam lado a lado: obviamente, o barco que recebe o vento por primeiro deve dar preferência para quem recebe o vento depois;

• Caso o vento esteja atingindo os dois barcos pelo mesmo lado, mas os mesmos não estejam lado a lado: quem estiver mais a frente na batalha pela posição tem a preferência de ultrapassagem.

O iatismo possui vários regulamentos, dependendo do tipo de classe e competição em que os atletas estejam envolvidos. Além disso, cada clube de iatismo pode montar regulamentos próprios com variações das regras, o que causa uma variedade ainda maior nas regras dos esportes de vela. Se você é um aficionado pelos esportes de vela, é possível obter informações detalhadas sobre todas as classes no site da Federação Internacional de Iatismo.