Regras do Atletismo corrida de 100, 110 e 400 m com barreiras


Para entender as Regras do Atletismo corrida de 100, 110 e 400 m com barreiras, primeiro devemos conhecer um pouco mais sobre o próprio atletismo.

Os primeiros registros do esporte datam de 776 a. C. No ano de 1912 foi fundada a Associação Internacional de Federações de Atletismo, que estabelece as regras do esporte. No Brasil, a organização do esporte fica por conta da Confederação Brasileira de Atletismo.

O atletismo une três modalidades: corrida, lançamentos e salto. O esporte pode ser praticado em locais fechados ou abertos, caso das maratonas. Existem também as modalidades combinadas, como os triatlos, que unem corrida, natação e ciclismo.

Atletismo

No dia 9 de outubro é comemorado o dia do atletismo. A modalidade traz benefícios físicos e também psicológicos. O esporte diminui o mau colesterol e aumenta o colesterol bom, que limpa a gordura dos vasos sanguíneos, além de melhorar o sistema respiratório e o sistema cardiovascular. Na área psicológica, o atletismo diminui a ansiedade e pode ser uma opção para casos de depressão.

Modalidades

Uma pista oficial de atletismo é formada por duas retas e duas curvas, além de oito raias. Cada raia mede 1,22 metros.

A corrida de pista é a principal competição no atletismo. A disputa é feita em pistas com 100, 200 ou 400 metros. A maratona, disputada em ruas pela cidade, tem percurso de 42,19 quilômetros. A modalidade pode ser disputada, também, por grupos de quatro atletas, na chamada corrida de revezamento.

Corridas rasas são as provas de curta distância, até 400 metros. Corridas de meio fundo variam entre 800 e 1500 metros. Já as corridas de fundo vão de 5000 metros até as ultra maratonas, de 100 quilômetros.

O decatlo é disputado apenas por homens e reúne 10 modalidades, sendo elas: 100 metros, salto em distância, arremesso de peso, salto em altura, 400 metros, 100 metros com barreiras, arremesso de disco, salto com cara, arremesso de dardo e 1.500 metros.

Já o heptatlo, é uma prova apenas para as mulheres. A competição é formada por sete modalidades: 100 metros com barreiras, salto em altura, arremesso de peso, 200 metros, salto em distância, lançamento de dardo e 800 metros.

A marcha atlética estabelece que o atleta deve manter o calcanhar do pé que está na frente em contato com o chão até que a ponta do outro pé deixe o chão totalmente.

Existe, também, a prova de cross-country, modalidade praticada em terreno não pavimentado, como grama e terra. Os homens competem nas distâncias de 4 km e 12 km, já as mulheres disputam distâncias de 4 km e 8 km.

Os saltos podem ser divididos em duas categorias. No salto a distância, o atleta corre 40 metros e pula uma tábua de 20 centímetros de largura. O objetivo é conseguir o salto com maior distância. Já no salto em altura, o atleta percorre cerca de 20 metros e salta utilizando uma cara. O objetivo, neste caso, é alcançar o salto com maior altura.

Corrida com barreiras

As corridas com obstáculos seguem as Regras do Atletismo corrida de 100, 110 e 400 m com barreiras. A modalidade de 110 metros com barreira é destina aos homens, enquanto as mulheres competem os 100 metros com barreira. As Regras do Atletismo corrida de 100, 110 e 400 m com barreiras estabelecem que os atletas com os oito melhores tempos são classificados para a final.

Nos 100 metros com barreiras, são dispostas 10 barreiras ao longo do percurso, sendo a primeira a 13 metros de distância da largada, as seguintes são posicionadas a uma distância de 8.5 metros entre cada uma. Após a última barreira, as atletas ainda têm 10.5 metros até a linha de chegada.

Nos 110 metros com barreiras, a primeira barreira é posicionada a 13,72 metros da linha de partida e as outras nove barreiras são colocadas com uma distância de 9.14 metros entre cada uma.

No caso da corrida de 400 metros, a primeira barreira é posicionada aos 45 metros do percurso. Para os homens, as barreiras medem 91,4 centímetros e para as mulheres, as barreiras medem 76,2 centímetros.

O trajeto é formado por uma linha reta e 10 barreiras distribuídas pelo percurso, medindo 106,7 centímetros de altura. Vale destacar que derrubar barreiras não desclassifica o atleta, a menos que o ato seja feito de propósito. As barreiras são desenvolvidas de forma a sempre cair para frente, evitando lesão aos atletas.

No momento de dar impulso para pular a barreira, o atleta deve inclinar a coluna e estender toda a perna de impulsão, a outra perna só deixa o chão após o completo prolongamento da primeira perna, conforme previsto nas Regras do Atletismo corrida de 100, 110 e 400 m.

O recorde mundial dos 100 metros com barreiras pertence à Usain Bolt, com tempo de 9,58 segundos. O recorde masculino nos 400 metros é do estadunidense Kevin Young, que completou o percurso com 46.78. O recorde feminino é da russa Yuliya Pechonkina, com tempo de 52,34 segundos.