Regras do Polo aquático e História


O Polo aquático é caracterizado como um esporte que surgiu em meio ao século XIX, na Inglaterra. Tudo começou na capital, Londres, em cerca de 1870. Mesmo assim, existem também alguns relatos de que esse esporte começou a ser praticado em XVIII, tanto na Inglaterra, como também na Escócia.

Como é praticado?

A prática do Polo Aquático envolve piscinas que podem variar entre 20 e 30 metros de comprimento, 10 e 20 metros de largura, e também, com, pelo menos, dois metros no que diz respeito à profundidade.

Polo aquático

Em cada um dos extremos da piscina um gol é colocado, assim como acontece no futebol. Porém, ele é um pouco menor (devido ao próprio tamanho da piscina), sendo ele com 90 centímetros de altura e três metros de largura.

O jogo é disputado por duas equipes, sendo que cada uma delas conta com sete jogadores que atuam em “campo”, ou melhor, ficam em linha e na partida realizam ações de ataque, defesa e outros, e seis jogadores que ficam na reserva para a substituição desses primeiros.

Para que uma equipe seja diferenciada da outra, outros métodos foram escolhidos pelo polo aquático. Tudo isso pelo fato de que não há a possibilidade de criar-se um uniforme para os jogadores, que estão com todo o corpo coberto pela água.

Dessa forma, a diferenciação ocorre pela própria cor das toucas/gorros, lembrando que os goleiros recebem uma cor especial de touca: a vermelha.

Pois é: até mesmo a bola também conta com algumas regrinhas: ela deve pesar no mínimo 400 e no máximo 450 gramas, e o seu diâmetro é delimitado entre 68 e 71 centímetros.

Considerando a estrutura do jogo, é fácil notar que ele conta com características muito similares à prática do futebol: são duas equipes, com integrantes diferenciados, em um “campo” que conta com gols e goleiros.

O único objeto que é utilizado nas piscinas é a própria bola, sendo o principal objetivo do jogo a marcação de pontos. Sendo assim, toda vez que essa bola vai para o extremo do time adversário e atravessa o campo do gol, pontos são marcados.

Marcações de campo

O campo de polo aquático conta com três diferenciados tipos de marcação.

Em primeiro plano, o destaque vai para as marcações vermelhas, que são aquelas localizadas a apenas dois metros da linha que delimita o gol. Os jogadores não devem receber passes dentro dessa época e também não podem lá permanecer por longos períodos de tempo.

Já a marcação amarela é aquela localizada a cinco metros a partir da linha do gol, e os pênaltis da modalidade são cobrados nesse ponto do campo.

Já as marcações brancas são aquelas localizadas para delimitar qual é a área do goleiro, assim como a linha do gol e o próprio meio de campo.

Regras gerais do polo aquático

Assim como qualquer outra modalidade esportiva regulamentada, o polo aquático também conta com algumas regras, tanto gerais como também as específicas.

Vamos para algumas delas:

• As partidas de polo aquático são divididas em quatro tempos de exatos oito minutos. Sendo assim, cada uma delas dura cerca de 32 minutos no total;

• No que diz respeito à movimentação do atleta com a bola em mãos, devemos destacar que ele pode conduzir a mesma da maneira como achar melhor. Porém, não se torna possível fazer isso com as duas mãos;

• Além disso, não é possível realizar movimentos envolvendo o punho, o que caracterizaria o uso da mão fechada;

• O goleiro é o único jogador que pode pisar no chão, além de aplicar os golpes na bola com a mão fechada e segurá-la com suas duas mãos, diferentemente do resto dos jogadores de ambas as equipes;

• As faltas simples são aquelas cobradas no mesmo local ou na parte de trás de onde ela aconteceu, identificadas sempre pelo árbitro da partida;

• As faltas consideradas graves, por sua vez, eliminam o jogador que a comete do jogo por 20 segundos, e são também apontadas pelo árbitro. Quando um jogador realize três diferentes faltas graves ele é definitivamente retirado da partida;

• Por fim, as faltas muito graves são aquelas mais pesadas, como é o caso, por exemplo, das agressões de caráter física contra jogadores, do mesmo time ou oposto. O competidor responsável pela falta muito grave ganha suspensão definitiva daquela partida;

• Cada equipe de polo aquático conta com 30 segundos para a realização de uma jogada, com o intuito de marcar o seu gol no adversário. Toda vez que a equipe em questão realiza um gol ou consegue recuperar a posse de bola, o tempo começa a contar novamente;

• O pênalti, por sua vez, também faz parte das regras do polo aquático. Muito similar com o futebol, ele é cobrado pela equipe que teve um participante prejudicado na área do gol. O pênalti nessa modalidade é considerado como uma falta grave, já que o indivíduo acaba impedindo a realização de um provável gol do adversário;

• Em casos de empate, a primeira tentativa é a prorrogação em tempos que variam. Caso ele dê continuidade, a prática exige a realização de pênaltis.