Resumo sobre a Bíblia


A Bíblia é o livro mais importante do ocidente. Nele estão contidos diversos livros que seguiram de guia para muitas pessoas ao longo dos últimos milênios. Esse texto trará um resumo de todo o livro.

Aos 5 primeiros livros é dado o nome de Pentateuco. Eles são tidos como a Lei de Moisés, pois é dele a autoria desses livros. O primeiro deles é Gênesis, que significa “princípio”. Nele é narrado o início das gerações e o começo de toda doutrina referente a Deus, o homem, o pecado e a salvação.

Êxodo trata da libertação do povo de Israel, que era escravizado no Egito. Significa “Saída” e demonstra como Deus amparou seu povo para que ele fosse liberto. As leis que Deus deu a Moisés para que ele levasse adiante, estão descritas no terceiro livro, Levítico. Nele consta como o fiel deve atingir sua santidade através da comunhão com Deus.

Bíblia

Em Números está registrado o censo de Israel, desde sua entrada em Canaã. Também aborda a fé que Deus exige do povo, dos juízos contra rebeliões e dos castigos. O último livro do Pentateuco, Deuteronômio, se refere à Segunda Lei, tratando da história do povo israelense, as admoestações, a transmissão da liderança de Moisés para Josué.

Resumo de livros históricos

Os livros históricos são: Josué, Juízes, Samuel, Rute, Reis, Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Josué trata da consumação, redenção, conquista e possessão do povo de Deus. Juízes aborda 300 anos da história dos israelenses na terra da possessão. O profeta Samuel dá nome ao oitavo livro. Ele fala das transições do reinado de Israel.

Rute entra na genealogia de Cristo e Reis narra a história de Salomão, dos Reis de Israel e Reis de Judá. Esse livro é o resumo de 400 anos de história: ele inicia na morte de Davi e vai até o fim completo do reino de Judá.

Quando judeus voltaram para a Palestina do exílio, Esdras, um sacerdote e escriba, escreveu o livro Crônicas para eles. O sacerdote também revisou e editou as escrituras, trabalho que está contido no livro que leva seu nome. Ele escreveu após voltar do cativeiro no qual viveu por muitos anos.

O livro de Neemias, um copeiro do rei persa, trata da importância da renovação espiritual. Ele revela, também, a recompensa que Deus dá para os que guardam sua palavra. O último dos livros históricos, Ester, conta a história de uma mulher que foi casada com o rei Assuero devido a sua beleza, e através de sua posição salvou o povo de Deus da destruição.

Outros livros

Há na Bíblia livros poéticos, que foram escritos através de figuras de linguagem e lirismo. São eles: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares. Esses livros são importantes para a definição do modo de vida do cristão.

Os profetas maiores, Jeremias, Isaías, Lamentações, Ezequiel e Daniel, dizem para o fiel, através de seus livros, como deve ser sua doutrina e o que ele pode esperar do futuro dos homens. Os menores, Joel, Ageu, Oséias, Abadias, Amós, Jonas, Naum, Miquéias, Abacuque, Sofonias, Zacarias e Malaquias, abordam importantes valores e sentimentos que devem ser nutridos pelos cristãos. A forma de narrativa é, às vezes, através de histórias que carregam lições essenciais para a fé.

Os livros sobre evangelhos e atos começam a abordar com mais profundidade o surgimento de Jesus Cristo. Em Mateus, o tema central é Jesus-Messias-Rei. Procura mostrar que ele é o Rei de Israel devido a sua linhagem. Os outros livros são Marcos, Lucas, João e Atos. Esse último trata-se de um resumo sobre os 33 anos de Cristo na Terra e a ascensão do cristianismo.

Após a morte de Cristo, Paulo de Tarso inicia uma peregrinação por muitas cidades com intuito de evangelizar a população. Ele escreveu muitas cartas para os habitantes, que são chamadas de Epístolas Paulinas. Elas estão registradas nos livros Romanos, Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, Tessalonicenses, Timóteo, Tito e Filemon. O livro Hebreus também trata de uma carta escrita para cristãos perseguidos, embora não seja escrita por Paulo. Muitos atribuem a autoria da carta a Lucas.

Os últimos livros da Bíblia contêm, também, epístolas. Mas elas são consideradas “gerais”. Tiago escreveu sua carta para encorajar fiéis a assumirem sua crença. Pedro, em sua carta, anima os crentes e os alerta sobre falsos ensinamentos no mundo dos homens. João, considerado o apóstolo do amor, rebate os erros dos falsos mestres e alerta os cristãos sobre o cuidado que devem ter com eles. A carta do livro de Judas conclama todos os fiéis para batalhar pela fé em Deus.

O último livro da Bíblia, o Apocalipse, não se trata de uma epístola, mas e uma profecia. O livro revela sobre o futuro dos homens. Foi escrito por João e também é chamado de Livro das Revelações, A Consumação e o Conflito dos Séculos.