Direção e sentido


Quando falamos em direção e sentido, normalmente pensamos ser a mesma coisa, mas não são. Em um movimento, o conceito dessas duas palavras é bastante relevante, já que, para compreender a divergência entre direção e sentido, é preciso entrar no estudo dos vetores. Vale lembrar que, a união entre direção e sentido forma a orientação.

Em estudos relacionados ao cálculo vetorial e a geometria, ambos os termos são representados por setas, em que a direção é significada pelo ângulo entre uma determinada seta e o seu plano de referência. O sentido, que tem ligação com esta, é representado através da extremidade de uma seta.

Uma forma bastante fácil e prática de entender estes dois conceitos é visualizar uma avenida que seja de mão dupla. Nesse caso, ela é constituída por uma direção e dois sentidos.

Direção

Direção: definição e exemplo

Podemos explicar, de forma bem análoga, que direção é determinada por uma reta. Esta tem a possibilidade de encontrar-se na vertical, na horizontal, no oeste, no leste, no sul, no norte e por aí vai. Considerando uma circunstância de movimento retilíneo, o significado de direção e sentido não é avaliado como essencial. No entanto, em se tratando de um movimento curvilíneo, a importância torna-se primordial.

Por ser tão parecido, o julgamento de direção é confundido, com certa frequência, com o de sentido. Dessa forma, a direção pode ser classificada por dois sentidos contrapostos. Por exemplo: se analisarmos uma direção na vertical, é possível concebermos dois sentidos: o de cima para baixo e o de baixo para cima. Agora, se pensarmos em uma direção na horizontal, teremos um sentido que pode variar da esquerda para a direita ou vice e versa.

No momento em que mencionamos à verticalidade ou à horizontalidade de um determinado objeto, estamos nos referindo especificamente a sua direção, ou seja, a direção horizontal e a direção vertical. Logo, o significado de direção pode ser classificado por duas retas paralelas, uma vez que o ponto em comum está justamente nesta característica.

• Direção horizontal: é caracterizada por englobar infinitas direções, ao passo que corresponde a um único plano;

• Direção vertical: é especificada por definir apenas uma única direção.

Sentido: definição e exemplo

É correto afirmar que o significado de sentido está diretamente ligado com a orientação. Ou seja, sugere se o movimento ou força aplicado está indo para baixo, para cima, para frente ou para trás. Dessa forma, como foi dito, podemos representar uma direção através de uma reta, e esta, por sua vez, pode ser constituída por dois sentidos. Logo, esses sentidos apontam cada possível trajetória a respeito desta direção, mais especificamente a sua orientação. Quer dizer, se uma direção é vertical, os dois sentidos imagináveis e cabíveis vão ser para baixo e para cima.

Como já vimos, o sentido indica o lugar em que determinado corpo está saindo para o local em que ele está indo, em uma direção determinada. Então, para ser mais explícito, veja o exemplo: imaginamos um veículo que saiu de Porto Alegre e vai andando pela Free Way, no sentido das praias gaúchas. Essa movimentação sugere que ele esteja na direção indicada por meio do traçado da rodovia e, obviamente, o seu sentido é indo da capital para a praia.

Ainda, em se tratando de Matemática e de Física, podemos definir o termo sentido como sendo um atributo ligado a uma direção definida.

• Matemática: o sentido é caracterizado como um dos elementos de um vetor, que é determinado pela sua direção e pelo seu módulo;

• Física: a especificação do sentido, tendo como base um vetor, precisa de uma quarta particularidade, denominada unidade de medida.

Direção e sentido na Física

Em muitas situações do dia a dia, por motivos definidos ou não, tivemos que diferenciar direção e sentido. Na Física, isso se explica através dos estudos a respeito da cinemática vetorial, isto é, através das chamadas grandezas. Elas são responsáveis por facilitar a localização de certo objeto ou pessoa. Entenda melhor a partir desse acontecimento:

Você está viajando pela BR rumo o litoral carioca. Se os seus amigos perguntarem por você, dirão que você foi para a praia.

Analisando essa informação e aplicando-a na Física, podemos afirmar que está incompleta porque, na verdade, os seus amigos querem saber a sua localização exata. Por isso, a resposta mais acertada a ser dada é a de que você foi por certa direção (com o braço na horizontal, apontado o local), naquele sentido (indicando com o dedo) a tantos quilômetros (1500 km).

Ao caso citado acima, a grandeza utilizada foi a vetorial, já que envolveram, além da distância, também a direção e o sentido. A oura grandeza, a escalar é caracterizada por ser representada apenas por um número. Confira abaixo alguns exemplos específicos para cada grandeza.

Grandeza vetorial: temperatura energia, massa, tempo, etc.;

• Grandeza escalar: quantidade de movimento, aceleração, força, impulso, etc.