Eletrotécnica


Neste artigo, vamos trazer muitas informações importantes e relevantes sobre eletrotécnica ou então como é mais comumente conhecida, sobre o curso técnico em eletrotécnica. Continue lendo e descubra tudo o que há de mais interessante sobre o tema, o que os alunos aprendem no curso e quais são as oportunidades de trabalho para quem se forma nesta área no Brasil.

O que é o Curso

O curso de eletrotécnica é uma excelente forma de entrar com agilidade no mercado de trabalho e é considerado um dos cursos mais importantes da atualidade. Trata-se de um curso que possui nível técnico, ou seja, é equivalente ao nível médio, mas é totalmente voltado ao trabalho. O curso técnico em eletrotécnica tem como principal objetivo formar profissionais que tenham conhecimento nas mais diversas áreas da eletroeletrônica. Entre estas áreas podemos citar a eletrônica analógica e também a digital, automação, eletrônica de potência, sistema de potência, entre muitas outras relacionadas ao campo da eletroeletrônica.

Eletrotécnica

O profissional que se forma como técnico em eletrotécnica é o responsável por projetar, operar e também por instalar elementos que geram, distribuem e transmitem energia elétrica. Ele também poderá ainda até chegar a projetar infraestruturas para sistemas usados em telecomunicações em edificações.

No Brasil, a profissão de técnico em eletrotécnica já é reconhecida há bastante tempo e é regulamentada pela Lei de Número 5.524/68 e pelo Decreto de Número 90.922/85, com alterações feitas pelo Decreto de número 4.560/02.

Por este motivo, para poder trabalhar, os eletrotécnicos precisam obrigatoriamente se registrar no CONFEA/CREA de seus estados para poderem atuar na profissão. A atuação na área de eletrotécnica também é fiscalizada pelo CONFEA/CREA em todo o território nacional.

Para poder fazer o curso de eletrotécnica, o aluno precisa ter um perfil bastante diferenciado. Ele precisa ser um verdadeiro curioso, ser uma pessoa que está sempre muito atenta a todos os detalhes, ser crítico com seu próprio trabalho, buscando sempre a perfeição ser extremamente cuidadoso com tudo e totalmente responsável, pois ele será responsável por importantes instalações.

Além disso, o aluno que deseja estudar eletrotécnica também precisa ter o ensino fundamental completo. No Brasil, os cursos técnicos de eletrotécnica precisam obrigatoriamente ter uma carga horária mínima de 800 horas. O aluno também necessita prestar estágio obrigatório de no mínimo 1 ano e do máximo 3 anos na mesma empresa.
Algumas das matérias estudadas durante os anos do curso são:

* Matemática;
* Administração;
* Economia;
* Desenho Técnico;
* Informática;
* Segurança do Trabalho;
* Fundamentos da Eletricidade;
* Geradores Elétricos;
* Correntes Elétricas;
* Instrumentos de Medidas;
* Técnicas de Conexões;
* Utilidades Industriais;
* Entre outras matérias de acordo com a escola escolhida.

Para quem deseja se formar neste curso e se tornar um profissional disputado pelas empresas e indústrias, o melhor é procurar pelas instituições públicas de ensino, que são referência em todo país. Principalmente naquelas instituições que são vinculadas com as universidades federais, como os CEFETs. Outra instituição de ensino com excelentes referências é o próprio SENAI, que busca preparar jovens da melhor forma possível para o mercado de trabalho nas indústrias, sempre carente de mão de obra especializada, mas no SENAI a mensalidade é paga.

Mercado de Trabalho em Eletrotécnica

A indústria e as empresas estão sempre buscando por profissionais qualificados e bem preparados, que já saiam das escolas prontos para o mercado de trabalho. O curso técnico de eletrotécnica é um destes cursos, que prepara os alunos para conseguirem boas colocações nas empresas assim que se formam, pois eles já saem prontos para a prática.
O mercado de trabalho para os técnicos em eletrotécnica é bastante promissor e já foi considerado como sendo uma das profissões do futuro no Brasil, por ser muito importante. O profissional formado pode atuar em diversas áreas como, por exemplo, indústrias metalúrgicas e telecomunicações. As áreas que mais demandam profissionais para esta área no Brasil atualmente são:

* Empresas de telecomunicações;
* Indústrias metalúrgicas;
* Empresas e indústrias de geração de energia;
* Empresas de transmissão de energia;
* Empresas de água;
* Empresas de saneamento;
* Escritórios especializados em projetos técnicos;
* Empresas especializadas em manutenção de equipamentos elétricos;
* Empresas que consertam aparelhos elétricos;
* Como profissional liberal.

A remuneração inicial média de um profissional técnico em eletrotécnica é bastante interessante e pode variar de R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00. Para profissionais que esperam ainda mais da profissão, também é possível partir para uma formação de nível superior em engenharia elétrica, mas aí levará ainda mais tempo para que o profissional conquiste uma posição no mercado de trabalho.

O trabalho de um técnico de eletrotécnica pode não ser de conhecimento de todos, mas sem dúvidas é muito importante para toda a sociedade. Mesmo sem que a gente perceba, o trabalho deles é o responsável pela energia que chega às nossas casas, escritórios e hospitais, sistemas de comunicação em geral e transporte assim como em importantes equipamentos industriais e até hospitalares.