Peso aparente de um corpo


O peso aparente de um corpo é um conceito desenvolvido pela física através do princípio de Arquimedes, um físico grego que afirma a veracidade de que todo corpo imerso há algum fluído pode sofrer com a ação de um força que passa a ser direcionada verticalmente para cima. Esse fluido pode ser representado tanto pelo ar, como pela água e outros fatores que permite uma espécie de “atração gravitacional”.

Para entender melhor o conceito explicado pelo físico, basta se imaginar dentro de uma piscina. Por exemplo, ao mergulhar ou deixar o corpo imerso na água notará que seu corpo encontra-se bem mais leve que o normal. Isso ocorre devido a uma força que o líquido exerce sobre o corpo de forma vertical e para cima aliviando de forma considerável o peso de todo o corpo. Com isso, pode-se denominar esse fato com empuxo (representado pelo símbolo E).

Para que o empuxo possa ser entendido de forma precisa é necessário voltar ao físico Arquimedes. O princípio desenvolvido pelo físico afirma que todo corpo que passa a ser mergulhado em determinado fluído sofre com a ação de um empuxo vertical e o impulso para cima, basicamente o que acontece com uma pessoa quando está em uma piscina. Esse conceito faz parte da física chamada de hidrostática que considera o empuxo uma força física.

Peso de um corpo

No caso, o empuxo irá realizar uma espécie de impulso de força sobre o corpo como resultado de determinado fluído que encontra-se em ação. Em um corpo que se encontra em uma piscina, imerso na água, será possível constatar a ação de duas forças. A primeira é a P, caracterizada pelo peso que interage com o local onde o corpo se encontra, e a segunda é a força E, que caracteriza-se como empuxo.

Vale destacar que o empuxo irá atuar no sentido contrário ao da força caracterizada pelo peso que o corpo possui. Isso acontece devido à atração gravitacional que ocorre na Terra. Neste processo, o peso passa a ser vertical e direcionado para baixo, enquanto o empuxo também é vertical – porém, a sua força passa a ser direcionad para cima. A partir disso, é possível entender com maior precisão o porquê do corpo flutua dentro da água, dando a sensação de leveza.

Intensidade da ação

Para entender a intensidade de ação, é possível realizar um cálculo através de fórmulas que são facilmente compreendidas. No entanto, nem sempre é necessário a realização de cálculos para determinar a intensidade de ação do empuxo, pois quase sempre é possível utilizar o raciocínio lógico. A fórmula que determina a intensidade de ação pode ser encontrado a partir encontrado a partir do teorema de Arquimedes.

– A intensidade do empuxo pode ser identificada a partir da fórmula “E = P = m.g”;

– A intensidade do empuxo também pode ser identificada a partir da fórmula “E = d.V.g”;

É interessante analisar que, dependendo da diferença que há entre a força do peso e a força do empuxo, o corpo pode ficar imerso em um líquido. Com isso, o corpo pode ir para cima, para baixo ou, até mesmo, permanecer onde está, o que irá determinar isso é a densidade do corpo e do líquido. Para ter um resultado preciso sobre como o corpo ficará após fica submerso, é preciso analisar a densidade que cada um possui. Veja os exemplos abaixo:

– Se a densidade do corpo for maior que a do líquido, ele desce, ficando para baixo da água.

– Se a densidade do corpo for menor que a do líquido, ele sobe, ficando para cima da água.

– Se a densidade do corpo e do líquido forem iguais, o corpo fica em equilíbrio, permanecendo aonde está.

Curiosidades sobre Empuxo

Existem diversas curiosidades sobre empuxo que podem ser vistas até mesmo no dia a dia. O empuxo pode ser visto no funcionamento dos aviões que se mantém em estabilidade no ar devido a força e intensidade que ambos possuem. Além disso, o empuxo também pode ser visto no funcionamento dos submarinos, que permite a flutuação do equipamento na água, sendo que alguns submarinos permitem que os tanques encham e esvaziam com água, podendo aumentar e reduzir o peso do equipamento. Por exemplo, veja um navio com peso de toneladas que só se mantém sobre a água graças ao empuxo. Neste caso, o empuxo irá agir de baixo para cima, fazendo com que o peso aja de cima para baixo – com isso, a densidade permite que o navio flutue sobre a água.

Outro fato interessante sobre o empuxo é que ele também permite que os balões de aniversário flutuem pelo ar, graças à densidade presente no ar e também nos balões. Os balões que são cheios com gás hélio ficam no alto devido a densidade do ar, que ocorre em uma quantidade maior que a do gás hélio. O mesmo acontece com os balões que são cheios com ar quente.