Unidades de Medida ao Longo da História


As unidades de medida são utilizadas para auxiliar qualquer tipo de processo de medição, em que é determinado um valor numérico para um objeto, quantidade ou evento. As unidades de medida são números comparativos que podem ser avaliadas por critérios como as dimensões, o tamanho, o volume, a escala e até mesmo a sua magnitude.

Cada uma dessas unidades de medida passou por alterações ao longo da história, com a criação de novos sistemas e formas de medição. Nos dias atuais, todas as medidas são padronizadas pelo Sistema Internacional de Unidades (SI), criado como forma de uniformizar e facilitar as medições em todo o mundo.

O SI possui sete unidades básicas dimensionalmente independentes entre si, mas que possuem variações. Dentre elas estão o comprimento (metro), a massa (quilograma), o tempo (segundo), a corrente elétrica (ampere), a temperatura termodinâmica (kelvin), a quantidade de matéria (mol) e a intensidade luminosa (candela).

Medida ao Longo da História

Tomando como exemplo, o sistema métrico, que utiliza o metro como padrão, é possível observar que cada unidade básica pode ter diversas derivadas, como o quilômetro (km), o hectômetro (hm), o decâmetro (dam), o decímetro (dm), o centímetro (cm) e o milímetro (mm).

As unidades de medida ao longo da história

As unidades de medida ao longo da história se desenvolveram de acordo com as necessidades do homem, que precisava realizar medições rudimentares para as principais tarefas do dia a dia, como trocar e receber quantias de alimentos, construir ferramentas para a caça e pesca no tamanho adequado, calcular o tempo de viagem entre lugares, erguer habitações, modelar roupas, dentre outras atividades.

Os primeiros sistemas de medição conhecidos historicamente foram criados pelos habitantes do subcontinente indiano chamado de Vale do Indo, durante o período de 3000 a.C. até 1500 a.C. Esses sistemas foram padronizados em unidades de pesos e medidas, que eram avaliadas através de aparelhos, como a calibração, encontrados por arqueólogos durantes escavações.

Os pesquisadores acreditam que esse sistema de medição foi criado e impulsionado graças a cultura urbana e mercantilista da civilização do Vale do Indo, que era sustentada pelo comércio e pela agricultura.

Outras culturas utilizavam partes do corpo como forma de realizar medições. Os egípcios foram um desses povos, que há 4 mil anos usavam a distância entre o cotovelo e a ponta do dedo médio dos seus faraós como uma unidade de medida chamada de cúbito. Os habitantes do Egito também criaram o palmo, que consistia na medida de quatro dedos juntos, que ainda é utilizado atualmente, em medições não oficiais, pela distância entre o dedo mindinho e o polegar com a palma da mão aberta.

Unidades de medidas diferentes entre países

Algumas medidas como o metro (definido em 1983 como a distância percorrida pela luz no vácuo pela fração 1/299.792.458 de um segundo) unidade básica do SI, foram definidas por bases científicas e são supervisionadas por agências ligadas aos governos, além de integrarem documentos oficiais e fazerem parte de tratados internacionais.

No entanto, não há uma comprovação natural de cada medida equivale aquilo que diz, apenas a conveniência faz com que essas unidades de medida sejam consideradas comuns entre os povos e civilizações. Mesmo com a criação e utilização de um Sistema Internacional de Medidas (SI) pela maioria dos países no mundo, as unidades de medidas padronizadas não são uma unanimidade entre boa parte deles.

– Metro X Milha

Por exemplo, enquanto o Brasil utiliza o metro como unidade medida padrão para a medição de comprimento, os Estados Unidos utilizam as milhas, que correspondem a 1609 metros. O mesmo vale para a Inglaterra, que ao invés dos centímetros ainda utilizam as polegadas (equivalente a 2,54 cm) como forma de medição.

Esses países também utilizam a jarda – distância entre o nariz e a ponta do polegar de um braço esticado – para medir comprimentos, principalmente em jogos de futebol americano.

– Celsius X Fahrenheit

Outra diferença básica nas unidades de medidas entre alguns países está na medição das temperaturas em escalas termométricas. No Brasil, a unidade básica usada pela Meteorologia é o Celsius (Cº), criado em 1742, pelo físico sueco Anders Celsius. Já países como os Estados Unidos, Bahamas, Belize, Ilhas Caimão e Palau utilizam o grau Fahrenheit (°F), criado por Daniel Gabriel Fahrenheit, em 1724. Vale ressaltar que a escala Fahrenheit foi substituída oficialmente pela Celsius, em praticamente todo o mundo, há mais de 40 anos.

– Sistema Inglês

A padronização das unidades de medida ao longo da história, entre EUA e Inglaterra, se deu pela utilização do sistema de medidas chamado unidade imperial, ou sistema inglês, criado antes do SI. Essa forma de medição também é chamada de “pé-libra-segundo”.

Ambos os países o utilizavam para estabelecer medidas, geralmente criadas pelos próprios reis ingleses, para realizar suas atividades. O sistema imperial ainda é amplamente utilizado nos Estados Unidos, em alguns países que integram o Caribe, e também na Grã-Bretanha, em sinais de trânsito (medidos em milhas ou milhas por hora); na medição de alturas, feitas em pés e polegadas; e até na venda de produtos comerciais, como a gasolina, alimentos e líquidos, como o leite, vendido em pints.