Ilha de Santa Catarina


A ilha de Santa Catarina é uma ilha localizada bem ao centro do litoral do estado de mesmo nome. Ela é a maior ilha da região e abriga quase 97% da capital do estado, Florianópolis. A localização geográfica está entre 27°22 e 27°50 com base na latitude sul e entre 48°25’ e 48°35 no que se refere à longitude oeste.

A ilha de Santa Catarina conta com uma área total de mais de 425 quilômetros quadrados, que é comparável com outras ilhas de países independentes, como é o caso do Caribe, por exemplo.

Santa Catarina

A Ilha de Santa Catarina é uma das três entre as ilhas de capitais de estado presentes ao longo de todo o litoral brasileiro. Cerca de 300 mil indivíduos moram nesta ilha e em demais bairros próximos ao continente.

Com base no arquipélago que ganha o mesmo nome, a Ilha de Santa Catarina é a maior da região, que ainda é composta por um total de 47 ilhas vizinhas e menores. Esse tipo de formação é extremamente comum em toda a costa do estado, e a Ilha de Santa Catarina é uma das mais importantes em toda a América do Sul.

Mais características da Ilha de Santa Catarina

A ilha de Santa Catarina tem um recorte bem específico e, dessa forma, deu origem a uma série de espaços como pontas, enseadas, praias e baías, sendo cada uma delas bem característica da região.

Algumas das mais famosas praias do estado de Santa Catarina também estão localizadas na ilha, como é o caso da Praia Mole, Praia de Joaquina, Lagoa da Conceição, Canasvieiras, Jurerê Internacional e muitas outras. Nesse sentido, vale destacar uma curiosidade interessante: por mais que a ilha seja homogênea, ela é formada por características bem diferenciadas no que se refere ao terreno, temperatura da água, clima e outros aspectos da vegetação dessas praias, por exemplo.

Algumas das praias estão em balneários bem calmos, ideais principalmente para os passeios em família. Elas são habitadas especialmente por pescadores, como é o caso da famosa Lagoa da Conceição, por exemplo. Mas, por outro lado, existem também os balneários mais agitados, com muitos restaurantes, bares e outros complexos nos seus arredores. Um exemplo nesse sentido é a praia da Joaquina.

E é essa diversidade presente na ilha de Santa Catarina, assim como o desenvolvimento de diferentes tipos de ecossistemas, que faz com que o turismo seja extremamente estimulado nesta região.

Composição da ilha de Santa Catarina

No que se refere à composição da ilha, você já sabe que parte do seu território é ocupada pela capital do estado, ou melhor, a cidade de Florianópolis. Mas a verdade é que a ilha é também formada por vários outros distritos e bairros que estão distribuídos em seus arredores. Vamos conhecer então quais são as áreas específicas da ilha?

• Na região central da ilha estão os bairros de Córrego Grande, Carvoeira, Itacorubi, Santa Mônica, Pantanal e Trindade;

• Já na região Noroeste estão a Barra do Sambaqui, Santo Antônio de Lisboa, Cacupé e a Praia da Daniela;

• Ao Norte estão as praias de Canasvieiras, Jurerê Internacional e Ingleses, que por sua vez são as mais disputadas da capital Florianópolis;

• No Centro-Norte, a ilha é composta pelas regiões de Ratones, Vargem Pequena e Vargem Grande;

• No Nordeste, predomina o Rio Vermelho;

• A Leste, estão as regiões mais tranquilas: Barra da Lagoa, Rio Tavares, Lagoa da Conceição e praia do Campeche;

• A Sudeste, os turistas que visitam a ilha irão encontrar a Armação do Pântano do Sul e o próprio Morro das Pedras;

• Ao Sul, estão a Costa de Dentro e o próprio Pântano do Sul;

• No Sudoeste, a região é composta pelo Ribeirão da Ilha e pela Caieira da Barra do Sul;

• Por fim, a região centro-sul é dominada pela Costa de Cima.

Para ligação com o continente, a ilha de Santa Catarina é dotada de três diferentes pontes, sendo elas:

1. Ponte Pedro Ivo Campos;

2. Ponte Hercílio Luz;

3. Ponte Colombo Salles.

As pontes passam por um canal com cerca de 500m de largura e 28m de profundidade para chegar ao continente.

Algumas curiosidades da Ilha de Santa Catarina

• Por mais que o relevo seja diferente em cada região, certamente o predominante é em relação à área do Morro do Ribeirão da Ilha, que tem pouco mais de 530m de altitude. Além disso, muitos são também os complexos montanhosos que se estendem por essa região.

• Existem duas lagoas na região: a Lagoa da Conceição, composta por água salobra, e a Lagoa do Peri, que está ao sudoeste e tem água doce. Algumas pequenas lagoas também estão dispostas no território.

• Por fim, a região também está cheia de cavernas espalhadas principalmente em meio as suas costas e seus morros. Vale a pena visitar a região!