América Latina


Definir aspectos que caracterizem a América Latina pode ser difícil para muitos após descobrirem que ela, na verdade, não tem nenhuma delimitação geográfica. Isso mesmo: a América Latina está longe de ser definida como um continente, ela é, na realidade, uma expressão utilizada para referenciar os países que, dentro das dependências da América, foram colonizados pelos países europeus latinos, assim como é o caso da Espanha, Portugal e França.

Dessa forma, os países que compõem a América Latina são aqueles de língua oficial portuguesa, francesa ou espanhola.

Países que formam a América Latina e suas principais características

Em sua totalidade, a região da América Latina é formada por 20 diferentes países e duas ‘dependências’ que, por sua vez, são representadas por Porto Rico e Guiana Francesa.

América Latina

E os países que a integra são: Argentina, Chile, México, Bolívia, Costa Rica, República Dominicana, Venezuela, Brasil, El Salvador, Uruguai, Cuba, Guatemala, Colômbia, Honduras, Haiti, Equador, Peru, Panamá, Nicarágua e Paraguai.

No que se refere à lista acima, devemos destacar que todos esses países foram colonizados pelos europeus, especificadamente, pelos Portugueses, espanhóis e franceses, que exploraram principalmente as riquezas de caráter natural e mineral de tais países, levando-as para seu próprio benefício e enriquecimento na Europa.

Durante o período colonial, a base econômica de tais territórios foi a agricultura de exploração, que se caracterizou como monocultura e pela presença dos latifúndios na mão de poucas pessoas. Durante a colonização a mão de obra escrava trazida da África foi utilizada em todas as colônias.

Outras características que caracterizam o país têm a ver também com a população e religião.

A América Latina é composta, em sua grande maioria, por jovens com idade até 30 anos. Além disso, mais de 80% da população local vive em zonas urbanas, ou seja, cidades ou municípios de pequeno, médio e grande porte que sobrevive com diferentes atividades econômicas, como indústrias, empresas, serviços e profissionais liberais.

Esses países, por terem sido explorados pelos seus colonizadores, apresentam uma sociedade miscigenada, devido à imigração europeia e asiática, a escravidão dos negros e a presença natural dos índios de cada região.

Por incrível que pareça, uma vez que a América Latina não contém nenhuma delimitação geográfica, há também uma religião predominante entre estes povos. A crença seguida pela maioria dos latino-americanos é o cristianismo. A Igreja Católica é a com maior difusão em toda a América Latina, mesmo que as evangélicas cresçam de forma bem significativa nas últimas décadas.

Conheça abaixo as maiores curiosidades sobre a América Latina:

• O maior bioma da América Latina tem a sua maior parcela localizada no Brasil, a Floresta Amazônica;

• O maior rio também é nosso, o Rio Amazonas;

• A maior cadeia de montanhas é localizada na região ocidental da América do Sul, no caso, entre o Chile e a Argentina. São as Cordilheiras dos Andes, famoso ponto de encontro entre os turistas mais aventureiros de todo o mundo;

• As maiores cidades da América Latina são: São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, no Brasil, Buenos Aires, na Argentina, Quito, no Equador, Cidade do México, no México, Caracas, na Venezuela e Bogotá, na Colômbia;

• Já as principais atividades econômicas para manter a estabilidade da América Latina são: indústria, agricultura, mineração, extrativismo vegetal e turismo.

• E você sabia que a América Latina também tem um dia para ser comemorada? O “Dia da Latinidade” divide a data com o feriado de Tiradentes, em 21 de abril.

Aspectos econômicos da América Latina

A América Latina é considerada uma região economicamente subdesenvolvida. Ela é reconhecida como uma grande exportadora de minerais e produtos agrícolas (os famosos commodities), destinados aos países desenvolvidos – especialmente, para a Europa e EUA – que os transformam em produtos tecnológicos e revendem para nós com o triplo do preço.
Mesmo assim, o setor primário é de grande importância para o país, pois emprega uma boa parcela de indivíduos que ainda residem na área rural desses países.

As principais atividades econômicas dos latino-americanos são:

• Indústria: os países que mantém os maiores parques industriais da América Latina são o Brasil, o México e a Argentina. Todos eles possuem indústria de base com tecnologia de ponta. Infelizmente, tais indústrias ainda são exceções em outras regiões da América Latina, uma vez que grande parte dos países conta com pequenas – e não tão expressivas – indústrias tradicionais nos setores alimentícios, têxteis e de matéria prima para exportação.

Agropecuária: a concentração de terras nas mãos de poucas pessoas (latifúndios) faz com que a agropecuária seja uma das atividades econômicas mais rentáveis da América Latina, principalmente no Brasil, México e Bolívia.

• Extrativismo mineral: os latino-americanos estão entre os principais extrativistas de alguns minerais, o que faz com que essa seja também uma das principais atividades econômicas de tais países. O destaque fica por conta do petróleo, produzido no México, Brasil e Venezuela. Já o ferro é produzido no Chile e Brasil, o manganês também em nosso território, a platina na Colômbia, prata no Peru e México e, por fim, o estanho, na Bolívia.