Clima Organizacional


O clima organizacional nada mais do que um conjunto de valores que, quando aplicados corretamente no âmbito de uma instituição profissional, faz com que ela represente não só a si mesma como também aos funcionários que nela atuam.

Esse clima, no caso, é um reflexo de ações que envolvem valores, padrões tanto formais quanto informais, relacionamento interno e com os clientes, tipos de comportamento e assim por diante. É essa cultura interna presente na empresa que irá representar a forma como o indivíduo que para ela trabalha, consegue assimilar os seus conceitos e ideais.

Sendo assim, um bom clima organizacional consiste na capacidade de percepção coletiva – de todos os funcionários, clientes e demais colaboradores – acerca da empresa em questão, ou seja, a que busca por esse ideal.

Organizacional

É certo definir o clima organizacional como um verdadeiro indicador que determina como está a satisfação dos membros relacionados à empresa, com base na realidade da instituição e seus aspectos culturais como é o caso de: políticas internas, técnicas de comunicação, valorização profissional, modelo de administração, identificação do funcionário com a empresa e por aí vai.

Sendo assim, a empresa em questão é quem deve se preocupar com a imagem que oferece para seus clientes e/ou funcionários, oferecendo de maneira direta ou indireta um conjunto de propriedades que influenciem tanto no comportamento como também na motivação desses indivíduos.

Por que apurar o nível de satisfação dos meus funcionários?

Tal tarefa se faz necessária principalmente por conta de três aspectos, sendo eles:

1. Mensurar o nível da qualidade de vida dos funcionários. Se ela estiver baixa, é certo de que ele estará desmotivado e insatisfeito, o que culmina em produtividade e em atração mais baixa. Por outro lado, com a qualidade de vida lá em cima o funcionário tem muito mais ânimo e foco para se dedicar na empresa, em busca de melhores resultados;

2. Estabelecer e/ou apoiar as principais decisões tomadas pelos gerentes e/ou gestores, visando funcionários mais dedicados e motivados para desempenho de suas atividades cotidianas;

3. Estabelecer referências verdadeiramente confiáveis no ambiente, por meio de palestras, eventos e demais ações estratégias que visem criar um espírito muito mais efetivo e participativo entre os funcionários, o que também leva a melhores níveis de comprimento e de produtividade.

Vale lembrar que a percepção que os funcionários têm acerca da empresa nem sempre podem ser positivas, já que tudo irá depender da interpretação e das referências pessoais de cada um. Desse modo, cabe à instituição estabelecer uma cultura baseada em normas de conduta, políticas e padrões formais e informais que satisfaçam os interesses de seus colaboradores, melhorando a produtividade tanto interna quanto externa.

E não há como negar: o clima organizacional influencia diretamente na própria motivação de uma equipe de trabalho, uma vez que lhe dispõe maior satisfação e vontade de surpreender com ótimos resultados. Por isso, as empresas – independentemente de qual seja o porte ou segmento de atuação – devem atentar para a percepção que os seus funcionários e demais colaboradores têm acerca dela, ou seja, definindo como está o próprio clima organizacional.

Como apostar em estratégias que melhorem o clima organizacional?

Por meio de pesquisas internas é que a empresa poderá obter respostas mais concretas capazes de lhe auxiliar na identificação de falhas ou ainda definir quais são as principais – e mais importantes – oportunidades para melhoria.

Esse modelo de pesquisa tem se tornado cada vez mais frequente nas organizações, uma vez que também é realizada com dada facilidade. É por meio desse indicador que a empresa poderá definir quais são as transformações que mais afetam o clima da organização como um todo.

Uma empresa que acabou de implantar um novo sistema, por exemplo, deve realizar pesquisas com uma determinada frequência para saber como foi a adequação e a própria familiaridade que os funcionários estão tendo com o sistema. Se a maioria não se adequou, é por meio da pesquisa que uma mudança pode ser realizada e, certamente, um melhor clima organizacional pode ser restabelecido.

Há também como medir o clima organizacional de uma instituição por meio de alguns ‘sintomas’.

A percepção é positiva quando:

• Os funcionários estão cheios de novas ideias, que são não só ouvidas como também desempenhadas;

• Existe conversa, felicidade e dedicação no ambiente de trabalho;

• O clima é positivo;

• As atividades predominantes dos colaboradores são positivas para a sua empresa;

• O trabalho em equipe não é uma dificuldade;

• Os funcionários se sentem engajados e confiantes.

O clima organizacional também pode ser notável por meio de alguns sintomas aparentes, sendo alguns deles:

• Alguns colaboradores começam a desobedecer às regras e normas da instituição;

• Rivalidade e tensão são comuns;

• O clima é ruim;

• Há o desinteresse e notam-se erros muito mais constantes;

• Ruídos de comunicação;

• Greves ou demais paralisações;

• Desperdício de material ou de outros equipamentos;

• Rotatividade de funcionários.