Clima Subtropical


As diferentes zonas climáticas do planeta Terra.

Para que seja possível estudar o planeta Terra, a comunidade científica dividiu o conhecimento em diferentes áreas, para que fosse possível, a partir de um determinado tema, compreender o funcionamento do planeta. Uma destas áreas de estudo é denominada como climatologia.

A climatologia é um campo de estudo da ciência que estuda o clima no planeta e suas relações com outros elementos, como a vegetação, a influência na vida animal, econômica e todos os aspectos que possam influenciar a vida no planeta Terra.

Para tanto, é preciso compreender o conceito de clima. O clima, neste campo de estudo, é entendido como o conjunto de variações ocorridas na temperatura, no índice de chuvas, nos ventos. Estas variações são analisadas e relacionadas entre si, em um determinado período de tempo, sobre uma determinada região.

Subtropical

No planeta Terra, ocorrem diferentes tipos de climas. Isto acontece porque o planeta possui uma geografia muito variada, com vegetações próximas ao mar, regiões bastante altas, como topos de montanhas, ou ainda, regiões de deserto ou regiões alagadas. O modo como os raios solares irão incidir em uma determinada região do planeta também exerce influência no clima da região.

Por este motivo, existem vários tipos de climas. Alguns dos climas que podemos citar são: clima desértico, clima equatorial, clima tropical, clima subtropical, clima temperado oceânico, clima temperado continental, clima mediterrâneo, clima semi-árido e clima subpolar, clima frio de montanha e clima polar.

Quando nos referimos a uma grande região que possui várias características climáticas em comum, nos referimos a ela como uma zona climática.

O clima subtropical: características.

O clima subtropical é uma zona climática encontrada na região abaixo do Trópico de Capricórnio. Podemos localizar estas regiões como localizadas entre as latitudes 30° e 50° ao sul da linha do Equador.

Nas regiões que estão localizadas na zona climática subtropical, as temperaturas no verão tendem a ser mais amenas, se comparadas com regiões de clima equatorial e clima tropical. O verão também tem uma duração menor do que em regiões de clima tropical e de clima equatorial. A temperatura oscila entre 21°C e 30°C.
Entretanto, o inverno nestas regiões tende a ser bem mais rigoroso. Nesta época, as temperaturas variam entre 0°C e 10°C. Nas regiões mais altas, é possível que ocorram episódios isolados de neve.

Tanto em regiões mais altas, como em regiões mais baixas, ocorre formação de nevoeiros e geadas, que podem representar prejuízos para a agricultura.

É nas regiões de clima subtropical que podemos perceber melhor as características de cada uma das estações do ano.

Neste clima, os índices pluviométricos, ou seja, o índice que indica a quantidade de chuva que ocorre na região, fica entre 500 mililitros e 1000 mililitros. Estes valores são considerados medianos para a quantidade de chuva de uma região.

No clima subtropical, as chuvas são bem distribuídas durante o ano, sem apresentar um período de concentração das chuvas.

A umidade relativa do ar apresenta-se em torno de 60% a 80% do ar.

Regiões com clima subtropical.

Podemos citar as seguintes regiões do planeta Terra que apresentam clima subtropical: sudeste do continente americano, região sul dos Estados Unidos da América, grande parte da Austrália, região central, sul e parte do norte do continente africano, Península Arábica, norte da Índia, região sudeste da China.

No Brasil, o clima subtropical se apresenta nas seguintes regiões: o Estado de São Paulo, principalmente a região sul do Estado, o extremo sul do Estado do Mato Grosso do Sul, e os Estados que formam a região Sul, com Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O clima subtropical no Brasil.

No Brasil, o clima subtropical ocorre ao sul dos Estados do sudeste e do Centro-Oeste e em todos os Estados que constituem a região sul.

As características do clima nesta região são as mesmas que aquelas encontradas em outras regiões com clima subtropical: clima ameno, grande amplitude térmica, chuvas bem distribuídas, umidade relativa do ar entre 60% e 80%.
Entretanto, nesta região, podemos encontrar algumas características classificadas segundo a classificação climática de Koppen-Geiger.

Segundo esta classificação, as regiões com verão mais quente, ou seja, acima de 22°C, são classificadas como Cfa. Já as regiões com um verão mais ameno são classificadas como Cfb. As regiões classificadas com Cfa tendem a serem regiões mais baixas, enquanto regiões classificadas como Cfb são regiões mais altas.

A vegetação também apresenta variações a partir desta classificação. As regiões mais altas (Cfb) apresentam florestas de araucárias, encontradas somente nesta região do mundo. As regiões mais baixas (Cfa), denominadas como planícies, apresentam uma vegetação de campos e gramíneas, encontradas também nos campos argentinos e uruguaios.

Esta vegetação recebe a denominação de pampa, cuja principal atividade econômica é o cultivo de pasto e a pecuária extensiva, possível devido ao clima subtropical.