Energia Solar


A energia solar é uma excelente alternativa não poluente e não agressiva ao meio ambiente, além de ser renovável e altamente sustentável. Por isso, tem sido foco de muitas pesquisas e interesse de diversas empresas pelo mundo todo, que trabalham com afinco a fim de melhor a forma de captação e de transformação da energia do sol em energia elétrica.

Energia solar é o termo que utilizamos para designar a energia gerada a partir da luz do sol. Diferentes tecnologias captam a energia solar e elas estão em constante evolução. Atualmente, podemos citar:

Energia

* Aquecimento solar;
* Energia solar fotovoltaica;
* Energia heliotérmica;
* Arquitetura solar;
* Fotossíntese artificial.

As diferentes formas de energia do sol podem ser divididas entre passivas e ativas e isso ocorre de acordo com a forma que atuam em todos os processos desde a captação, passando pela conversão até a forma como a energia é distribuída.

Como forma direta, podemos citar o uso de células fotovoltaicas, que são geralmente feitas de silício. Nestes casos, a luz do sol atinge estas células e lá são convertidas em energia elétrica. Um dos maiores obstáculos no uso desta tecnologia é que seu custo ainda é muito elevado, se comparado aos outros tipos de captação de energia.

De forma indireta, podemos citar as grandes usinas de captação de energia solar. Nelas, constroem-se um grande número de captores em áreas isoladas, a fim de diminuir o efeito de difusão do sol que é muito grande.

Energia Solar no Mundo

Como os custos deste tipo de captação de energia ainda são muito altos, a energia solar é pouco explorada em todo o mundo. Ela é muito mais forte em países mais secos e vastamente ensolarados, como nos Emirados Árabes, por exemplo. Por lá, em 2003 foi construído o maior parque de captação de energia solar utilizando painéis fotovoltaicos do mundo, com capacidade para 100 megawatts. A central permite o fornecimento de energia para até 20 mil casas e teve um custo aproximado de 600 milhões de dólares. O Japão, a Alemanha e os Estados Unidos também são grandes produtores de energia solar.

No Brasil, existem esforços sendo feitos para que se aumente a produção deste tipo de energia. Segundo pesquisas, o nordeste brasileiro é o lugar do país onde mais se incidem raios solares e por isso faz com que a região seja perfeita para este tipo de empreendimento. O Brasil é um dos países que mais pode se beneficiar com o uso de energia solar, já que sua posição geográfica garante uma das maiores incidências de raios solares do mundo.

Pesquisadores do mundo todo acreditam que a energia solar se tornará o principal e mais efetivo meio de se conseguir energia elétrica, já que o custo de implementação tende a baixar e as novas tecnologias aumentarão a forma de captação e de conversão desta energia, de forma limpa e totalmente renovável.

Principais benefícios da energia solar

Os benefícios em se utilizar fontes de energia solar em vez de outros tipos de energia são enormes. E, apesar dos altos custos, quando se compara aos valores gastos com hidrelétricas e outras formas, o resultado é muito mais positivo do que negativo.

Entre os benefícios econômicos da energia solar, podemos citar:

* Alta economia: depois dos equipamentos instalados, a energia solar é praticamente gratuita e os custos com manutenção são bastante baixos.

* Agilidade na recuperação dos investimentos: isso dependerá da quantidade de água utilizada no projeto, mas o pay back do investimento em energia solar costuma ser muito mais rápido do que outras tecnologias.

* Não gasta combustível: depois de tudo instalado, não é preciso gastar com outros combustíveis.

Entre os benefícios ambientais, podemos citar:

* A energia solar é uma energia totalmente limpa. Não gera rejeitos nem materiais tóxicos, por isso não agride o meio ambiente onde se encontra.

* O sistema aquece a água no mesmo lugar, não existe nem gasto de combustível para se levar a água até o sistema.

Apesar destas inúmeras vantagens, o uso da energia solar também apresenta algumas desvantagens, principalmente relacionadas ao altíssimo custo de implementação dos sistemas e com relação ao armazenamento desta energia, que são muito menos eficientes do que outras tecnologias como a queima de combustíveis fósseis, biomassa e hidrelétricas.

Locais onde os raios solares não são constantes podem sofrer com quedas bruscas na geração de energia e, de qualquer forma, precisam de maneiras alternativas para garantir a energia constante para as populações. Existem também grandes oscilações conforme as questões climáticas do local, como tempo muito nublado, chuvas constantes, neve e outras intempéries.

Além disso, outra razão bastante forte que faz com que a energia solar tenha uma grande desvantagem é com relação ao custo muito elevado e a quantidade de energia utilizada para a sua produção, que dependendo de onde for instalada é ainda maior do que a energia gerada.