Guatemala


A Guatemala é um país localizado na América Central. Entre as principais nações dessa região, ela apresenta vantagem em relação no que se refere aos avanços no setor industrial.

Assim, a Guatemala cruza as suas fronteiras ao leste com Honduras, ao sul com El Salvador, e ao oeste e norte com o México. No que se refere aos oceanos, o país é banhado pelo Atlântico em sua melhor parte, ou melhor, o mar do Caribe, e também pelo oceano Pacífico. Além disso, o país também é muito montanhoso.

Muitos ainda confundem a Guatemala com o seu passado, quando ela ainda era uma colônia de Portugal. Porém, a nação conquistou a sua independência antes mesmo do que o Brasil, no ano de 1821, quando se incorporou ao México. Em 1823, ela começou a ser parte da Federação Centro Africana e 15 anos mais tarde, em 1838, se tornou uma nação politicamente independente.

Guatemala

O país certamente reúne uma série de surpresas – principalmente para os seus moradores. Ele está sempre sujeito à ação dos terremotos, conta com vulcões em atividade, picos e, ainda, está dividido no meio por duas cordilheiras – a Serra Madre e a Serra dos Cuchumatanes.

Outra curiosidade interessante acerca da história da Guatemala é o fato de que o país foi o centro para a formação e desenvolvimento da civilização Maia, principalmente entre os séculos IV e IX. A nação ficou profundamente marcada pela oposição que se instaurou entre os indígenas Maias (que compunham quase metade da população) e a elite que marcou suas origens em meio à colonização espanhola.

O primeiro grupo concentrou muitos adeptos a medida de que eles mantinham forte influência na desenvoltura de uma cultura nacional. Por outro lado, a elite espanhola era quem tinha o poder econômico e político de toda a nação.

Informações gerais acerca da Guatemala

A Guatemala é habitada por cerca de 14 milhões de habitantes. Sua densidade demográfica é de 128,8 indivíduos por quilômetro quadrado. A média de crescimento da população é de 2,5% ao ano. A grande maioria dos guatemaltecos mora em áreas rurais da cidade, predominando em 51%.

No que se refere à economia, a principal fonte de renda da nação é a atividade agrícola. Com base em culturas tropicais para a exportação, a produção é voltada para o café, banana e açúcar. Nesse sentido, uma curiosidade interessante é que a agricultura é responsável por empregar mais da metade da população economicamente ativa.

Como já dito anteriormente, outro destaque da civilização guatemalteca é em relação à indústria, em desenvolvimento constante e gradativo. Ela fica à frente de todos os outros países centro-americanos, motivo pelo qual serve de exemplo para toda a América Central.

O PIB – Produto Interno Bruto foi, conforme a última avaliação, estimado em pouco mais de 75 bilhões de dólares norte-americanos. O PIB per capita, por sua vez, é de US$5.000. A moeda do país é o quetzal.

Mais informações sobre a Guatemala

A extensão de território da Guatemala é de quase 110 mil quilômetros quadrados. A capital, por sua vez, também ganha o nome do país: Cidade de Guatemala.

Com clima tropical, o país está sempre de portas abertas para receber turistas de todos os lados do mundo, estando ele entre os principais destinos da América Central durante todas as estações e períodos do ano.

O modelo governamental da Guatemala é baseado em uma república presidencialista, com 22 departamentos na divisão administrativa, que no caso, funcionam como estados. O presidente atual do país é Álvaro Colom Caballeros.

Vamos conhecer também algumas curiosidades acerca do país?

• Para começar, a Guatemala é um país de idioma nativo espanhol, uma vez que foi colonizada por esse povo. Além disso, também desenvolveu várias outras linguagens regionais, ou melhor, dialetos nativos – lembrando que a grande maioria deles são bem similares com o idioma nativo.

• Mesmo com resultado positivo na produção agrícola, no desenvolvimento das indústrias e, até mesmo, na taxa de crescimento populacional, O IDH – Índice de Desenvolvimento Humano da Guatemala é considerado médio, sendo ele estável desde 2010, ficando entre 0,5 e 0,6.

• O país é predominantemente católico, ou melhor, essencialmente. Isso porque 97% dos indivíduos são adeptos a essa crença religiosa. Dos outros 3%, metade deles são indivíduos ateus e/ou sem religião, e os outros 1,5% são compostos por pessoas com outras crenças.

• A composição étnica da Guatemala também é algo que chama a atenção: são 56% euramerindios, além de 41% ameríndios e, para finalizar, 3% de chineses, que imigraram para a nação.

• A expectativa de vida ao nascer é de 70 anos, e um dos principais problemas sociais da Guatemala é em relação à miséria, uma vez que 16% de toda a população é desnutrida.

• Mas, por outro lado, a água potável não é um problema, uma vez que 96% das casas são abastecidas com água potável, e 84% também são privilegiadas com o acesso às redes de saneamento básico.