Resumo da Energia Geotérmica


A energia geotérmica pode ser definida como a energia obtida por meio do calor gerado no interior da Terra. A palavra geo significa Terra e therme denota calor, ambas são oriundas do grego. O calor passa por um processo de transformação e o resultado é a produção de eletricidade. Também chamada de geotermal, este tipo de energia é considerada limpa, pois a poluição gerada para o meio ambiente é mínima comparada com outros métodos. Além disso, também é uma fonte renovável e sustentável, já que as chuvas abastecem o volume de água dentro da Terra e o calor é gerado constantemente em seu núcleo.

O calor necessário para a produção de energia geotérmica pode ser obtido a partir de vapor quente, áreas rochosas quentes e úmidas ou áreas rochosas quentes e secas. Este calor é proveniente do núcleo terrestre, situado a mais de seis mil quilômetros de profundidade. A temperatura nesta região chega a superar cinco mil graus Celsius e o calor é conduzido para o exterior, fazendo com que o manto fique na camada rochosa. O aumento da temperatura produzido pela degeneração de elementos radioativos, como tório e urânio, e a pressão faz com que o manto se funda e forma-se o magma.

Energia Geotérmica

Com menor peso e densidade do que a rocha, o magma consegue se mover em direção à crosta terrestre e o calor é transportado para cima. Quando o magma atinge a superfície da Terra, forma-se a lava dos vulcões. Nos casos em que o magma fica abaixo da superfície, os gases produzidos pelo seu resfriamento aquecem as rochas e a água da chuva que penetrou no interior da Terra. As fendas e rachaduras permitem que uma parte desta água volte à superfície em forma de gêiseres ou termas. A água aquecida pelo magma é denominada reservatório geotérmico.

Resumo da Energia Geotérmica – Produção

A produção de energia geotérmica é feita através do transporte de água e vapor até a superfície terrestre por meio da perfuração de poços. A perfuração acontece após estudos e planejamentos que ajudam a escolher as áreas subterrâneas mais adequadas para exploração. A água quente, o calor e o vapor podem ser utilizados para gerar a eletricidade propriamente dita, em usinas e centrais geotérmicas, ou servem para usos que não estão ligados à eletricidade.

Nas usinas geotérmicas, a matéria-prima (calor, água quente ou vapor) é usada para mover as turbinas dos geradores e produzir eletricidade. Para sustentar o reservatório geotérmico, a água usada passa por um poço de injeção e é devolvida ao interior da Terra. Desta forma, a água é aquecida novamente e sua pressão é mantida. O tipo de exploração geotérmica depende das características do reservatório disponível em determinada região.

Resumo da Energia Geotérmica – Exploração é feita de acordo com o reservatório geotérmico

No caso de áreas de vapor seco, a temperatura é extremamente elevada, por isso há pouca água e muito vapor. A usina aproveita este vapor para gerar energia por meio da utilização de canos que transportam o vapor em alta pressão até as turbinas. A energia gerada move as turbinas e gera eletricidade.

Quando a área possui rochas úmidas e quentes, a água é quente, mas a temperatura não é capaz de produzir vapor suficiente para mover as turbinas. Por isso, a usina necessita de um sistema que capta água do interior da terra por meio de um poço, faz o transporte para um dispositivo que transforma o liquido em vapor para ativar as turbinas e produzir eletricidade.

Os reservatórios geotérmicos de rochas secas e quentes também não são capazes de produzir vapor, já que as temperaturas variam entre 120 e 180 graus Celsius. Neste caso, a água quente troca calor com isopentane, um líquido que ferve com uma temperatura menor do que a da água. Com este processo, o isopentane se transforma em vapor e aciona as turbinas. Depois de usado, o vapor se transforma em líquido novamente e é reutilizado.

A energia geotérmica também pode ser usada diretamente, através das minas de águas quentes ou de bombas de calor, que podem aquecer a água ou serem utilizadas em sistemas de aquecimento de edificações.

Resumo da Energia Geotérmica – Vantagens

Entre as vantagens da produção de energia geotérmica está a menor emissão de poluentes, como CO2 e SO2, comparado aos combustíveis fósseis. Outros aspectos positivos são que a instalação de uma central ou usina necessita de uma área pequena, a energia pode atender comunidades isoladas, não prejudica rios e florestas e a produção contínua de energia é garantida.

Resumo da Energia Geotérmica – Desvantagens

Como qualquer outra técnica de produção de energia, a geotérmica possui algumas desvantagens. A primeira está relacionada com a exploração do calor. A geração de energia deve ser feita de forma planejada e cuidadosa, pois há o risco de causar instabilidade geológica na região. Outro cuidado fundamental é o tratamento da água usada, pois o líquido proveniente do interior terrestre possui uma grande quantidade de substâncias que fazem mal a saúde.

Outros aspectos negativos são a necessidade de altos investimentos, baixa eficiência, aumento da temperatura ambiente causado pela perda de calor durante o processo de produção, a liberação de ácido sulfídrico, substância corrosiva e prejudicial à saúde, e a necessidade de tratar a água oriunda do interior da Terra.