Resumo da Poluição Ambiental


Nos dias de hoje, se ouve muito falar em poluição. Essa palavra é usada para designar, essencialmente, qualquer tipo de alteração provocada ao ambiente (seja ele urbano ou não) por meio de intervenção humana. A poluição do meio ambiente especificamente refere-se ao ato de contaminar a água, o solo e o ar.

Trata-se de um problema que vem se agravando no decorrer dos anos e provocando consequências desastrosas, não só para a natureza em si, como também para a própria humanidade. Leia abaixo um resumo da poluição ambiental, para saber como acontece, quais são os seus efeitos e como você pode fazer a sua parte.

Poluição Ambiental

Resumo da poluição ambiental – contexto geral e como acontece

Como dissemos, a poluição do meio ambiente envolve a contaminação da água, do solo e do ar, pelas atividades humanas. Os principais poluentes que são lançados nesses locais são o gás carbônico, clorofluorcarbonetos (CFC), enxofre, benzeno, mercúrio, monóxido de carbono, pesticidas e vários outros.

A poluição ambiental é uma das consequências do desenvolvimento das cidades, que se tornou ainda mais intenso após a Revolução Industrial, no século XVIII. Hoje em dia, faz parte do cotidiano ver muitas indústrias e automóveis, mas ambos emitem poluentes que contaminam o ar.

E na agricultura, não é muito diferente: hoje em dia, com o agronegócio, a ideia é produzir muito e para não perder as safras para as pestes que costumam atacar, os agrotóxicos são intensamente utilizados. Eles poluem os solos e, quando levados para os rios (pela chuva, por exemplo), também acabam contaminando a água.

A produção do lixo também está aumentando e quando não se dá o destino correto a ele, também acaba contaminando os solos e a água.

A própria produção de energia, dependendo das fontes utilizadas, acaba sendo extremamente prejudicial para o meio ambiente.

Diante de todas essas informações, é possível perceber que a poluição do meio ambiente está intrinsecamente relacionada com a nossa vida cotidiana. Muitas coisas que podemos considerar habituais, como por exemplo, pegar o carro e ir para o trabalho que fica a duas quadras de distância, apenas pelo conforto, é uma ameaça à natureza.

A consolidação do próprio sistema capitalista, sob o qual vivemos hoje, é um dos fatores que pioram a situação da poluição ambiental. A necessidade de lucrar estimula as pessoas a comprarem cada vez mais. E para que alguém compre, é necessário que alguém produza e nisso acabam surgindo novas indústrias.

Resumo da poluição ambiental – principais consequências

Os efeitos da poluição ambiental são tão intensos e devastadores, que muitas vezes nem nos damos conta de que com ações cotidianas estamos contribuindo para algo tão destrutivo. Vamos ver algumas das maiores consequências desse tipo de poluição.

Chuva ácida: é a chuva composta por substâncias como o dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio, de caráter ácido. Acontece que os gases poluentes que são emitidos pela queima de combustíveis fósseis, em automóveis e indústrias, acumulam-se na atmosfera e formam nuvens. Quando chove, a água reage com essas substâncias formando a chuva ácida, que é prejudicial para plantações, para o solo, danifica monumentos históricos, agride os animais, entre uma série de outros problemas.

Efeito estufa: esse efeito é natural e necessário para manter a vida no planeta. Por meio dele, uma parte da radiação emitida pelo sol é absorvida e fica retida na Terra, fornecendo-nos luz e calor. O restante, é enviado de volta para o espaço. No entanto, com a liberação de gases poluentes, fica mais difícil refletir os raios solares e uma parte cada vez maior deles fica no planeta. Uma das consequências desse fenômeno é o aquecimento global.

• Inversão térmica: é outro caso de um processo natural agravado pela poluição. A inversão térmica ocorre quando o ar frio, que é mais denso, não consegue circular porque é bloqueado por uma camada de ar quente, menos denso. Isso altera a temperatura. O ar frio, por ficar muito próximo da superfície, acaba sendo contaminado por uma grande quantidade de poluentes, que ficam retidos e podem provocar problemas respiratórios nas pessoas.

Além desses três problemas mais notáveis ocasionados pela emissão de gases poluentes, nesse resumo da poluição ambiental podemos mencionar outras consequências, como a morte de rios e lagos, destruição da camada de ozônio, mutações genéticas, morte por asfixia e outras.

O Protocolo de Kyoto, firmado no final da década de 90, foi uma tentativa de fazer com que os países se comprometessem a reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa nos anos seguintes.

Hoje em dia, há serviços de fiscalização e multas voltados para empresas que descumprem a legislação ambiental, além de incentivos para que se invista em formas de energia limpas.

Reuniões entre chefes de estado para discutir medidas de combate à poluição ambiental têm sido cada vez mais comuns. No entanto, esse é um problema de responsabilidade de todos.