Resumo da Cultura do Brasil


O processo de globalização teve como principal intuito o desenvolvimento de uma sociedade homogênea, ou seja, fazer com que esse espaço tenha aspectos mundiais similares em sua cultura e costumes. Porém, é certo de que os aspectos locais de cada cultura ainda estão presentes com grande força em cada espaço do nosso globo.

E um desses aspectos certamente é a cultura, muito diferenciada em cada espaço, já que cada país, região, estado ou cidade mantém os seus próprios rituais e tradição.

A pluralidade cultural brasileira

Dessa forma, devemos dizer que a diversidade cultural é grandíssima, principalmente em território brasileiro. Ela pode se referir às vestimentas, tradições religiosas, manifestações culturais, tradições, culinária e muitos outros.

Cultura do Brasil

No Brasil, essa diversidade é grande, principalmente por conta de sua grande extensão territorial. Os grandes – e primeiros – responsáveis por disseminar parte de suas culturas em território brasileiro foram os indígenas, além de colonizadores europeus – com destaque para os portugueses – e os escravos africanos. Depois, a cultura continuou se disseminando por conta dos imigrantes, como os alemães, italianos, árabes, japoneses, poloneses e outros, que tornaram o Brasil um país muito mais plural.

Os elementos que foram a cultura de um povo

Entre os elementos responsáveis pela criação de uma determinada cultura podemos destacar a religião e seus ritos, a culinária e os principais pratos de cada região, as danças típicas, os costumes e tradições de uma determinada comunidade e assim por diante, sendo todos esses aspectos determinantes na integração da cultura de um povo.

Sendo assim, devido aos colonizados, escravos africanos, povos indígenas e imigrantes de todos os lados do mundo, a cultura brasileira ficou extremamente rica. Em algumas partes do território, certas tradições se destacam, enquanto em outra região, outras completamente diferenciadas são as que predominam no ambiente.

Por conta disso, confira neste artigo as peculiaridades culturais de cada uma das regiões do território brasileiro.

Região Nordeste

No Nordeste, a cultura brasileira se manifesta principalmente por conta de festas e danças típicas como é o caso do maracatu, bumba meu boi, ciranda cirandinha, frevo, capoeira (de origem afro-brasileira), caboclinhos, reisado, cavalhada e outros. Se você não mora nessa região, é possível que nem se quer tenha ouvido falar sobre alguma(s) dessas expressões culturais.

Além disso, a culinária também é bem diferenciada nessa região, que tem como pratos típicos o sarapatel, o arroz doce, a abundância de frutos do mar e diversos peixes, a buchada de bode, o famoso bolo de mandioca ou de fubá cozido, a pamonha, cocada, pé de moleque e muitos outros.

• Região Norte

A região Norte, por sua vez, também está repleta de manifestações culturais. Suas grandes duas festas populares são o Festival de Parintins, no Amazonas, e a festa do Círio de Nazaré, em Belém. Além disso, se você é da região Norte do mapa, certamente não pode elementos culturais como é o caso do congo, carimbo, festa do divino e folia de reis.

Na culinária, quem predomina são as influências da população indígena. Dessa forma, grande parte dos pratos típicos tem como base os peixes e a mandioca.

Em visita à essa região você não pode deixar de experimentar o tucupi, carne de sol, tacacá, jambu, a pimenta-de-cheiro e o delicioso camarão seco.

Região Centro-Oeste

O Centro-Oeste brasileiro, por sua vez, está bem no centro do país, motivo pelo qual recebeu influência cultural de todos os lados. Os que mais exerceram seu papel de disseminação cultural foram os indígenas, paraguaios, bolivianos e até mesmo os gaúchos, paulistas e mineiros.

As manifestações culturais de maior destaque são representadas pela procissão do fogaréu ou pelas cavalhadas, em Goiás, e pelo famoso cururu, nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Já a culinária também não deixa nada a desejar: sopa paraguaia, arroz tanto boliviano quanto carreteiro, pamonha, cural, empadão goiana e até mesmo os famosos peixes do pantanal, como o dourado, pintado, pacu e outros.

• Região Sudeste

No interior dos estados do Sudeste, muitas são as manifestações de cunho religiosas, como as festas de santos padroeiros, páscoa ou festa do divino. O destaque vai para a peregrinação à Aparecida.

Na culinária, não há o que reclamar: os principais destaques vão para o queijo minas, o feijão tropeiro, o famoso pão de queijo da região, a moqueca capixaba, farofa, tutu de feijão, farofa e muito mais.

• Região Sul

No Sul do país, quem marcou grande parte da influência cultural foram os povos espanhóis, portugueses, italianos e alemães. Os antepassados ainda são motivo para manifestações em festas típicas, como é o caso do oktoberfest, de origem alemã, e a festa da uva, de origem italiana.

Além disso, a região também reúne manifestações culturais como a dança das fitas, o boi de mamão, a congada e a própria festa de Nossa Senhora dos Navegantes.

Na gastronomia o destaque vai para o churrasco, pirão de peixe, camarão, chimarrão, barreado e um bom vinho para acompanhar.