Judaísmo


O judaísmo é considerado a religião monoteísta (que acredita em somente um Deus) mais antiga do mundo. Atualmente existem judeus em quase todos os países do mundo, mas a maioria está localizada em Israel e nos Estados Unidos.

Origem do Judaísmo

O termo “judeu” vem do nome Judá, que era um dos filhos de Jacó e que deu origem a uma das doze tribos de Israel. Ao que parece, no princípio, o termo judeu era utilizado somente para quem nasceu nesta região, em uma das tribos. Depois o termo era comumente utilizado para quem pertencia a qualquer uma das doze tribos e, mais tarde, para quem era descendente deste mesmo povo. Há ainda quem diga que todo judeu é descendente direto de Abraão, Isaque ou Jacó.

Judaísmo

O Judaísmo como uma religião mais estruturada, passou a existir depois que o povo judeu passou a ter grande influência, a partir dos reinados de Saul, Salomão e Davi. Salomão, inclusive, foi o responsável pela construção do primeiro templo judeu do mundo, em Jerusalém. O tempo passou e os judeus foram se dividindo em grupos na chamada Era dos Profetas. Depois, a liderança israelita foi assassinada e o templo destruído. Para ter uma ideia do quanto a religião é antiga, tudo isso aconteceu ainda antes do nascimento de Cristo, algo em torno de 900 e 600 anos antes de Cristo. Vários judeus foram enviados contra sua vontade para a Babilônia e mesmo quando foram autorizados a retornar a Israel acabaram permanecendo por ali. Este momento é considerado a primeira diáspora da religião. Diáspora significa algo como “viver longe de Israel”.

Por muitas razões é difícil definir em uma só palavra o que é ser judeu e o que é o judaísmo. Segundo algumas tradições rabínicas, uma pessoa pode ser considerada judia mesmo que não acredite em Deus, somente por ter tido uma mãe judia. Neste caso ele seria considerado o que alguns chamam de judeu biológico, mas não um verdadeiro judeu. Há quem diga ainda, que para ser um judeu completo é preciso seguir à risca todos os preceitos do Torá e que aceite os chamados “Treze Princípios da Fé”.

Quais os preceitos do Judaísmo

Mas afinal, no que acreditam os judeus e aqueles que se converteram ao judaísmo? Pois bem, atualmente existem cinco grupos diferentes do judaísmo espalhados pelo mundo:

* Judeus Ortodoxos
* Judeus Conservadores
* Judeus Reformistas
* Judeus Reconstrucionistas
* Judeus Humanistas

As crenças e costumes divergem entre os grupos, mas todos seguem algumas crenças tradicionais e tem os mesmos princípios. Entre estes princípios em comum, podemos citar resumidamente alguns deles:

* Para o judaísmo, Deus é o criador de tudo e de todos;
* Deus não possui um corpo físico;
* Deus deve ser louvado e respeitado como autoridade suprema e absoluta do universo;
* Foi Deus quem revelou para Moisés, os primeiros 5 livros da bíblia;
* Estes livros jamais podem ser alterados;
* Deus se comunicava diretamente com o povo de Israel através de seus profetas;
* Deus observa e está sempre monitorando tudo que acontece na Terra;
* Deus recompensa e pune individualmente cada pessoa;
* A bondade é inerente ao mundo;

A religião cristã, principalmente a católica tem muitos dos preceitos parecidos. Mas algumas crenças são muito diferentes. Por exemplo, no judaísmo não existe pecado original e nenhum salvador faz a intermediação com Deus. Alguns grupos do judaísmo consideram Jesus somente como uma espécie de profeta, outros o consideram um falso profeta e nem dizem seu nome por acreditarem estar falando de um falso ídolo.

No judaísmo eles também acreditam em um Messias, mas ele irá aparecer no futuro e vai ser o responsável por reunir novamente o povo de Deus em Israel. Neste momento, eles acreditam que os mortos serão ressuscitados e que o templo de Jerusalém será reconstruído.

Para eles, os judeus foram o povo escolhido por Deus para estudar e proteger o Torá e também para louvá-lo. Apesar disso, eles não acreditam que são superiores aos outros povos, somente diferentes. Eles não são uma religião missionária, mas qualquer pessoa que deseja de verdade tornar-se judia, pode fazer sua conversão para o judaísmo. Será preciso levar os princípios do Torá, aceitar as crenças e para os homens, fazer a circuncisão, entre outras coisas.

Informações importantes sobre o judaísmo

O dia santo para os judeus é o sábado, também chamado de sabat. Ele começa no por do sol da sexta-feira e se estende até o por do sol do sábado. Durante este dia, não é possível trabalhar. Alguns mais ortodoxos também não dirigem nem cozinham.

O local de culto para os judeus é a sinagoga. O líder da sinagoga é um rabino, que diferente de outras religiões não possui um status religioso diferente, ou seja não é um sacerdote.

O livro sagrado dos judeus é o Torá, ou bíblia hebraica. Os cristãos o chamam de Velho Testamento e o símbolo do judaísmo é a estrela de Davi.