Primeira Ferrovia Transcontinental


Nesse artigo você conhecerá a história da primeira ferrovia transcontinental. Ela corresponde ao nome popular dado à linha ferroviária dos Estados Unidos. Na época era chamada de Pacific Railroad. Ela foi concluída em 1969 entre Counci Bluffs, Iowa/Omaha e Nebraska, Alameda e Califórnia. As costas do Atlântico e Pacífico foram ligadas por via ferroviária pela primeira vez.

Primeira Ferrovia Transcontinental

Em 10 de maio de 1969 o tráfego foi aberto com o chamado “Prego de Ouro” em Utah (Promontory). A economia do Oeste Americano foi revolucionada com essa rede de transporte mecanizada.

Antes da construção já havia diversos rumores e movimentos que pediam pelo desenvolvimento dessa ferrovia. Abraham Lincoln que presidia os EUA na época, mas o resultado do movimento, ou seja, a construção da ferrovia só de seu após o seu falecimento. Até hoje o projeto é referência na área de construção ferroviária.

Construção da Transcontinental

A construção foi dificultada por ser muito complexa. Foi preciso diversas técnicas de engenharia, pois o caminho era complicado, com montanhas altas e tipos variados de planícies na Union Pacific Railroad e Central Pacific Railroad.

A construção de fato marcou e mudou muitas questões nos Estados Unidos, sendo considerado o maior feito tecnológico do século XIX. Era ainda preciso ligar atividades de comércio bem como viagens entre o ocidente e oriente norte americano para acelerar a economia, tornando o país uma das maiores potências do mundo posteriormente.

Nos cinquenta posteriores os Estados Unidos construíram diversas ferrovias, mais do que qualquer outra nação. Em 1869 a linha foi concluída e uma jornada feita a cavalo, por meses e meses, agora era possível em menos de uma semana. Cinco dias após o término da estrada ela já começou a funcionar com serviços diários sobre o trilho para passageiros. O conforto e qualidade do trajeto era incrível e todos se surpreendiam muito. Até mesmo as revistas faziam relatos entusiasmados sobre a viagem.

Como era a viagem

Aos que podiam pagar a mais pela viagem, tinham uma viagem luxuosa, afinal as cabines eram bem decoradas e com assentos de veludo felpudo. Elas se tornavam leitos durante a noite. Tinha calefação a vapor, botões que eram acionados para receber atendimento, roupas de cama trocadas todos os dias e diversas facilidades. Caso o viajante pagasse adicional de quatro dólares poderia subir no semanal Pacific Hotel Express para ter um jantar de bordo finíssimo.

Aos que não tinham muito dinheiro a viagem não era tão confortável, mas um bom negócio. Normalmente os que lotavam a terceira classe eram emigrantes e queria recomeçar no oeste. O valor do bilhete nesse caso era de 40 dólares, menos da metade do pago na primeira. Não havia nenhum tipo de serviço extra. Os vagões tinham fileiras apertadas de bancos de madeira desconfortáveis, congestionados e barulhentos.

O tempo de viagem também era maior, afinal a companhia ferroviária tinha vagões de carga junto dos passageiros da terceira classe. A composição era manobrada para mudar de trilhos a fim de abrir espaço alongando a viagem para cerca de dez dias. Apesar de pouco conforto, não havia reclamações dos passageiros, afinal era melhor do que uma viagem que duraria meses.

A estrada de ferro logicamente focava na velocidade dos trens expressos. Quando a composição Transcontinental Express chegou em San Francisco em 4 de junho de 1876, houve grande repercussão nos jornais e revistas.

A enorme construção mudou as formas de negociar, fazer transações, além de ampliar de forma significativa a economia do país. Um homem de negócios poderia estar em cinco dias em seu destino, confortavelmente e chegando disposto para mais um dia de trabalho. As barreiras foram reduzidas de forma significativa e extremamente revolucionária para a época.

Linha do tempo resumida da construção

1862 – Abraham Lincoln faz a Ata Ferroviária do Pacífico encomendando duas companhias para construção.
1865 – Primeiro trecho é feito em Omaha.
1869 – O grampo dourado é batido pelos executivos.
1880 – Union Pacific compra ferrovias.
1890 – A primeira subsidiária de uma das companhias é estabelecida.
1897 – A Union Pacific é vendida a um grupo de investidores.
1901 – A Union Pacific adquire 38% de ações pertencentes à Southern Pacific.
1939 – Cecil DeMille faz o filme Union Pacific a fim de comemorar o 70° aniversário do ato em Golden Spike.
1941 – Big Boy entra em serviço. Era a maior locomotiva a vapor do mundo.
1944 – A primeira locomotiva foi produzida para a Union Pacific.
1958 – A Union obtém a Spokane International para fazer conexão direta com uma ferrovia Canadense.
1969 – A Union Pacific Corporation é estabelecida como holding.
1971 – Todos os serviços de passageiros são passadas à Amtrak.
1982 – Missouri e Pacific e Western Pacific se fundem com a companhia UP.
1989 – Em Omanha é construído o Centro de Despacho Harriman.
1995 – Chicago & North Westerne se une com a UP.
1996 – Efetiva-se a fusão entre a Union Pacific e Southern Pacific.