Resumo Dia das Bruxas


As imagens de crianças usando fantasias de bruxas, caveiras e outros seres assustadores, pedindo doces ou aprontando travessuras, propagou-se pelo mundo através do cinema norte-americano e das séries de televisão. A festa do Halloween, chamado em língua portuguesa de dia das bruxas, já faz parte do imaginário de crianças e adultos em todo o mundo. Porém, a festa possui uma origem muito antiga e algumas características foram alteradas com o passar do tempo.

Origem do Dia das Bruxas.

O dia das bruxas teve origem nas festas dos povos Celtas. Estes povos, que viveram nas ilhas britânicas onde hoje estão localizadas a Escócia, a Irlanda e Irlanda do Norte, seguiam a religião dos druidas. Neste sistema religioso, a festa era conhecida como Festival de Samhain, realizado entre os dias trinta de outubro e dois de novembro. Este festival não era diretamente ligado à celebração dos mortos, mas sim ao fim do verão. A data era marcada por festas e danças, não necessariamente ligadas à morte. Além disto, marcava o ano novo Celta.

Dia das Bruxas

Com a influência das religiões cristãs dentro das comunidades celtas, a data passou a ser relacionada também com o “Dia de Todos os Santos” do calendário cristão. O processo de Inquisição realizado pela Igreja Católica tornou o festival de Samhaim uma festa proibida, por ser considerada de origem pagã. Desta maneira, a festa adquiriu símbolos e significados de ambas as religiões, druida e católica, como forma de manter a tradição, ainda que de maneira disfarçada.

Outro fator que influenciou no desenvolvimento da festa como conhecemos hoje foi a perseguição aos católicos pelos protestantes na Inglaterra do século XVII. Havia uma tradição neste período, as crianças católicas iam de porta em porta pedindo bolos (ou doces) e, em troca, rezariam pelos mortos daquela família. Entretanto, em 05 de novembro de 1605, o católico Guy Fawkes foi detido ao encontrarem pólvora em grande quantidade em sua residência. Guy Fawkes foi enforcado, sob a acusação de fazer parte da Conspiração da Pólvora, ação que seria organizada por católicos como forma de reprimir as ações do governo protestante e previa a explosão do parlamento inglês e a morte do rei. Em resposta à tentativa de conspiração, os protestantes passaram a exigir das residências católicas cervejas e outros alimentos, neste período, como forma de represália.

O uso de máscaras e fantasias remete à Idade Média, aos períodos em que a Europa foi atingida pela peste. Nesta época, a igreja católica já havia instituído o dia 02 de novembro como um dia de oração aos mortos. Assustadas com a epidemia da peste, as pessoas acreditavam que se enfeitassem os túmulos e suas casas com artefatos macabros, a morte passaria longe.

A festa no continente americano.

A festa do Halloween chegou aos Estados Unidos com os colonos imigrantes irlandeses. Ela foi mantida como forma de preservar as tradições destes povos, mas, aos poucos, tornou-se uma festa comum a todos habitantes dos Estados Unidos, sendo incorporada ao calendário oficial.

Porém, ao longo dos anos, a comemoração perdeu seu significado religioso e manteve-se apenas como um momento de diversão, principalmente para crianças e adolescentes.

Características do Halloween hoje.

A festa que conhecemos hoje em pouco lembra a sua origem. Embora tenha sido realizada mais para comemorar o fim do verão do que os mortos, a festa atual está diretamente relacionada à morte e a assuntos relacionados a ela.

O Halloween é comemorado em vários países de língua inglesa do hemisfério norte. Porém, nos EUA é que a festa se tornou mais significativa. No mês de outubro, as pessoas começam a decorar suas casas com itens como caveiras, chapéus de bruxas, monstros e outros seres que remetam a morte e ao sobrenatural. No dia 31 de outubro, as pessoas se fantasiam e, geralmente as crianças e adolescentes, saem às ruas com a famosa frase: doces ou travessuras (em inglês trick or treat).

A festividade adquiriu ao longo dos anos um caráter essencialmente de diversão, visto que não é mais relacionada à uma religião ou a algum ato de repressão de maneira que é aproveitada por pessoas de todas as origens e religiões que moram em países onde a festa faz parte do calendário oficial.

O dia das bruxas no Brasil.

No Brasil, a festa de dia das bruxas chegou nos anos sessenta, com a abertura das primeiras escolas de inglês. A data é utilizada como forma de aprendizagem da língua e da cultura inglesa. Além disto, o cinema e a televisão ajudaram a popularizar o evento, de maneira que muitos, independente do idioma, também querem experimentar a festa.

A realização do Halloween no Brasil sofre algumas críticas, visto que é um evento totalmente alheio à cultura local. Por isto, foi instituído o dia 31 de outubro como o dia do Saci, para fortalecer o folclore nacional.