Resumo Arcadismo


As manifestações do Arcadismo têm início no Brasil no ano de 1768, quando Cláudio Manuel da Costa publica Obras. Desenvolve-se até 1936, quando Gonçalves de Magalhães publica Suspiros poéticos e saudades, marcando o início do Romantismo.

O desenvolvimento da mineração em Minas Gerais coincidiu com o declínio das lavouras da cana de açúcar. O centro econômico brasileiro deslocou-se do litoral nordestino para a região mineira, com importantes mudanças sociais. Vila Rica, atualmente conhecida como Ouro Preto, passou a ser a capital econômica do Brasil: por lá passava todo o ouro que era extraído pelos escravos.

Arcadismo

Em Minas, acabou surgindo então, uma classe média disposta a defender seus próprios interesses, a qual adotou a ideologia liberal burguesa vinda da França. É certo dizer que o Arcadismo desponta em pleno Século das Luzes, o século XVIII, um momento de extrema importância para as artes e ciências em geral, ocasião em que o homem, livrando-se do jugo do Tribunal da Santa Inquisição, tenta trazer de volta bens intelectuais tão caros quanto a razão e o equilíbrio. É o Iluminismo, que designa a mentalidade racional do século XVIII e que valoriza a ciência, a pesquisa, a crítica aos métodos e aos valores sociais e religiosos, criticando dessa maneira o estado absolutista. Liberdade, Igualdade e Fraternidade eram suas palavras de ordem.

Em 1789, esse espírito culminou na Revolução Francesa, que modificou o conceito de classe social trazendo os burgueses ao poder. Em Vila Rica, um grupo composto por intelectuais que defendiam esses ideais, teve especial importância. Chamados de Grupo Mineiro, os árcades brasileiros, que congregou entre outros, Silva Alvarenga, Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga e Alvarenga Peixoto.

Esse grupo liderou um dos principais movimentos pela Independência do Brasil – a Inconfidência. Os árcades partidários dos ideais iluministas, considerados subversivos, foram presos e exilados.

Em Portugal, o Arcadismo se iniciou em 1756, data de fundação da Arcádia Lusitana, academia que congregou figuras importantes e Bocage, que é o principal representante desta escola.

O Arcadismo também ficou conhecido como Neoclassicismo, já que procurava imitar os modelos clássicos.

O Arcadismo possui, como escola literária, características típicas, bem demarcadas e distantes das que consagraram o Barraco, que em tudo nega, sendo elas:

Reação contra os exageros barrocos: A linguagem árcade é simples, utilizando o equilíbrio e o uso da metonímia.

Fingimento árcade: apresenta a expressividade contida pelo fato de pregar ou de ter como mito o campo como um lugar ideal para se viver em pleno século das Luzes.

O bucolismo e o pastoralismo: É a exaltação dos motivos e temas campesinos: pastores, vida simples e rural, placidez do campo e de suas paisagens calmas, seus dias felizes e prazenteiros.

Descritivismo: descreve objetivamente, ou seja, o poeta está muito mais próximo de um pintor.

Arte como imitação da natureza: A famosa mimese, ou seja, quanto mais semelhante à natureza, mais perfeita a obra poética.

Modelos clássicos: os árcades valorizam a poesia dos clássicos greco-latinos. Além disso, eles buscam a harmonia, a razão e incentivam a valorização do bem, do belo e do verdadeiro.

Uso da mitologia: Pelo fato do Arcadismo ter grande influência do Classicismo do século XVI e do Classicismo greco-latino, é bem fácil entender o aproveitamento constante da mitologia clássica.

Cinco lemas árcades estão relacionados com esta escola e vêm escritos em latim, regendo o fazer poético de toda a poesia árcade. São eles:

Fugere urbem (fugir das cidades): o lema quer dizer abandonar cidades e ir em direção ao campo, buscando o contato íntimo com o mundo natural.

Inutilia truncat (cortar o que é inútil, os excessos): Outra vez, é a rejeição aos exageros que o Barroco patrocinou em seu desenvolvimento e a louvação da simplicidade proposta pelo Arcadismo.

Locus amoenus (lugar agradável): o lema indica um lugar agradável, feliz e ameno para se viver em paz e desfrutar-se de maneira integral da natureza.

Aurea mediocritas (a simplicidade do ouro): o lema diz respeito a desfrutar da mediania do ouro, ou seja, a simplicidade que o ouro podia comprar. O fingimento árcade não permite o luxo como ostentação.

Carpe diem (aproveita, colha o dia): é a herança do Barroco como concepção, quer dizer, aproveitar de forma intensa o que o dia e a existência podem oferecer, porque tudo passa e acaba rapidamente.