Expressões numéricas envolvendo potência


Embora existam várias expressões numéricas de alta complexidade, que exigem horas de dedicação e muitas vezes com uma série de conceitos confusos e difíceis de se entender, a verdade é que sempre existirão outras expressões que até podem assustar a princípio, mas que na prática se demonstram fáceis de resolver, bastando para isso apenas um envolvimento médio e uma assimilação clara dos seus princípios. Sim, estamos falando que existem contas mais simples do que de fato parecem, e estamos em frente a um desses casos justamente agora.

É claro que não estamos falando que as expressões numéricas envolvendo potência sejam fáceis de resolver, mas, com certeza, elas têm uma assimilação de conteúdo muito mais simples do que parece. Na verdade, para quem sabe fazer as quatro equações básicas (somar, subtrair, multiplicar e dividir), não há grandes desafios.

Expressões numéricas potência

No geral, as equações matemáticas de multiplicação são importantes para resolver equações matemáticas envolvendo potência, então, tenha certeza que você está craque na multiplicação antes de conseguir fazer as contas com potência. Além disso, é importante habituar-se às regras de trigonometria de ordem de resolução das contas. Revisando este conteúdo e tendo confiança nas contas de multiplicação, não haverá potência difícil de se resolver. Vamos dar uma breve revisada na ordem de resolução das equações e finalmente poderemos lidar com as potências.

Relembrando como se resolvem as contas entre parênteses

O grande problema das expressões numéricas envolvendo potência é que elas estão normalmente envoltas entre vários parênteses, chaves e colchetes, por isso, precisamos revisar como elas são resolvidas e daí sim lidar com as potências. Para entender a regra, vamos considerar o exemplo abaixo:

3.{5+[6-2. 2+(6/3)]}

Aqui, temos que lembrar dos princípios matemáticos onde:

• Resolve-se as contas entre parênteses, ou seja, 6/3, logo:

3. {5+ [6-2. 2+ (1)]}

• Depois, precisamos resolver as contas dentro das chaves, 6-2.2+(1), mas é importante lembrar aqui que primeiro fazemos as contas de divisão, depois de multiplicação, seguidas de soma e subtração, logo, o que devemos fazer é multiplicar 2.2, subtrair o resultado de 6 e em seguida somar ele com 1, ou seja:

3.{5+[6-4+(1)]}
Logo
3.{5+[2+1]}
Logo
3.{5+3}

• Agora sim, resolvemos os colchetes, ou seja, 5+3, deixa a conta final do seguinte modo:

3.8=24

Depois que lembramos deste princípio básico da matemática, podemos voltar às contas de potência, pois tudo ficará mais rápido e simples do que a maioria das pessoas imagina. Para comprovar isso, vamos relembrar como funcionam as potências.

Como resolver as equações com potências

Do ponto de vista teórico, uma potência nada mais é que um número que deve ser multiplicado por ele mesmo quantas vezes o número da potência indicar, ou seja, 3 elevado à 10 nada mais é que 3. 3. 3. 3. 3. 3. 3. 3. 3. 3.

Porém, aqui é que a confusão acontece na maioria das vezes. Não estamos fazendo a conta de 3.10, que seria 30, pois nesse caso, estaríamos SOMANDO o número 3 dez vezes, não MULTIPLICANDO, como exige a potência. Logo, 3 elevado à potência de 10 é:
3. 3= 27 (3 à potência de 2)

3= 81 (3 à potência de 3)

81. 3= 243 (3 à potência de 4)

243. 3= 729 (3 à potência de 5)

729. 3= 2187 (3 à potência de 6)

2187. 3= 6561 (3 à potência de 7)

6561. 3= 19683 (3 à potência de 8)

19683. 3= 59049 (3 à potência de 9)

59049. 3= 177147 (3 à potência de 10)

Ou seja, percebemos que a diferença entre a 10ª potência de 3 e 3.10 é grande, sendo que qualquer conta que utilizasse esse tipo de potência teria um resultado incrivelmente diferente do resultado esperado. E, retomando os princípios matemáticos sobre a resolução primeiro das equações entre parênteses, depois entre as chaves e, por fim, entre os colchetes, essas equações serão resolvidas apenas quando estiverem prontas as equações de potência, ou seja, a regra mais básica no caso das equações matemáticas é a seguinte:

Em uma equação matemática com potências, ela sempre será resolvida primeiro

Com este princípio em mente, dificilmente teremos problemas em resolver qualquer tipo de conta matemática que envolva as potências, independente de quantas elas sejam. Não marque bobeira, esteja sempre atento a essas equações, lembrando a ordem de resolução dos problemas e logo em seguida tentando relembrar se não esqueceu nada, afinal, conferir uma equação depois de ter finalizado todas as contas é a melhor forma de ter segurança no resultado.

Com atenção, dedicação e uma dose extra de cuidado, dificilmente você se deparará com uma conta que não consiga resolver, e não importa o tamanho da potência, você sempre chegará ao resultado final, que pode ser um número de 1, 2, 3 ou até mais dígitos, e ainda pode ser negativo, dependendo do tamanho da potência trabalhada.