O aprendizado da matemática escolar


Uma das matérias que é unânime quanto a sua dificuldade e apreciação durante a vida escolar é sem dúvida nenhuma a matemática. A matemática escolar tem como principal objetivo fazer com que o aluno aprenda e passe a ter gosto por esta matéria. Mas, isso não é bem o que acontece, haja visto que milhares de estudantes possuem enormes dificuldades em seu processo de aprendizagem. A matemática escolar faz parte de um grupo do saber institucionalizado, visto assim como um saber mais formal, estabelecendo como lógica os processos de dedução e de resolução de problemas. Assim a álgebra e a aritmética juntamente com a geometria, formam a base do que chamamos e conhecemos como sendo a base da matemática escolar.

matemática escolar

Os conteúdos programáticos da matemática escolar

Os conteúdos matemáticos podem ser encontrados em diversos livros didáticos e ainda nas grades curriculares que são utilizados pela maioria dos professores que lecionam em escolas. As funções, as inequações e as equações são conteúdos que pertencem ao campo da álgebra. Já as quatro operações matemáticas elementares, os números e a tabuada fazem parte da parte da matemática que chamamos de aritmética. As medidas de área, de massa, de perímetro e de volume e as figuras geométricas por sua vez, fazem parte da matéria de geometria matemática.

Na matemática escolar, a aritmética que utilizamos apresenta uma complexidade de números, escritos com notação científica ou com diversas casas decimais. A partir desses números, podem ser realizados qualquer tipo de cálculo, de qualquer maneira que estes sejam representador, sejam negativos, positivos, irracionais, racionais, fracionários, etc. O essencial é sempre procurar obter um resultado preciso.

A legitimidade desse tipo de método da matemática escolar acaba tendo então seus próprios procedimentos e uma própria avaliação dos resultados. Com seus significados próprios, a matemática das escolas não leva em conta e não considera a utilização cotidiana dos números de maneira prática. Isso acontece quando os alunos utilizam em seu cotidiano o que aprenderam nas escolas, dentro da própria instituição. No entanto, não conseguem resolver os problemas que se encontram fora da escola.

A aritmética também proporciona diversas contribuições para a nossa sociedade, como por exemplo o desenvolvimento e a quantificação de sistemas de agrupamento, a invenção de esquemas fracionários, a relação entre medida e números, a introdução de decimais, o emprego de códigos numéricos, as representações percentuais em pizzas, além de estar também inserida em linguagens da informática, as frações simples em jornais.

Dentro da nossa sociedade atual no capo de aritmética e de educação de seus conteúdos específicos, o objetivo é desenvolver a capacidade de cada aluno, para que eles estejam aptos para aplicarem os conhecimentos aprendidos em aritmética em situações diversificadas e reais, dominando assim os conceitos que possuem ligação para que isso aconteça.

Quanto ao campo da álgebra, podemos considerar um conjunto de afirmações para as quais é possível que seja produzido um significado em termos de operações aritméticas e de números, que envolvem desigualdade ou igualdade.

No campo da geometria, podemos observar ainda mais uma maneira de aprendizagem muito mais fácil, já que podemos de certa maneira fazer o manuseio de certos objetos e assim perceber as diferenças que existem, para interpretações melhores.

O aprendizado da matemática escolar definido por categorias e pelos diferentes modelos permite que sejam encontrados caminhos diferentes e alternativos para seguir.

A matemática em sala de aula

Ensinar matemática escolar nas salas de aula acaba sendo um grande desafio para os professores, já que acaba exigindo que ele conduza os ensinamentos de forma estimulante e significativa para cada aluno. Em geral, as referências que o professor possui em relação a essa matéria vem de sua própria experiência profissional.

Muitos professores acabam tendo muita dificuldade com a matemática do tipo tradicional que é ensinada em escolas. Essa tinha objetivo que as regras fossem transmitidas por meio de uma exercitação intensiva.

Então, cabe a cada professor descobrir jeitos novos de trabalhar com a matemática, de modo que os alunos percebam que pensamentos de maneira matemática em todos os momentos de nossa vida, resolvendo problemas durante o passar do nosso dia. Portanto, é verdade dizer que a matemática escolar faz parte da vida, e pode ser apreendida de uma forma desafiante, dinâmica e divertida, para que não haja um desinteresse.

O aprendizado da matemática escolar deve ser bem trabalhado em escolas, para que no futuro os alunos não apresentem dificuldades mais graves. Uma boa estratégia para melhorar o processo de aprendizagem são uma boa opção para fazer com que o interesse das crianças por essa matéria seja despertado e para reforçar o que foi aprendido. A utilização de técnicas lúdicas, como jogos, brincadeiras e brinquedos ajudam na estimulação dos alunos na construção de um pensamento mais lógico no campo matemático, superando em partes seu egocentrismo natural, já que eles serão obrigados a trabalhar em equipe.