Requeriu ou requereu?


Um dos maiores desafios da língua portuguesa é a conjugação dos verbos. Com inúmeros tempos verbais, muitas pessoas se perdem aplicando os verbos no dia a dia. No entanto, muitas vezes é possível tirar essas dúvidas com muita leitura e algumas dicas simples de gramática.

Requeriu ou requereu?

Para quem tem dificuldades na hora de empregar os verbos, uma dica é conhecer macetes que tornam a forma ideal mais fácil de ser lembrada. Quando tentamos lembrar de regras pré-determinadas, podemos nos basear em palavras que possuem grafias distintas das que queremos usar por exemplo. Outro caso bastante recorrente é se basear em verbos parecidos para imitar sua conjugação, o que nem sempre dá certo. Nesse sentido, os macetes nos ajudam porque, longe de serem regras, eles são artifícios para sempre se lembrar da forma correta a ser empregada. Podem se tratar de associações a outras palavras ou ideias que ficam atreladas a palavra em questão.

Hoje vamos falar do verbo requerer. Pouco utilizado em diversos meios, o verbo desperta a dúvida de muita gente em relação a sua conjugação. Se você precisa utilizá-lo e não sabe a forma correta para empregá-lo, nós vamos te ajudar a encontrar a conjugação adequada para cada momento.

Comparação com o verbo querer?

Muitas pessoas comparam o verbo requerer com o verbo querer. Apesar da escrita semelhante, realizar essa comparação é um grande erro. Enquanto o verbo querer tem como significado desejar algo, o verbo requerer expressa uma solicitação feita por requerimento, uma exigência. Como você pode ver, os significados são bastante distintos.

Assim como sua significação, a conjugação dos dois verbos é bastante diferente. Se alguém “requer” algo, no passado, não é possível dizer que alguém “requis” a mesma coisa. A utilização da conjugação do verbo querer para o verbo requerer é equivocada.

A conjugação diferente com a grafia semelhante, no entanto, não é exclusividade dos verbos querer e requerer. Verbos como dar e circundar (ele deu – ele circundou) também possuem conjugações bastante diferentes. Isso ocorre porque, além de se tratarem de palavras diferentes, suas semânticas são bastante diferentes. Isso torna os dois casos acima diferentes, por exemplo, dos verbos Ver e Rever, que possuem significações semelhantes. Como Rever é o ato de ver novamente, nada mais justo que sua conjugação siga o mesmo padrão, para que a escrita siga uma lógica gramatical.

Requeriu ou requereu?

Outra dúvida bastante presente é quanto ao pretérito perfeito da terceira pessoa do singular do verbo requer. Ele “requeriu” ou ele “requereu“? É bastante comum ver os dois termos empregados em diversos meios. No entanto, apenas um deles está correto. O resultado desta e de outras dúvidas você confere agora!

Como posso encontrar a conjugação certa?

Já que a conjugação do verbo querer não se encaixa ao verbo requerer, é necessário aprender a forma correta de empregar o verbo nos diferentes tempos verbais. No presente do indicativo, por exemplo, o verbo ganha um “I” em sua conjugação para a primeira pessoa do singular. Confira!

Eu requeiro
Tu requeres
Ele requer
Nós requeremos
Vós requereis
Eles/elas requerem

O mesmo ocorre na conjugação do verbo no presente do subjuntivo. Acompanhe:

Que eu requeira
Que tu requeiras
Que ele requeira
Que nós requeiramos
Que vós requeirais
Que eles/ elas requeiram

A grande dúvida entre o “requeriu” ou “requereu” pode ser solucionada com a conjugação do verbo no pretérito perfeito. A forma correta é “ele requereu”. Confira abaixo:

Eu requeri
Tu requereste
Ele requereu
Nós requeremos
Vós requerestes
Eles/ Elas requereram

Como é possível observar na conjugação do verbo requerer que a terminação se assemelha a do verbo vender. A semelhança não ocorre apenas com o tempo pretérito perfeito: é possível comparar os dois verbos em outros tempos verbais. Como o verbo vender é mais utilizado no cotidiano, utilizar o seu padrão para não errar na hora de empregar o verbo requerer é uma forma de utilizar a conjugação adequada. Para isso, no entanto, é necessário ficar atento ao tempo verbal e pessoa corretos. Confira alguns exemplos para comparar a conjugação dos dois verbos:

Pretérito perfeito:
Eu vendi – Eu requeri
Ele vendeu – Ele requereu

Pretérito Imperfeito:
Eu vendia – Eu requeria
Nós vendíamos – Nós requeríamos

Pretérito mais que perfeito:
Eu vendera – Eu requerera
Eles/ Elas venderam Eles/ Elas requereram

Futuro do presente:
Eu venderei – Eu requererei
Ele venderá – Ele requererá

Futuro do pretérito:
Eu venderia – Ele requereria
Nós venderíamos – Nós requereríamos

Pronto! Agora utilizar o verbo requerer se tornou muito mais fácil. Mas, ainda assim, é importante conhecer a conjugação adequada de cada verbo. Portanto, sempre que puder, busque como empregar os verbos certificando-se que está utilizando o auxiliar correto, como é o caso do verbo vender para o verbo requerer. Nem sempre a grafia semelhante significa que os verbos seguem a mesma lógica de conjugação na língua portuguesa, portanto, fique atento!