Resumo da Origem da Língua Portuguesa


A Língua Portuguesa está presente em nossas vidas desde que começamos a pronunciar as nossas primeiras palavras. Ainda na infância, aprendemos a ler e a escrever e isso tudo só intensifica cada vez mais a importância do idioma no nosso cotidiano. É por meio dele que podemos nos comunicar, expressar as nossas emoções e até oficializar o que for necessário, por meio de documentos e relatórios.

E usando tanto a Língua Portuguesa, você já parou para pensar sobre a origem dela? Como começou a existir algo que hoje é tão fundamental em nossas vidas? Se você não tem muitos conhecimentos a esse respeito, esse é o momento de mudar!

Confira agora um resumo da origem da Língua Portuguesa com tudo o que você precisa saber para se encantar ainda mais pela nossa língua materna!

Origem da Língua Portuguesa

Resumo da origem da Língua Portuguesa – contexto histórico

Assim como muitos outros idiomas, especialmente os europeus, a Língua Portuguesa tem as suas origens no latim. Como se sabe, o Império Romano dominou vários outros territórios e onde chegava levava seus traços culturais e o idioma era um deles.

E com tantas migrações, naturalmente o latim acabou ganhando algumas subdivisões, para especificar melhor, cinco:

• Céltico: originou o irlandês e o gaélico;
• Helênico: originou o grego;
• Germânico: originou o inglês e o alemão;
• Românico: originou o português, o francês, o italiano e outras línguas consideradas latinas;
• Eslavo: originou outros idiomas que são falados até os dias de hoje na porção oriental da Europa.

No Império Romano, o latim era a língua oficial e se manifestava de duas formas diferentes: o latim clássico e o vulgar. A modalidade clássica era falada por pessoas cultas do império, como os poetas, filósofos e senadores, por exemplo. Já o latim vulgar, por outro lado, era falado pelo restante da população e, por consequência, predominava na oralidade.

A Língua Portuguesa que falamos hoje foi o produto da união do latim vulgar com o galego (que era falado na chamada província de Galícia, que hoje faz parte do território espanhol). A junção e a transformação dessas duas línguas resultou no Português, inclusive, inicialmente, ele era chamado de galego-português, justamente por se tratar dessa combinação.

Agora você deve estar se perguntando: mas como o latim vulgar foi se unir ao galego? Na realidade, essa modalidade latina foi levada para a Península Ibérica (que corresponde a atual região da Espanha e de Portugal), no período da dominação romana. Como sabemos por meio da história, quando os romanos conquistavam um determinado território, uma das principais características era a imposição da sua cultura e dos seus costumes. Não foi diferente na Península Ibérica, por isso, o latim acabou se misturando à língua que era falada por lá.

São chamadas de neolatinas as línguas modernas que são oriundas do latim vulgar. Além do galego-português, o catalão e o castelhano são outros bons exemplos.

Continuando com a história, o latim se misturou às línguas que já eram faladas na Península Ibérica, o que provocou a formação de diversos dialetos (chamados de romanços), que se modificaram e acabaram compondo novos idiomas. O galego-português surgiu a partir de um dialeto como esse.

Povos germânicos e árabes também chegaram a invadir a Península Ibérica e as línguas faladas por eles também
influenciaram naqueles dialetos, mas nunca chegaram a predominar sobre o latim. No século XI, os árabes foram expulsos da península pelos cristãos e, com isso, o galego-português ganhou ainda mais espaço, sendo falado na porção oriental da península, onde localizava-se o atual território de Portugal.

Por volta do século XIV, começaram a se expressar diferenças significativas entre o galego e o português e quando Portugal conquistou sua total autonomia política, a Língua Portuguesa acabou por se oficializar.

Com as grandes navegações, a partir do século XV, Portugal começou a colonizar uma série de territórios, incluindo o Brasil e levou o seu idioma para eles.

Resumo da origem da Língua Portuguesa – português no mundo

Esse resumo da origem da Língua Portuguesa é muito importante porque esse idioma continua sendo muito relevante no mundo todo até hoje. Esse é o idioma oficial de oito países no total, são eles: Portugal, Brasil, Moçambique, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

É verdade que em cada país, esse idioma acaba adotando características próprias, sejam elas gramaticais ou de pronúncia. Mesmo assim, uma relação muito forte com o idioma de Portugal é mantida em todos os locais. Nos países africanos, normalmente há um predomínio de dialetos locais, mas o português é preservado, mesmo que por uma pequena parcela da população. Em São Tomé e Príncipe, por exemplo, cerca de 2,5% das pessoas falam a Língua Portuguesa.

Essa língua está presente em todos os continentes:

América – Brasil (aliás, o único)
Europa – Portugal
Oceania – Timor Leste
África – Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe
Ásia – na cidade de Goa, na Índia, há falantes do português.