Elementos Químicos e Símbolos


Decorar os elementos químicos da Tabela Periódica e os seus símbolos já foi um terror na vida de muita gente, quando os professores de química exigiam a prática. Alguns elementos possuem simbologia intuitiva, como é o caso do Ferro (Fe) e do Cloro (Cl), entre outros, que são representados pelas primeiras letras que compõem o nome. Porém, há outros que recebem símbolos que não lembram em nada o nome do elemento, como é o caso do Chumbo (Pb), e nesses casos fica tudo mais complicado.

Os elementos químicos foram organizados pelo químico da Suécia Jons Jakob Berzelius, ainda no século XIX. Para que possamos entender melhor como funciona a lógica desses símbolos, primeiro é preciso saber que o latim é o idioma que foi considerado como padrão para a nomenclatura e simbologia desses elementos. E isso ocorre porque os elementos foram descobertos em épocas diferentes, por indivíduos de nacionalidades diferentes e que deram os nomes, que, por sua vez, precisavam de um padrão de idioma.

Elementos Químicos

Agora que já sabemos que o idioma oficial da Tabela Periódica organizada por Berzelius é o latim, fica mais fácil compreender porque o nosso exemplo anterior, o Chumbo (que é Plumbum, em latim), é representado por Pb e não por “Ch”. Atualmente, quem organiza os elementos químicos e seus símbolos na tabela é a IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada), que determina que os símbolos devem ser formados pela letra inicial maiúscula do nome do elemento em latim. Quando a primeira letra do nome já foi utilizada para o símbolo de outro elemento, ainda, deve-se colocar uma segunda letra minúscula (exemplo: Hidrogênio (H) e Hélio (He) ).

Símbolos dos Elementos Químicos

Após entender como funciona a lógica dos nomes e símbolos utilizados na Tabela Periódica, vamos aos elementos e os seus símbolos. Acompanhe abaixo a tabela:

Elemento Símbolo

Hidrogênio H
Hélio He
Lítio Li
Berílio Be
Boro Br
Carbono C
Nitrogênio N
Oxigênio O
Flúor F
Neônio Ne
Sódio Na
Magnésio Mg
Alumínio Al
Silício Si
Fósforo P
Enxofre S
Cloro Cl
Argônio Ar
Potássio Kr
Cálcio Ca
Escândio Sc
Titânio Ti
Vanádio V
Cromo Cr
Manganês Mn
Ferro Fe
Níquel Ni
Zinco Zn
Cobre Cu
Cobalto Co
Gálio Ga
Germânio Ge
Arsênio As
Bromo Br
Criptônio Kr
Selênio Se

Rubídio Rb
Estrôncio Sr
Ítrio Y
Zircônio Zr
Nióbio Nb
Rutênio Ru
Ródio Rh
Paládio Pd
Tecnécio Tc
Cádmio Cd
Índio In
Prata Ag
Estanho Sn
Antimônio Sb
Telúrio Te
Molibdênio Mo
Iodo I
Xenônio Xe
Césio Cs
Bário Ba
Lantânio La
Cério Ce
Praseodímio Pr
Neodímio Nd
Promécio Pm
Samário Sm
Európio Eu
Gadolínio Gd
Térbio Tb
Disprósio Dy
Hólmio Ho
Érbio Er
Túlio Tn
Itérbio Yb
Lutécio Lu
Ósmio Os
Háfnio Hf
Tântalo Ta
Rênio Re
Tungstênio W
Irídio Ir
Platina Pt
Ouro Au
Mercúrio Hg
Tálio Tl
Chumbo Pb
Bismuto Bi
Polônio Po
Astato At
Radônio Rn
Frâncio Fr
Rádio Ra
Actínio Ac
Tório Th
Protactínio Pa
Urânio U
Plutônio Pu
Amerício Am
Netúnio Np
Berquélio Bk
Califónio Cf
Cúrio Cm
Einstênio Es
Férmio Fm
Mendelévio Md
Nobélio No
Laurêncio Lr
Rutherfórdio Rf
Dúbnio Db
Seabórgio Sg
Bóhrio Bh
Hássio Hs
Meitnério Mt
Darmstadtio Ds
Roentgénio Rg
Copernício Cn
Unúntrio Uut
Fleróvio Fl
Ununpêntio Uup
Livermório Lv
Ununséptio Uus
Ununóctio Uuo

Os símbolos que fogem à regra

A Tabela Periódica, atualmente, conta com 118 elementos químicos e seus símbolos, o que significa que ela compreende elementos que foram descobertos desde a pré-história, como é o caso do Enxofre (S), até o Livermório (Lv), que foi descoberto no ano de 2011, segundo a IUPAC.

Para facilitar a sua compreensão, separamos os 10 símbolos de elementos químicos que mais fogem à regra do nome e podem te confundir devido à construção do símbolo a partir do nome em latim. São eles:

Fósforo = (do latim Phosphorum) = Símbolo => P

Potássio = (do latim Kalium) = Símbolo => K

Sódio = (do latim Natrium) = Símbolo => Na

Estanho = (do latim Stannum) = Símbolo => Sn

Chumbo = (do latim Plumbum) = Símbolo => Pb

Antimônio = (do latim Stibium) = Símbolo => Sb

Mercúrio = (do latim Hydrargyrum) = Símbolo => Hg

Cobre = (do latim Cuprum) = Símbolo => Cu

Prata = (do latim Argentum) = Símbolo => Ag

Ouro = (do latim Aurum) = Símbolo => Au

De onde vêm os nomes dos elementos químicos?

Provavelmente, você já se perguntou qual a origem dos nomes de elementos químicos como Tungstênio, Ununóctio, Rubídio e assim por diante. São diversos nomes complicados, realmente, e que podem confundir qualquer um.

Para conhecimento, os elementos foram descobertos em diversas partes do mundo e por indivíduos de nacionalidades diferentes, como já dissemos acima, e é isso que fez com que tantos nomes estranhos fossem dados aos elementos da Tabela Periódica. Alguns elementos receberam o nome de quem os descobriu, outros receberam nomes de acordo com o seu significado no país de origem da descoberta e alguns, ainda, receberam os nomes dados pela Sociedade para Descoberta de Íons Pesados.