Óxidos, Hidretos e Carbetos


Óxidos

Óxidos são compostos binários, ou seja, formados por dois elementos químicos, nos quais o oxigênio é o elemento mais eletronegativo da molécula.

Atenção!
A substância OF2, fluoreto de oxigênio, não é óxido, pois, embora seja um composto binário, o oxigênio está ligado a um átomo mais eletronegativo.

Formulação geral dos Óxidos

Prefixos  para  a  quantidade  de  oxigênio: l = mono, 2 = di, 3 = tri, 4 = tetra, 5 = penta, 6 = hexa e 7 = hepta.

Óxidos, Hidretos

Exemplos:
SO3 – trióxido de enxofre;
CO2 – dióxido de carbono;
N2O3 – trióxido de dinitrogênio;
C^2O7 – heptóxido de dicloro.

Classificação dos Óxidos

• Óxidos básicos — são formados por metais alca­linos, alcalinos terrosos e metais de baixa valên­cia (nox < 3). Têm caráter iônico e são sólidos. Exemplos: Na2O – óxido de sódio; CaO – óxido de cálcio. Quando dissolvidos em água, formam a base cor­respondente. Exemplo: CaO + H2O -> Ca(OH)2

Nomenclatura dos Óxidos

•     Para elementos de nox fixos, atribuem-se os no­mes aos Óxidos com auxílio do seguinte esquema: Óxido de (nome do metal) Exemplos: Na2O – óxido de sódio; CaO – óxido de cálcio; A^2O3 – óxido de alumínio. Para elementos de NOX variável, acrescenta-se o valor do NOX em algarismo romano após o nome do metal. Pode-se, ainda, colocar o sufixo -iço ou -oso no nome do metal, quando estiver no maior ou no menor estado de oxidação, res­pectivamente.

Exemplos: Cu2O – óxido de cobre I ou óxido cuproso; CuO – óxido de cobre II ou óxido cúprico; FeO – óxido de ferro II ou óxido ferroso; Fe2O3 – óxido de ferro III ou óxido férrico. Para Óxidos formados pela união de ametais com oxigênio, a nomenclatura é formada com o uso de prefixos indicando a quantidade de elemen­tos formadores.

Oxidos ácidos – na sua maioria são forma­dos por ametais ou por metais com valência alta (nox > 4). Têm caráter covalente. Exemplos: SO2— dióxido de enxofre; N2O5 – pentóxido de dinitrogênio. Quando dissolvidos em água, formam o ácido correspondente. Exemplo: SO3 + H2O -> H2SO4.

Quando reagem com bases originam sal e água. Exemplo: SO3 + Ca(OH)2 -» CaSO4 + H2O. Os Óxidos ácidos são conhecidos como anidridos, por serem compostos obtidos pela elimina­ção total de água e de ácidos oxigenados. Exemplos: H2CO3 – H2O = CO2 – anidrido carbônico; H2SO4 – H2O = SO3 – anidrido sulfúrico. Óxidos neutros – também chamados de indife­rentes ou inertes – não reagem com água, ácidos ou bases. São Óxidos covalentes formados por ametais e oxigênio. Exemplos: CO – monóxido de carbono; NO — monóxido de nitrogênio; N2O – monóxido de dinitrogênio. Óxidos anfóteros – são aqueles que reagem tanto com ácidos como com bases. Em ambos os ca­sos, ocorre à formação de sal e água. Os Óxidos anfóteros não reagem com água. Exemplos:
ZnO – óxido de zinco; A^O – óxido de alumínio.

•    Óxidos mistos, duplos ou salinos – são com­postos originados da combinação de dois óxidos de um mesmo elemento químico e normalmente apresentam NOX fracionário. Exemplo: Fe3O4 – tetraóxido de triferro (magnetita, ímã na­tural), resultado da combinação dos óxidos FeO e Fe203.

•    Peróxidos – óxidos que apresentam em sua es­trutura o grupamento (O2)’2 ou (-O-O-). O NOX unitário do oxigênio é -1.
Exemplos: Na2O2 – peróxido de sódio; CaO2 – peróxido de cálcio; O único peróxido molecular é o peróxido de hidrogênio – água oxigenada, H2O2, que apresenta a seguinte fórmula estrutural: H — O — O — H. Os peróxidos reagem com água, formando base e água oxigenada, e com ácidos, formando sal e água oxigenada.

•    Superóxidos – são óxidos que apresentam o gru­pamento (O4)~2 em sua estrutura. O NOX unitá­rio do oxigênio é -y.
Exemplos:
CaO4 – superóxido de cálcio;
Na2O4 – superóxido de sódio.

Hidretos

Hidreto é uma função química que agrupa compos­tos em que o hidrogénio é o elemento mais eletronegativo.

Nomenclatura dos hidretos

Os nomes dos hidretos são dados da seguinte forma: Hidreto + de + nome do elemento
Exemplos:
KH – hidreto de potássio
AsH3 — hidreto de arsênio
CaH2 – hidreto de cálcio

Classificação dos hidretos de acordo com o caráter da ligação química

•    Hidretos iônicos – são aqueles em que o ele­mento ligado ao hidrogénio é muito eletropositivo (metais), como elementos da família IA e 2A.
Exemplos: LiH, NaH, CaH2, etc.

Hidretos covalentes – são hidretos com caráter covalente, em que a diferença de eletronegativi-dade é inferior a 1,7. Exemplos: AsH3, SiH4, etc.

Carbetos

Carbetos são compostos que contêm o grupo taneto) ou C~2 (acetileto).
Exemplos:
CaC2 – carbeto de cálcio;
A^4C3 – carbeto de alumínio.

O carbeto de cálcio, conhecido como carbureto, rea­ge com água produzindo acetileno (etino), que há algum tempo foi utilizado em lanternas como as usadas em pes­caria noturna e em minas subterrâneas.