Tabela Periódica: Classificação Periódica dos Elementos


Quando ouvimos a palavra sal, a primeira coisa que nos vem à mente é o sal de cozinha, utilizado para realçar o sabor dos alimentos. No entanto, o universo do sal é muito mais amplo e se expande muito além da cozinha. De fato, sal é uma categoria de substância química. Portanto, não devemos falar de sal, e sim de sais.

Neste texto, vamos olhar de mais perto essas substâncias e os elementos pertencentes a ela, para que possamos entender as propriedades que fazem um sal ser um sal, a fórmula (tanto prototípica quanto específica) dos sais, os critérios por meio dos quais os sais são classificados e, finalmente, as regras para a nomenclatura dos sais. Vamos iniciar nossa empreitada pelo mundo dos sais entendendo o que são esses compostos químicos.

Tabela Periódica

O que são os sais?

Os sais são sólidos cristalinos (quando em condições normais de temperatura e pressão) que apresentação pontos de fusão e ebulição relativamente altos. São obtidos a partir da neutralização entre um ácido e uma base, e aqui precisamos perguntar. O que é um ácido? E o que é uma base neutra? Antes de continuarmos nossa viagem pelo mundo dos sais, vamos responder a estas duas perguntas.
Segundo definição do sueco Svante August Arrhenius, os ácidos são substâncias químicas que, quando colocadas em água, liberam um íon positivo (H+), denominado de cátion. A título de exemplo, existem vários tipos de ácidos, como o ácido nítrico (HNO3) e o ácido clorídrico (HCl). Por base temos o oposto dos ácidos, ou seja, são substâncias que quando colocadas em água liberam um íon negativo (OH-), denominado de ânion. Dessa maneira, o hidróxido de sódio (NaOH) e o hidróxido de magnésio (Mg(OH)2) são exemplos de base.

Dissemos acima que os sais são obtidos a partir da neutralização entre um ácido e uma base. Mas, em que consiste essa neutralização? Quando misturados, um ácido e uma base resultam em água e sal. Mas para que chegue a esta duas substâncias, é necessário que os cátions do ácido se equilibrem (ou não) com os ânions da base. Se a proporção de cátions for igual a de ânions (ou seja, se houver H+ suficientes para neutralizar todos os OH-) o resultado será um sal neutro. Quando há H+ em demasia, o sal resultante será considerado um sal ácido, diferente de quando há OH- em excesso, pois o sal resultante é chamado de básico.
Vamos utilizar o cloreto de sódio para melhor entender esse processo. Temos que o ácido neste caso é o HCl, e a base é o NaOH. O cátion do ácido (H+) é neutralizado com o ânion da base (OH-), e o resultado é o NaCl. Mas o cátion e o ânion, depois de neutralizados, desaparecem? Não. É preciso levar em consideração que a neutralização entre um ácido e uma base produz um sal mais água. Logo, o cátion e o ânion são transformados em água. Portanto, temos que HCl + NaOH = NaCl + H2O, sendo que o NaCl é um sal neutro, já que em constituição houve um cátion para um ânion.

Nomenclatura dos sais

Cátions e ânions são, como o próprio sufixo já nos indica, compostos iônicos. Segundo a regra referente à fórmula, o cátion é sempre colocado antes do ânion quando vamos nomear algum elemento.
Você deve estar se perguntando como irá saber o nome dos elementos para a nomeação dos sais. Bom, na tabela periódica é possível encontrar o nome de todos os elementos. Voltando o nosso caso, o NaCl, temos que em sua fórmula o cátion – elemento positivo, isto é, o Na+ – vem antes do ânion, representado pelo Cl-. No entanto, quando partimos para a nomenclatura dos sais, devemos inverter a regra utilizada na escrita da fórmula. Ou seja, o ânion vem antes do cátion, e antes do cátion deve ser acrescentado a partícula “de”. Assim, o NaCl é chamado de “cloreto de sódio”.

Praticando 1:

Agora que você já leu o texto sobre os sais, e utilizando os conhecimentos de química que você já possui, tente determinar a nomenclatura dos seguintes sais:

– NaHCO3;
– BaSO4;
– AgNo3;
– KMnO4.

Praticando 2: Tendo em vista os ácidos e bases que seguem abaixo, tente determinar qual será a fórmula de seus respectivos sais (sempre atentando ao fato que a neutralização também produz água) e se o sal resultante da neutralização será um sal neutro, um sal ácido ou um sal básico (com equilíbrio entre cátions e ânions, com excesso de cátions ou com excesso de ânions, respectivamente:
– 3 H2SO4 + 2 Al (OH)3 = ?, sendo que este é classificado como um sal ?;
– HCl + Mg(OH)2 = ?, sendo que este é classificado como um sal ?;
– H3PO4 + Ca(OH)2 = ?, sendo que este é classificado como um sal?

Recomendamos que você tenha uma tabela periódica disponível para a consulta enquanto realiza os exercícios acima. Com bastante atenção na leitura deste texto e com persistência na resolução dos exercícios, você verá que as propriedades, fórmulas, classificações e nomenclatura de sais é mais simples do que você imaginava. Estamos torcendo por você!