Resumo sobre o artista Donatello

Artes,

Resumo sobre o artista Donatello

Donato di Niccoló di Betto Bardi, ou como ficou mundialmente conhecido, Donatello, foi um dos grandes nomes do renascimento italiano. Nascido em 1386, o artista viveu cerca de 80 anos e produziu dezenas de incríveis obras de arte que são admiradas até hoje. Neste resumo sobre Donatello, falaremos sobre sua história de vida, momento cultural em que estava inserido e sua trajetória de sucesso.

Resumo sobre o artista Donatello

Quem foi Donatello?

Donatello é um dos artistas que se tornaram ícone no renascimento italiano, um momento bastante forte que, posteriormente, ganhou o mundo todo com suas ideias claras e concisas.

Filho de um tecelão de lãs, seus primeiros passos no mundo da arte foram dados durante um estágio feito em uma oficina de ourives. Sua carreira como artista foi iniciada e findada em Florença, porém, suas obras estão localizadas em diferentes localidades em toda a Itália, como Roma, Siena e Nápoles.

O momento cultural do país foi um dos fatores determinantes que o guiaram ao longo do desenvolvimento de cada trabalho. O renascimento cultural italiano ganhou forma entre os séculos XIV e XVI e tinha como principal objetivo o desenvolvimento de conhecimentos acerca do mundo e do homem.

Outros importantes nomes desta época e que viveram próximos a Donatello são: Leonardo da Vinci, Rafael, Boticelli e Michelangelo, todos famosos graças a suas obras e esculturas tão presentes e influenciadoras da atualidade.

Parte desses artistas receberam proventos dos Médici, família abastada de mecenas, para dar vida a suas obras. Donatello, inclusive, esculpiu “Estevão e Lourenço” por estes serem os seus patronos.

A influência direta, não apenas do movimento, mas também do artista, é ainda hoje motivo de inspiração para quem trabalha esculpindo obras de arte. As técnicas utilizadas já naquela época confiam maestria e exclusividade a cada peça que é finalizada.

Inícios em Florença:

  • Origens: Nascido em Florença, filho de um tecelão de lãs, seu talento foi polido em uma oficina de ourives.
  • O epicentro da arte: Florença, o coração do Renascimento, foi onde Donatello solidificou sua carreira. Contudo, sua influência estendeu-se a cidades como Roma, Siena e Nápoles.

Contemporâneos e Patronos:

  • Gênios da época: Donatello compartilhou sua era com gigantes como Leonardo da Vinci, Rafael e Michelangelo.
  • Mecenas dos Médici: A influente família Médici financiou muitos artistas da época. Em agradecimento, Donatello imortalizou alguns de seus membros em obras como “Estevão e Lourenço”.

A trajetória de vida do artista Donatello

Veja agora nesse resumo sobre Donatello a trajetória deste importante artista italiano ao longo de toda a sua vida e quais as obras, de valor inestimável, que o mesmo produziu entre sua vida e morte. Acompanhe:

  •  A obra “Davi” é datada de 1408 e foi feita para a Catedral de Duomo. Feita em mármore e com muita técnica, a obra retrata um artista jovem e muito empenhado em aperfeiçoar seu trabalho em anatomia humana. Nesta época, Donatello também fez outras peças para a Catedral de Florença.
  • Entre 1409 e 1411, o artista produziu a obra “São João Evangelista”. Neste mesmo período, produziu outras várias estátuas e representações de profetas e algumas de suas esculturas feitas entre esses anos ornamentaram a Porta dela Mandoria.
  • “São Marcos” foi produzido ao longo de 1411 e 1412.
  • Em 1417, Donatello fez a obra de “São Jorge”. Lutando com o dragão, a imagem apresenta novas características e perspectivas diferenciadas das demais, o que a faz ser considerada como um marco na história do artista jovem, enquanto que a primeira, para a Catedral de Duomo, representa um estudante iniciando sua carreira e trajetória na arte.
  • Entre os anos de 1425 e 1427, Donatello deu vida às obras intituladas como “Esperança” e “Fé”, ambas para o batistério de Siena.
  • Em seguida, o artista saiu de sua terra rumo a Roma. Nos anos de 1430 a 1433, Donatello se dedicou exclusivamente ao Tabernáculo do Sacramento, dentro da Basílica de São Pedro, no Vaticano. Nesta época, também esculpiu o “Davi” feito em bronze.
  • Após encerrar os trabalhos em Roma, voltou para Florença e em 1435 lançou sua obra intitulada “Anunciação”, feita para a igreja de Santa Cruz.
  • Entre os anos de 1437 e 1443, o artista se dedicou exclusivamente aos trabalhos requeridos pela igreja de São Lourenço. Entre esses anos, produziu peças muito famosas e importantes para este período da arte, tais como “Cosme e Damião”, “Apóstolos” e “Estevão e Lourenço”.
  • Também foi entre esses anos que esculpiu “São João Batista”, obra que foi feita por volta de 1438, e “Busto de um jovem com Camafeu”, em 1440.
  • A estátua “Gattamelata”, uma de suas mais conhecidas esculturas, foi esculpida entre os anos de 1443 e 1450.
  • Donatello tornou-se, ainda, uma referência a ser seguida na composição de esculturas equestres. Entre os mesmo anos da criação da obra “Gattemelata”, Donatello produziu “Estátua de Marco Aurélio” e “Cavalos de São Marcos”.
  • Em 1453, mais cansado de uma longa e produtiva vida, o artista esculpiu “Madalena” para o Duomo. A obra, diferente de todas as demais, demonstra a dor e tristeza que provavelmente o artista estava passando nessa fase de sua vida.
  • Com a ajuda de outros artistas da época, criou ainda “O púlpito da Paixão” e “O púlpito da Ressurreição”.
  • No ano de 1466, Donatello deixou de cativar a humanidade com suas belíssimas obras e morreu, deixando um imenso arsenal de esculturas admiráveis, que podem ser visitadas em dezenas de endereços diferentes em território italiano.

Fontes utilizadas:

  1. Renaissance Florence: The Art of the 1470s. National Gallery of Art, 1999.
  2. Donatello: Sculptor, Janson, H. W. Abbeville Press, 1993.
  3. The Complete Works of Donatello, Pope-Hennessy, John. Phaidon, 1990.

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos e mergulhe mais fundo no mundo renascentista de Donatello!