Resumo da Biografia de Nelson Mandela


Nelson Mandela

Nelson Mandela é um dos maiores nomes de toda a história mundial no que diz respeito à luta pelos direitos humanos e igualdade racial. Um dos principais líderes da África do Sul, é lembrado especialmente por sua luta pelo fim do Apartheid.

Infância e juventude de Nelson Mandela

Nasceu como Rolihiahia Dalibhunga Mandela, em 18 de julho de 1918, na etnis Xhosa, em que pertencia a uma família de linhagem real. Apenas em 1925, ao ingressar na escola primária, receberia o nome de Nelson, seguindo o costume de que todas as crianças que frequentassem a escola deveriam receber nomes ingleses.

Seu ativismo e a luta por direitos têm início, de fato, em 1939, quando Mandela ingressou em Fort Hare para o curso de direito. Porém, por seus protestos e atuação junto aos movimentos estudantis, foi obrigado a abandonar o curso e mudar-se para Joanesburgo.

Foi em Joanesburgo que Mandela enfrentou a verdadeira dificuldade imposta aos negros por questões raciais, mas, mesmo com dificuldades, graduou-se em Artes pela Universidade da África do Sul.

A luta contra o Apartheid

A colonização da África pelos europeus deixou como sequela mais negativa a segregação racial, na qual os brancos possuíam mais direitos devido ao Apartheid.

Dentre os obstáculos encarados pelos negros estavam locais exclusivos para brancos, direitos negados, como a impossibilidade de casamentos inter-raciais, e o constante preconceito social, entre outras dificuldades impostas à maioria negra.

Na luta pelo fim do Apartheid, Mandela se tornou um dos principais nomes, possuindo liderança e comandando protestos pelo fim do Apartheid. Isto fez com que Nelson Mandela fosse perseguido e preso, passando 27 anos na prisão.

A liberdade e o governo de Nelson Mandela

Após ter recusado a liberdade em troca do fim de sua luta por direitos, apenas em 1990 Nelson Mandela foi solto e pode, enfim, retomar sua luta não apenas pelo fim do Apartheid, mas por uma África do Sul mais justa.

Isto fez com que chegasse à presidência do país em 1994, ficando no governo até 1999, sendo considerado um dos maiores líderes do país. Por sua luta pela liberdade, direitos e seu governo, Mandela recebeu inúmeros prêmios, incluindo o Nobel da Paz.