Classificação, Características e Fisiologia dos Anfíbios E Repteis


Fisiologia dos Anfíbios E Repteis

Estes dois grupos animais são ectodérmicos. Portanto, a sua temperatura corporal depende do ambiente externo. Ambos fazem parte também do reino dos vertebrados. A despeito destas semelhanças, há muitas diferenças entre os dois filos. Neste artigo você conhecerá classificação, características e fisiologia dos Anfíbios e Répteis.

Classificação, características e fisiologia dos anfíbios e répteis:

Anfíbios

• Classificação

Encontramos nos anfíbios 3 ordens principais de classificação: Anura (sem cauda), Urodela (com cauda) e ápodes (sem patas). No primeiro temos sapos e rãs como exemplo, no segundo animais como as salamandras, e no terceiro cobras-cegas e cecílias.

• Características

Dividem a sua vida entre o ambiente aquático (sempre água doce) e terrestre. Sua pele é altamente permeável e vascularizada, servindo também para a respiração. Em alguns casos podem apresentar cromatóforos e glândulas produtoras de veneno.

• Fisiologia

Estes animais apresentam sistema digestório completo. Embora os dentes não sirvam para a mastigação, podem estar presentes para ajudar a segurar presas e outros alimentos. A respiração pode ser branquial, cutânea, pulmonar ou bucofaringeana. Já a fecundação geralmente é externa. Quanto ao sistema circulatório, este é fechado, de circulação dupla e incompleta. Embora o sistema nervoso seja mais complexo do que aquele presente nos peixes, o cerebelo é reduzido. Apresentam no total dez pares de nervos cranianos.

Répteis

• Classificação

São animais cordados cuja reprodução é ovípara. Mesmo que numerosos no ambiente terrestre, podem ser igualmente encontrados em água doce e salgada. Classificam-se nas ordens Chelonia, Squamata, Crocodilia e Rhyncocephalia. Tartarugas, Cobras, jacarés e tuatara, são os respectivos exemplos para cada grupo listado. Podem ser carnívoros ou herbívoros, ainda que o primeiro grupo seja mais numeroso.

• Características

Possuem o corpo recoberto por uma pele grossa e impermeável, formada por escamas, placas ou carapaças. Estas últimas são constituídas por queratina principalmente, uma proteína de alta resistência. Aos animais que apresentam a carapaça protetora denominamos quelônios.

• Fisiologia

Para encerrar este artigo com classificação, características e fisiologia dos Anfíbios e Répteis, cabe destacar a fisiologia dos últimos. Assim como os anfíbios eles possuem sistema digestório completo e terminado em cloaca. Podem apresentar ainda bico córneo – tartarugas – ou glândulas venenosas – cobras. A circulação é fechada, dupla e incompleta. A respiração é pulmonar, e no caso de algumas tartarugas, também cloacal. São os primeiros vertebrados a apresentar córtex cerebral e possuem no total doze pares de nervos cranianos.