Dogue Alemão


Cães de grande porte costumam atrair públicos bastante específicos. Para criá-los, por exemplo, é necessário um local com espaço amplo, onde o cachorro possa circular tranquilamente. No entanto, existem diversas vantagens de ter um companheiro canino grande. Além da segurança que o cão pode transmitir a um ambiente, sua companhia é diversão na certa.

Dogue Alemão

Entre as raças mais procuradas está o Dogue Alemão. O cão surpreende pela altura e peso, que é superior a raças como o boxer e pitbull. O Dogue Alemão é uma raça versátil, que pode ser treinada para fazer a proteção de locais e, ao mesmo tempo, ser amável com a família. Conheça agora um pouco mais sobre a história e as características desta raça canina.

História do Dogue Alemão

A origem do Dogue Alemão ainda é incerta. No entanto, os registros indicam que provavelmente a raça resultou da cruza entre o Mastiff Inglês e o Wolfhound Irlandês. O objetivo da nova raça seria ter um cão com a força e a agilidade de raças mais primitivas, porém com uma forma mais leve e domesticada. Ainda na sua criação, a raça também foi destinada a caça de animais de grande porte, como ursos e javalis.

A presença do Dogue Alemão na história data desde o século 14, quando em seu país de origem o cão foi atribuído à caça. Em toda a Europa, características como sua habilidade e coragem o levaram a função de proteger casas e escoltar veículos. O Dogue Alemão também foi uma das raças participantes na primeira exposição de cães registrada na história. O evento, que ocorreu em 1863 em Hamburgo, teve a raça registrada como Dogue Dinamarquês, nome que foi popular em diversos países por um longo tempo.

Desde 1880, no entanto, o nome Dogue Alemão foi instituído pelas autoridades do país como o único para se referir ao cão. Pouco tempo antes, no início do século XVII, a raça chegou ao continente americano, onde se tornou popular. Mesmo com o tamanho bastante grande em relação a outras raças, o Dogue Alemão segue tendo bastante procura em terras brasileiras.

Características do Dogue Alemão

Como fruto de seu objetivo inicial de criação, o Dogue Alemão alcançou as características pré-determinadas pelos seus criadores. A cruza entre as duas raças chegou a uma aparência bastante elegante, ao mesmo tempo em que concilia força, resistência e agilidade. O Dogue Alemão possui um tamanho expressivo, em que pode alcançar mais de 80 cm nos machos e 72 cm nas fêmeas da raça. O padrão, no entanto, pode ser ultrapassado e alcançar cerca de 90 cm de altura. O peso do cão também costuma ser alto, com uma média de 70 kg.

Apesar de possuir as orelhas caídas, em muitos países são realizadas cirurgias ou utilizadas talas para deixá-las eretas. A tradição, que antigamente ocorria para evitar machucados em período de caça, atualmente possui fins estéticos e não é aconselhada por uma grande parte da comunidade veterinária. No Brasil, por exemplo, o procedimento não é autorizado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

A pelagem do Dogue Alemão possui características específicas. A raça possui pelo curto, porém brilhante. Os tons de pelagem também são bastante variados, oscilando entre o dourado, o dourado com listras pretas, o preto, o cinza azulado e o arlequim, caracterizado pela cor branca com manchas pretas. Ocasionalmente surgem também Dogues com a pelagem branca ou cinza com listras pretas. No entanto, por não pertencer ao padrão da raça, os animais com estes tons de pelos não costumam ser reproduzidos.

O temperamento do Dogue Alemão pode ser considerado destoante da figura imponente que a raça representa. Os cães apresentam um comportamento dócil e podem ser criados juntamente a crianças e famílias. No entanto, também é possível treinar a raça para a vigilância de residências ou trabalho policial, por exemplo. O Dogue Alemão é reconhecido pela sua disciplina e facilidade para ser treinado.

Para ter um cão da raça em casa, entretanto, é necessário possuir a estrutura e os cuidados adequados. Como se tratam de cães de grande porte, o ideal é que a raça tenha um espaço amplo para poder circular e fazer algum exercício. Caso o terreno da residência não seja grande o suficiente, passeios em parques podem ser uma boa opção. Na hora de dormir, é aconselhável buscar um lugar coberto e fechado para o cão. O Dogue Alemão não é uma raça que se adapta facilmente a vivência ao ar livre, portanto, um canil fechado ou um espaço reservado dentro da casa podem ser uma boa opção.

Se você gostou das características da raça, é hora de saber onde encontrar um Dogue Alemão. Infelizmente, a raça possui meios rígidos de criação, o que restringe o número de cães disponíveis e, consequentemente, aumenta o seu preço. O valor pode variar entre R$2 mil e R$ 5 mil, dependendo das características das gerações passadas e da ninhada. O animal pode ser encontrado com criadores específicos da raça.