Ensino da natureza e sociedade


A análise sobre o meio ambiente se constitui em uma importante forma de aprendizagem e de cidadania. Com as constantes mudanças na natureza e sua ação através de terremotos, tsunamis, furacões e enchentes, saber onde o homem se encaixa diante desse cenário se torna essencial.

Hoje, é impossível pensar nos fenômenos naturais sem analisar a ação antrópica e seus efeitos na natureza e na própria sociedade. Para criar uma consciência dinâmica e intuitiva, o ensino da natureza e da sociedade se torna imprescindível, desde o ensino infantil até a fase adulta.

Matemática, Física, Sociologia, Medicina, Economia, História, dentre outras disciplinas, sempre utilizarão os conteúdos ligados à natureza e a sociedade para desenvolver seus conceitos e aplicar suas fórmulas. Mesmo que esse ensinamento seja repassado com linguagens e temas distintos, ele sempre estará presente como a base do aprendizado de qualquer conteúdo.

natureza e sociedade

Interação do homem com o meio

Nos estudos e pesquisas do psicólogo bielorusso Lev Vygotsky, sua principal teoria é de que a forma mais adequada de um indivíduo adquirir conhecimento é interagindo com o meio em que vive, seja o natural ou o social. Em uma de suas frases mais famosas, o cientista destaca que “o saber que não vem da experiência não é realmente um saber”.

De acordo com Vygotsky todo aprendizado deve ser mediado, o que torna essencial o papel do professor e o seu ensino da natureza e da sociedade. Para o pesquisador os primeiros contatos das crianças com novas habilidades, informações e atividades devem ter a participação de um mestre, para que com o tempo ela possa se apropriar desse conhecimento e se tornar independente.

Ou seja, o aprendizado não se subordina totalmente ao desenvolvimento das estruturas intelectuais de um indivíduo, depende de sua interação social e com a natureza. O médico Ovide Decroly também destaca a importância da natureza e da sociedade ao afirmar que o meio natural é o verdadeiro material intuitivo capaz de estimular os indivíduos.

Importância do ensino da natureza e da sociedade

Levando em conta os estudos e pensamentos desses estudiosos é possível perceber que a natureza deve ser analisada a partir do seu vínculo com a sociedade e da interação do homem com o meio. Seja de forma positiva ou não. O ensino da natureza e da sociedade permite avaliar o desenvolvimento e adaptação das sociedades à vida na natureza, as transformações ambientais que provocam o uso de recursos naturais renováveis e não renováveis e como pode ser a continuidade da vida humana no planeta Terra.

Natureza e sociedade na educação infantil

O ensino da natureza e da sociedade na educação infantil se baseia em eixos de aprendizagem mais reais e menos fantasiosos. Entre os quatro e cinco anos, as crianças começam a entender o mundo através de explicações naturais como a diferença entre o dia e a noite, cor do céu e fenômenos naturais em geral, além de fenômenos sociais, como o conceito de família e sociedade.

As explicações e as atividades do cotidiano, sejam elas investigações da natureza ou programas culturais, ajudam a formar a percepção infantil sobre hábitos, rotina e o que é aceito, ou não, socialmente. Por isso, esse tipo de ensino é fundamental, pois é no eixo de observação e reflexão sobre a natureza e sociedade que se desenvolvem noções de respeito e valorização da diversidade, seja ela étnica, religiosa, financeira ou cultural.

– Construção social através do entendimento sobre o meio ambiente

Para a construção da cidadania e de um mundo socialmente equilibrado, a reflexão sobre questões ambientais e o respeito ao meio ambiente, costumam ser boas formas de desenvolver valores humanos como coletividade e senso crítico. Não poluir, jogar lixos, reciclar objetos e lixo, são formas básicas, mas eficazes, de construir um ambiente ideal não apenas para si, mas para o seu vizinho, familiar e para as próximas gerações.

Os valores ensinados com estudos sobre natureza e sociedade contribuem para o melhor entendimento do que pode ser feito a nível local e global e como a ação do homem é importante para a resolução de problemas sociais concretos.

– Valores construídos a partir do contato com a natureza

Já se sabe que o indivíduo costuma construir seus valores através da sua convivência familiar, com grupos mais próximos como vizinhos e amigos e de sua vivência social e experimentação.

Diante de uma era digital, com centenas de programas de TV, filmes, computadores e smartphones, o contato com a natureza acaba ficando em segundo plano. De acordo com um estudo realizado pela psicóloga Andrea Taylor, da Universidade de Illinois, em Chicago, nos Estados Unidos, crianças que têm contato com área verde apresentam melhores resultados na escola.

Os resultados expõem uma realidade de que o indivíduo, ao adquirir e conhecer melhor a natureza através do ensino e principalmente do contato, desenvolve mais habilidades e conhecimento sobre o sentido e significado do mundo de uma maneira geral.

Explorar o meio ambiente, estabelecer contato com espécies de animais e vegetais pode aumentar a capacidade cognitiva e emocional. A integração do mundo social com o natural permite uma maior valorização de qualquer tipo de espécie, inclusive a humana. Olhar e cuidar do outro é uma boa forma de construir valores que serão levados por toda a vida.