Insulina no Processo Alimentar, Filtração Glomerular e Reabsorção Renal


Insulina no Processo Alimenta

Insulina no Processo Alimentar
A insulina é um importante hormônio responsável por metabolizar carboidratos no sangue, além de auxiliar na metabolização de proteínas e gorduras.

É ela que faz o transporte de glicose para o interior de quase todas as células musculares, gordurosas e do fígado. Com isso, ela ativa o chamado mecanismo de difusão facilitada – com a insulina combinada à membrana celular, a difusão da glicose aumenta da intensidade.

É importante destacar que quando a glicose está alta em nosso corpo, o pâncreas trabalha para secretar maiores quantidades de insulina. Assim, se tem mais rápido transporte de glicose para o interior das células.
Isso significa que uma das principais funções da insulina é, justamente, promover a rápida utilização da glicose como fonte de energia, em grande parte das células corporais

Grandes quantidades de insulina ocasionam mais rápido transporte dela para o interior das células, diminuindo sua concentração no sangue. Contudo, a falta de insulina faz com que a glicose fique retida no sangue, não penetrando nas células.

Filtração Glomerular

Os rins são órgãos que possuem variados tipos de célula, cada um com uma função específica. Elas podem filtrar, excretar, reabsorver e manter o equilíbrio do ph e da pressão sanguínea.

No que diz respeito ao processo de filtração, é importante destacar a estrutura denominada néfron, composta por glomérulos renais – uma rede de capilares que retém componentes celulares e proteínas no sistema vascular. É nesse espaço que o sangue é filtrado e, em seguida, são reabsorvidas certas substancias nos túbulos renais.

Ao longo da filtração, substâncias podem ser reabsorvidas ou secretadas pelo epitélio tubular – que separa as substancias que retorna ao sangue das que formarão a urina.

Reabsorção Renal
A reabsorção renal faz com que as moléculas que forma filtradas -mas que não são essenciais ao organismo, glicose, ureia, sódio, aminoácidos e água – sejam recuperadas, retornando à circulação.