Resumo sobre o Reino Animal


O Reino Animalia também pode ser chamado de Animal ou Metazoa. Uma característica muito importante que os diferencia dos animais de outros reinos, é que ele é composto por organismos heterótrofos, isso quer dizer que os seres desse grupo não produzem o próprio alimento.

Resumo sobre o Reino Animal

Na maioria dos casos, a reprodução é sexuada e os organismos conseguem se locomover. Características relevantes para sua classificação são determinadas pelo desenvolvimento embrionário e no desenvolvimento de todos os seres desse reino existe o estágio da blástula.

São classificados em vários filos. Enquanto a maioria dos animais é invertebrada (ou seja, não tem vértebras), os vertebrados apresentam vértebras, coluna dorsal e crânio, e são parte do Filo dos Cordados.

As principais características do Reino Animalia:

  • Pluricelulares: o corpo desses organismos é constituído por muitas células.
  • Eucariontes: suas células são envoltas por uma membrana, ou seja, possuem núcleo diferenciado.
  • Aeróbicos: de acordo com o meio em que vivem, retiram oxigênio da água ou do ar para respirar.
  • Heterótrofos por ingestão: como não produzem o próprio alimento, precisam ingerir outros seres vivos.
  • Reprodução sexuada: acontece na maior parte dos animais e envolve a união de gametas.
  • Reprodução assexuada: feita apenas por alguns invertebrados.
  • Apresentam órgãos e tecidos, exceto em filos mais simples, como, por exemplo, os Poríferos.
  • Não apresentam celulose.
  • São aclorofilados, ou seja, não possuem clorofila.
  • Presença de Celoma: essa é uma cavidade embrionária. Ela aparece em todos os vertebrados, mas não está presente nos poríferos e os platelmintos são pseudocelomados.
  • Simetria bilateral, que é caracterizada por duas metades do corpo que são simétricas, ocorre na maior parte dos seres do Reino Animal. Alguns seres apresentam ausência de simetria (esponjas). Outros seres, como os equinodermos, apresentam simetria radial, caracterizada por diversos planos longitudinais com origem no centro do corpo.
  • Possuem blástula: blástula é uma esfera de células oca que tem o interior preenchido por líquido. No desenvolvimento do embrião, essa fase ocorre depois da formação do zigoto e é a segunda fase do processo de segmentação das células, que ocorre nessa ordem: mórula, blástula, gástrula e nêurula.

Principais filos do Reino Animal

  • Anelídeos;
  • Cnidários;
  • Poríferos;
  • Equinodermos;
  • Nematódeos ou nematelmintos;
  • Platelmintos;
  • Artrópodes;
  • Cordados (ou vertebrados);
  • Moluscos.

Animais Invertebrados

Diversos filos representam os animais invertebrados. As características entres os filos são bastante distintas, entretanto todos eles não possuem parede celular e são pluricelulares. Confira algumas características dos filos dos invertebrados:

  • Anelídeos: encontrados em águas doces ou salgadas e lugares úmidos na terra, possuem o corpo segmentado, feito de anéis. Exemplos: sanguessugas e minhocas.
  • Moluscos: vivem na água (salgada ou doce) e em terras úmidas, apresentam corpo mole e com concha, que pode ser interna ou externa. Exemplos: polvos e lulas (concha interna) e mexilhões e caramujos (concha externa).
  • Cnidários: possuem “cnidócitos” (células urticantes), essa característica os diferencia. Alguns possuem capacidade de se locomover, enquanto outros são fixos (sésseis) e seu habitat natural é água doce ou salgada. Exemplos: águas vivas, corais e anêmonas.
  • Poríferos: animais primitivos que não possuem capacidade de locomoção nem órgãos, sua reprodução pode ser assexuada ou sexuada e vivem em água doce ou salgada. Exemplo: esponjas.
  • Equinodermos: são animais marinhos que apresentam sistema hidrovascular e exoesqueleto calcário. Seu corpo tem 5 lados iguais (simetria pentarradial). Exemplos: ouriços-do-mar e estrelas-do-mar.
  • Platelmintos: com corpo achatado, podem ser parasitas ou animais de vida livre. Exemplos planárias, solitárias e tênias.
  • Nematódeos ou nematelmintos: seu corpo é cilíndrico, podem ser parasitas (tanto de plantas quanto de humanos) ou de vida livre. Exemplos: oxiúros, lombrigas e outros tipos de vermes.
  • Artrópodes: apresentam exoesqueleto de quitina e corpo segmentado. Esse filo é extremamente diversificado. Os principais são insetos (moscas, abelhas, baratas, borboletas), crustáceos (siris, lagostas, camarões), miriápodes (lacraias, centopeias) e aracnídeos (escorpiões, aranhas, carrapatos).

Animais Vertebrados

Animais vertebrados pertencem ao Filo dos Cordados (ou Chordata), possuem coluna vertebral e medula espinhal. Os seres desse filo se dividem em 5 classes:

  • Mamíferos: são homeotérmicos (controlam a temperatura do corpo), apresentam pelos e respiração pulmonar e os filhotes são alimentados pelas fêmeas através de glândulas mamárias. Exemplos: gatos, cachorros, morcegos e seres humanos.
  • Aves: também são homeotérmicos e fazem respiração pulmonar, seu corpo é coberto de penas. Exemplos: pinguins, galinhas, papagaios e beija-flor.
  • Répteis: são pecilotérmicos (não controlam a temperatura do corpo) e fazem respiração pulmonar. Podem viver na terra ou na água e seu corpo é coberto por escamas ou carapaça. Exemplos: jacarés, lagartos e tartarugas.
  • Anfíbios: são animais pecilotérmicos, que precisam da água na fase larval (fazem respiração branquial nessa fase, ou seja, retiram oxigênio da água). Na fase adulta vivem uma metamorfose do corpo e passam a ter respiração pulmonar. Exemplos: salamandras, sapos, pererecas e rãs.
  • Peixes: também são pecilotérmicos e fazem respiração branquial, seu corpo é coberto por escamas. Exemplos: tubarões, dourados, atum e arraias.