Sistema Circulatório Animal e Humano: Coração, Vasos Sanguíneos, Sangue e Vasos Linfáticos


Sistema Circulatório Animal e Humano

O sistema circulatório é essencial para os animais, pois é por meio deste que os nutrientes e o oxigênio podem chegar até as diferentes partes de seus corpos, permitindo assim que se mantenham vivos.

Embora existam algumas diferenças entre os diferentes tipos de animais, todos dependem, muito, do sistema circulatório. Este sistema é formado pelo coração, pelo sangue e pelos vasos sanguíneos, que podem ser divididos entre veias, artérias, capilares, arteríolas e vênulas.

O sistema circulatório nos animais

Confira, a seguir, as diferenças do sistema circulatório em diferentes tipos de animais:

– Peixes

Os peixes possuem um sistema de circulação simples, ou seja, o sangue passa por seu coração apenas uma vez para completar seu ciclo. Assim, o sistema circulatório destes animais funciona de maneira diferente, fazendo com que aconteça apenas um ciclo sanguíneo.

Mamíferos, aves, répteis e anfíbios

Nestes animais, diferentemente dos peixes, o sangue passa pelo coração duas vezes para que se complete um ciclo de circulação sanguínea. Desta maneira, a circulação de sangue destes animais é caracterizada como circulação dupla.

No entanto, nos anfíbios e nos répteis, a circulação é incompleta, pois existe uma mistura do sangue arterial com o sangue venoso. Diferentemente, nas aves e nos mamíferos, não há esta mistura, o que ocasiona uma circulação completa.

Sistema circulatório humano

O sistema circulatório humano é bastante semelhante aos dos demais mamíferos, sendo composto pelo coração, que possui a função de bombear o sangue para todo o corpo, os vasos sanguíneos que permitem a circulação do sangue e por meio dos quais o sangue é transportado, além do próprio sangue, que carrega nutrientes e oxigênio necessários para as diferentes partes do corpo.

Além disso, no sistema circulatório humano, há ainda a linfa e os vasos linfáticos, que recolhem o excesso de líquido intersticial que pode se formar nos vasos capilares.