Tecidos Conjuntivos: Propriamente Dito Frouxo e Denso e Adiposo Plurilocular


Tecidos Conjuntivos

O tecido conjuntivo é um tipo de tecido que possui diversas funções dentro do corpo humano, todas com grande importância para o bom funcionamento do organismo como um todo.

Uma das principais características do tecido conjuntivo é que este pode apresentar consistências bastante diferentes de acordo com a função exercida, podendo assim ser rígido, flexível, gelatinoso ou líquido.

Dentre as diversas funções do tecido conjuntivo algumas das mais importantes são o preenchimento, defesa, proteção, sustentação, reserva, nutrição dos órgãos ou demais tecidos do corpo humano, entre outras possíveis funções.

Tecido conjuntivo propriamente dito frouxo

O tecido conjuntivo mais presente no corpo humano é o tecido conjuntivo propriamente dito, o qual pode ser subdividido em dois tipos diferentes: o frouxo e o denso.

No caso do tecido propriamente dito frouxo a sua principal função é o preenchimento dos espaços que podem ser encontrados entre os tecidos do corpo humano, assim como os espaços entre os órgãos.

Para isso, este tipo de tecido conjuntivo não possui uma rigidez muito grande, sendo flexível para adaptar-se a estes espaços.

Tecido conjuntivo propriamente dito denso

No tecido conjuntivo propriamente dito denso a quantidade de fibras de colágeno é muito maior em relação ao tecido frouxo, o que faz com que este tecido seja muito mais rígido em relação ao anterior.

Este tecido conjuntivo pode ainda ser dividido entre modelado, com um padrão entre estas fibras, ou não modelado, quando não existe este padrão.

Este tipo de tecido conjuntivo é encontrado no envolvimento dos ossos, assim como no encapsulamento de alguns órgãos, como o fígado e os rins.

Tecido conjuntivo adiposo pluricelular

O tecido conjuntivo adiposo pluricelular, que pode ser conhecido também como multilocular, é um tecido bastante característico em recém-nascidos e em alguns animais que apresentam hábitos de hibernação, pois é, substancialmente, um tecido de reserva energética.