História do Handebol no Brasil e no Mundo


O início do Handebol

Em meados de 1918 a Alemanha passava por um período conturbado de sua história ao ser incluída no rol dos perdedores da guerra. Um sentimento de dor e inferioridade estava impregnado na cabeça dos alemães e eles decidiram que deveriam dar a volta por cima para continuarem suas vidas.

História do Handebol

Várias ações foram tomadas pelo governo alemão para que as diferentes áreas sociais do país voltassem a ser levadas a sério e a parte dos esportes não teve tratamento diferente. No ano de 1919, numa das escolas do país, um notável professor de Educação Física, Karl Schelenz, resolveu criar uma adaptação ao esporte Torball, um esporte praticado por deficientes visuais, onde era preciso fazer gols com rolando a bola com as mãos.

Nesta adaptação, chamada handebol, algumas moças eram divididas em dois times e colocadas em um campo de dimensões aproximadas de 40 metros de comprimento por 20 metros de largura. O objetivo era fazer o gol, passando a bola pela baliza do time adversário.

A evolução do esporte

O professor Karl Schelenz dava aulas deste esporte na então Universidade de Berlim e muitos de seus alunos eram de outras nacionalidades. Isso fez com que vários deles, ao retornar para seus países de origem, divulgassem as ideias de seu professor e disseminassem as regras do recém-criado esporte.

Aos poucos as regras foram evoluindo, sendo que com o tempo o tamanho do campo aumentou: para torná-lo mais parecido com o futebol, as dimensões do campo foram alteradas para 110 metros de comprimento por 55 de largura. Eram dois times de onze praticantes – que com a evolução e popularidade do esporte se transformaram em jogadores – e o objetivo era o mesmo: fazer o gol na baliza adversária.

Em poucos anos, mais de dez países já possuíam equipes de handebol, o que fez com que a Federação Internacional de Handebol Amador fosse criada em 1927. No ano de 1933 a Alemanha criou a sua Federação Nacional de Handebol e fez um lobby para que o Comitê Olímpico Internacional incluísse o esporte nas Olimpíadas de 1936, que seria disputada em Berlim. Isso aconteceu e teve a equipe alemã como vencedora (somente o time masculino).

A criação da Federação Internacional de Handebol

Antes da criação da Federação Internacional de Handebol, aconteceu o primeiro fato notável do esporte no Brasil: a criação da Federação Paulista de Handebol, em fevereiro de 1940. Este foi o pontapé inicial para a criação de uma organização nacional para o esporte anos mais tarde.

Com o crescimento da prática do Handebol, entidades de vários países da Europa decidiram, por meio do Congresso de Copenhague, criar a Federação Internacional de Handebol e oficializar as novas regras do esporte: a prática em salões fechados e a mudança na quantidade de jogadores de onze para sete em cada time. Como era praxe na época, a sede da FIH foi transferida alguns anos mais tarde para a região da Basileia, na Suíça. A Suíça é um país neutro na Europa e a maioria das sedes de federações internacionais de diversos esportes está localizada lá.

História do Handebol no Brasil

O Handebol é praticado no Brasil desde o início do século XX, mas ele só foi reconhecido quando o esporte começou a ser difundido na Europa. Com a criação da Federação Paulista em 1940, vários outros estados começaram a estudar a criação de federações estaduais para representar o esporte e difundi-lo nas cidades do interior e também nas capitais.

O estado de São Paulo permaneceu por anos como sendo o principal foco do esporte nacional e basicamente tudo no Handebol girava em torno do estado. Até que em 1978, outros estados começaram a se organizar melhor no esporte e tiraram os paulistas “do poder”. Isso fez com que, no ano de 1979, fosse criada a Confederação Brasileira de Handebol. Isso fez com que a organização do Handebol brasileiro fosse tirada das mãos da Confederação Brasileira de Desportos, que na época, gerenciava todos os esportes brasileiros.

Depois da criação da CBHb, o esporte teve crescimento exponencial no Brasil, fazendo com que fosse criado um campeonato brasileiro para as mulheres e para os homens. O acontecimento de um campeonato brasileiro fez com que o país tivesse uma seleção brasileira forte, tanto no masculino, quanto no feminino.

Regras atuais do Handebol

O futebol atualmente é disputado em quadras fechadas entre dois times de setes jogadores. O objetivo continua o mesmo de sempre: fazer o gol na baliza adversária, porém as regras estão mais específicas. O jogo é, grosso modo, uma mistura de futsal com basquetebol. Os jogadores devem driblar (ato de bater a bola contra o chão) e passar a bola uns para os outros até conseguirem condições de se lançar sobre a área e lançar a bola para marcar o gol antes de cair no chão dentro da quadra. Ganha o time que fizer mais gols.

Campeonatos de Handebol atualmente

Mesmo que as Olimpíadas sejam eventos importantíssimos na vida dos jogadores de Handebol, é possível dizer que o principal campeonato do esporte na atualidade é o Campeonato Mundial de Handebol, realizado de dois em dois anos, sempre em anos ímpares. Os brasileiros possuem apenas um título, conquistado pelo time feminino em 2013.
Os atuais campeões do Campeonato mundial masculino são os espanhóis, enquanto no feminino são as brasileiras. A evolução do esporte no Brasil faz com que a esperança por medalhas nos próximos Jogos Olímpicos, que acontecerão no Brasil, cresça e que os times brasileiros possam conseguir ótimos resultados.

Esta esperança por medalhas é o resultado da crescente popularidade do Handebol no Brasil e, também, a popularidade que ele vem tomando desde que as mulheres brasileiras conquistaram o título mundial em 2013 na Sérvia e, principalmente no país sede. Além disso, o incentivo do governo federal e do Ministério dos Esportes faz com que cada vez mais jovens pratiquem o Handebol nas escolas e tomem gosto pela modalidade. Se o Handebol irá se tornar um esporte de massa, não é possível prever, mas ele já começa a arrancar suspiros de uma plateia tão exigente, como é a brasileira.