Regras do Judô Masculino categorias de: 60 a + de 100 kg e História


O judô é uma arte marcial japonesa desenvolvida e criada por um professor de Educação Física, também japonês, chamado Jigoro Kano. Kano tinha a intenção de criar uma atividade física que pudesse desenvolver a disciplina em seus alunos. Além disso, ele buscava um desenvolvimento físico, mental e espiritual por meio de movimentos específicos e de uma técnica explícita por ele para o controle do corpo. Por fim, seu objetivo principal era a defesa pessoal.

A criação do judô por Jigoro Kano foi uma tentativa de criar algo que unisse características de outras artes marciais japonesas. Ele introduziu um conceito de desenvolvimento pessoal por meio da luta, em vez de apenas lutar para vencer, como o jiu-jitsu pregava para seus praticantes. No início ele sofreu grandes pressões e críticas por parte de outros profissionais, mas aos poucos foi consolidando sua ideia e conseguiu criar sua escola de judô em 1882. Este é considerado o ano de criação desta arte marcial.

Judô Masculino

Regras do Judô

Atualmente, o judô é considerado um esporte. Existe uma federação internacional do esporte e ele está presente nas Olimpíadas. Tanto homens, quanto mulheres podem competir nos torneios de todo o mundo e as disputas são divididas e separadas pelos pesos dos participantes. No entanto, as regras do judô são as mesmas para todos. Veja agora as regras do judô.

• O espaço: o espaço onde os judocas lutam é o tatame. No judô, o tatame oficial possui forma quadrada e pode possuir de 14 a 16 metros em cada lado. Basicamente não se deve sair do tatame durante a luta, sendo passivo de punição ao atleta que pisar fora do espaço delimitado para a luta;

• Objetivo da luta: para vencer o lutador deve conquistar um ippon. O ippon é o ponto completo e para conquistá-lo o judoca deve imobilizar seu adversário por 20 segundos. Também é considerado ippon quando o atleta está com as costas no chão, imobilizado após um movimento considerado ideal;

• Outras formas de pontuação: o objetivo do judoca numa luta é obter um ippon, que é um ponto inteiro e completo. No entanto, há outras formas de pontuação que são o wazari – que é meio ponto e é alcançado quando o ippon não é feito de forma completa ou o judoca imobiliza seu oponente entre 15 e 19 segundos – e o yuko, que é um terço de ponto. O yuko acontece quando o judoca derruba seu oponente e ele cai de lado no tatame ou quando ele imobiliza seu oponente entre 10 e 14 segundos. Vale lembrar que dois wazaris dão a vitória a quem os alcançar, mas três yukos não. No entanto, para fins de desempate, vence quem possuir mais yukos;

• Penalizações: há duas formas de penalização no judô. A primeira é o shido, que é uma advertência leve para o judoca que cometer uma infração leve. Já o hansoku-make é a punição mais alta do judô, que incorre na desclassificação do judoca na referida luta. Duas punições extras existiam, mas não são mais consideradas para fins de competições internacionais: o chui e o keikoku até são utilizados em algumas lutas, mas não possuem mais validade nas competições oficiais. São formas intermediárias de punição aos atletas durante a luta.

Graduações no judô

Além das regras de combate, no judô existem graduações pelo sistema de faixas. A evolução de um judoca depende de sua idade, do seu número de vitórias, de sua técnica e de sua responsabilidade perante o esporte. Existem duas formas de graduação no judô, kyu e dan. No entanto, a forma dan é uma sequência das graduações na forma kyu. Para avançar na graduação kyu o judoca só precisa ser avaliado pela própria associação ou escola onde ele treina. A ordem das faixas na forma kyu é a seguinte:

• Branca;
• Cinza;
• Azul;
• Amarela;
• Laranja;
• Verde;
• Roxa;
• Marrom.

Já para a graduação a partir da faixa marrom é necessário recorrer a outros órgãos do esporte. Isso porque a partir daí, o judoca começa a ser graduado pela forma dan. Até o quinto dan o atleta é avaliado pelo órgão estadual do judô. Mas a partir do sexto dan até o décimo dan (o máximo) somente a confederação nacional de cada país pode avaliar o atleta. A ordem para a forma dan é a seguinte:

• Primeiro ao quinto dan: faixa preta;
• Sexto, sétimo e oitavo dan: faixa vermelha e branca rajada;
• Nono e décimo dan: faixa vermelha.

Note que a faixa mais alta de toda a graduação do judô é a faixa vermelha e não a preta como a maioria das pessoas acredita.

Nas competições, as regras do judô determinam que as lutas sejam realizadas por peso. No âmbito masculino, as faixas de peso são: até 60 kg (ligeiro); 60 a 66 kg (meio-leve); 66 a 73 kg (leve); 73 a 81 kg (meio-médio); 81 a 90 kg (médio); 90 a 100 kg (meio-pesado); 100 ou mais (pesado). Antes de cada luta há uma pesagem para garantir a participação dos atletas na faixa correta de peso.